Crops Circles 2020 II

Novo crop circle, datado de 28.05.2020, Wiltshire, Inglaterra.

A duplicação do vírus

Muitos de nós percebemos claramente a analogia deste novo crop circle com uma espécie de germe, bactéria ou virus duplicante.
E como estamos debaixo de uma pandemia, certamente que os irmãos maiores não deixariam de enviar mensagens sobre o atual virus que se espalha rapidamente no mundo, o coronavirus ou Covid-19.

No interior do germe-mãe existem 8 círculos, e esses 8 circulos são transferidos para o germe desdobrado, também com 8 círculos internos, e é assim que os virus se duplicam, transmitindo o mesmo código genético para as novas matrizes. Aliás, o número 8, graficamente falando, representa a forma do DMA (helicoidal), e isso é outra referência para o modelo apresentando, que sugere que a pandemia está longe de acabar, isso porque, além de se duplicar, o virus está assumindo mutações, e isso também aparece na imagem do crop circle.
Não somente uma duplicação, mas também um processo de mutação.

E para confirmar, a soma da data do crop circle produz: 2+8+5+2+2 = 19, ou seja, Covid-19

PS: parece haver um nono círculo dentro da figura maior, mas ele não está muito bem formado, precisamos de melhores imagens aqui. Esse nono círculo da matriz pode se tornar parte de outras interpretações, como sugere o número 9 em relação a geração, nascimento.

Pode ser que a transição entre o número 8 (DNA) e 9 (geração) represente exatamente essa mensagem dupla, ou seja, algo que está sendo gerado (9) ou modificado a partir do DNA (8) no caso do Vírus.

A Tartaruga Cósmica

De certo, temos uma criatura biológica representada nesse novo e incomum crop circle.

E os números que eu encontrei, três vezes o número oito em cada parte do objeto, me levaram ao código do Universo que é 888, ou triplicidade infinita, que as religiões representaram nas três faces de Deus, e até a ciência identifica nas forças primárias, nos modelos atômicos, etc.

E o autor quis nos dar uma linda mensagem sobre a Tartaruga cósmica, ou a Tartaruga do mundo, que seria a criatura primordial a comportar o mundo e o universo inteiro, conforme os mitos em comum da Índia, China, e dos povos da America pré-colombiana, paralelos aos mitos da serpente original.

O número 888 na estrutura desta criatura crop circle e a sua aparência estilizada me levaram a essa primeira conclusão.

E se os fundamentos do mundo estão sendo exibidos, isso significa que esses mesmos fundamentos estão passando por profundas transformações.
É a ideia da próxima postagem.
PS: parece haver um nono círculo dentro da figura maior, mas ele não está muito bem formado, precisamos de melhores imagens aqui.

Dois sistemas em choque

Abstraindo um pouco, e como também estamos vivendo os tempos em que o sistema solar e o nosso planeta estão entrando em profundas transformações por causa do novo astro que chega (P 7X, até o presente momento, conforme estudos e observações dos astrônomos), incluindo aqui o conceito da Tartaruga cósmica ou tartaruga do mundo (que representa os sistemas cósmicos em suas formações originais), bem, podemos estar diante de uma representação abstrata de dois sistemas em choque ou aproximação, o menor e o maior.

A forma plástica, líquida e dissolvida do crop circle (como gotas) parece sugerir essa diluição de formas rígidas, essa mútua interferência entre os sistemas que se aproximam, a saber, Sol e Nêmesis.

O código 888 da numeração (8 círculos maiores, 8 círculos menores e 8 tentáculos) falam de forças cósmicas em jogo (a trindade divina).

E como os dois sistemas tem por igual 8 círculos internos, isso representa uma ressonância de equivalência entre eles: e se, no aspecto biológico, o número 8 faz alusão ao DNA transferido aos novos virus duplicados, no aspecto cósmico, o número 8 representa forças universais em jogo, com direção a toda forma de movimento e transformação.

A Tartaruga planetária, sobre a qual nosso mundo repousava, estável, está sendo abalada!

PS: parece haver um nono círculo dentro da figura maior, mas ele não está muito bem formado, precisamos de melhores imagens aqui.

Pode ser que a variação entre o número 8 (cosmos) e 9 (geração) represente exatamente essa mensagem dupla, ou seja, algo que está sendo gerado (9) ou modificado a partir do elemento invasor (8) no caso de Nêmesis.

Interessante notar que 8+9 = 17, e no Taro, 17 é a carta da Estrela, ou o Sinal da estrela no céu…

Um desalinhamento proposital

Um aparente desarranjo numérico na harmonia das formas deste novo e enigmático crop circle surgiu.
O corpo da “criatura” tem 8 pernas, e projeta um “satélite” ou nova forma duplicada, com 8 círculos internos em ordem. A imagem do cosmos brotando do caos (porque os círculos internos da criatura maior estão desalinhados, diferente dos círculos da criatura menor, alinhados).

A simetria numérica desejada (cósmica) seria então 888.
Mas, no interior do corpo maior, temos um nono círculo, mal formado, surgindo.
Na linguagem dos números, esse desalinhamento se torna pontual.

Porque oito representa uma totalidade em equilíbrio: DNA, por exemplo, uma fita em modelo helicoidal (lembra o 8).
Ou o universo das forças cósmicas em equilíbrio no laço que a tudo une.

Enquanto nove sugere algo que está nascendo, se desenvolvendo a partir do oito, algo novo.
No caso do virus, que transfere seu material genético para a nova matriz, isso representa sua duplicação ou mutação.

Porém, o que era caótico e grosseiro se torna harmonioso e ordenado. Todo caos se torna matriz de um novo cosmos.

Nas relações biológicas, pode representar ou a cura da doença ou o fator imunidade sendo adquirido após a contaminação.
Nas relações cósmicas, pode representar o nascimento de uma nova ordem de mundos após um processo de transformação (do caos para o cosmos).

Uma frase parece ilustrar bem tudo isso:
O que não me mata, me torna mais forte”
(Nietzche)

Ou esta:
Depois da tempestade, surge a bonança”

Comunicação estelar?

As nove estrelas de Matariki

Também conhecidas como Plêiades… isso porque, dentro da figura maior, temos 9 círculos dispostos num arranjo que lembra muito uma constelação… as Pleiades.

E embora o mundo ocidental a represente tradicionalmente com sete estrelas, na língua maori, Matariki é o nome do aglomerado de estrelas das Plêiades e também da estação de seu primeiro aumento no final de maio ou no início de junho. Este é um marcador do início do novo ano. Pessoas diferentes comemoram Matariki em momentos diferentes; alguns quando Matariki nasce no final de maio ou início de junho, enquanto outros o observam na primeira lua cheia ou na primeira lua nova após o surgimento de Matariki.

“Matariki é uma versão abreviada de Ngā mata o te ariki ou Tāwhirimātea , ou ‘os olhos do deus Tāwhirimātea’, mas às vezes é incorretamente traduzido como ‘olhinho’. Palavras semelhantes ocorrem na maioria das línguas polinésias, derivadas do proto-polinésio * mataliki , que significa ‘minúsculo, pequeno’; o uso do termo para o aglomerado de Plêiades também é antigo e foi reconstruído no leste da Oceânia.”
Wikipédia

Estamos no final de maio, época em que se comemora a ascensão de Matariki, ou Plêiades, para os povos da Polinésia, latitudes sul, quando começam as festividades.
E como, para eles, Matariki tem 9 estrelas, corresponde exatamente à imagem do crop circle.

E nesse contexto estelar, o que significaria então aquele satélite ou projeção saindo das Plêiades, com 8 círculos ordenados? Que mensagem comporta ao mundo?
Energia das Plêiades chegando? Comunicações de seres avançados aparecendo?

Ps: muitos crops circles já configuraram a constelação das Plêiades (Matariki) no passado.
Esta não seria a primeira vez.

A grande magia dos crops circles está na versatilidade dos símbolos que podem conter muitas interpretações de mensagens paralelas em um único modelo.
Então… o que chega das Plêiades este ano para o mundo?

Frequências musicais das células

Muito se fala sobre a frequência de 528 Hz recentemente descoberta no processo de replicação do DNA.

Este crop circle, além da teoria do coronavírus, lembra um organismo celular (parece um neurônio) que se desdobra em 12 novas matrizes. Um para doze é a sua proporção. Porque vemos uma matriz pronta, como um satélite (com 8 círculos internos em disposição harmônica) e outras onze matrizes prestes a se desdobrar da célula original.

Segundo os profissionais da área, a frequência 528Hz é conhecida como a ‘frequência do amor’, e que foi amplamente utilizada pelos antigos. É utilizada para restaurar o equilíbrio interno, aumentar a consciência e estimular a transformação.
Outra pista que mostra relação entre este crop circle e frequências é o código 3.6.9 de Nikolas Tesla.

Imagine a célula original dentro do círculo amarelo na primeira figura. Ela tem um triângulo interno de círculos maiores. Num segundo nível, um segundo triângulo de círculos médios aparece. E por fim, um terceiro triangulo de círculos pequenos na parte externa, completando a sequência 3.6.9, e a partir desta sequência, as matrizes começam a se duplicar na periferia da célula.

É como se a expansão da célula seguisse a ordem 3.6.9 anunciada por Nikolas Tesla. Os nove círculos internos da imagem maior se organizam simetricamente em sequência 3.6.9.

E aquela proporção 1:12, que ilustra o processo total, também guarda uma relação musical com a escala cromática dos doze tons. E o fato da nova célula apresentar um círculo harmonioso de 8 pontos internos, isso também parece ilustrar uma geração harmônica dentro da célula viva a partir de frequências musicais, porque 8 é o número da oitava musical, além de representar base harmônica (de 2^n) relacionado às escalas.

Os números da formação
Considerando 8 círculos da célula filha, 6 círculos internos maiores na célula mãe e 4 tentáculos de cada lado da mesma célula-mãe, podemos compor o número 864, que é o dobro de 432, ou seja, a afinação natural da música capaz de interagir milagrosamente com toda forma de vida: 432 HZ!

Largamente empregado na musicoterapia moderna. Ah, se você pegar a data do crop circle, 28.05, você pode mudar os números em 528, o valor exato em Hz da frequência da replicação do DNA.

A duplicação celular, seguindo a série matemática de 2^n (mitose) é igualmente musical ao se recriar em 1, 2, 4, 8 16, 32, 64 e assim por diante: essa é a série das oitavas musicais.

Ps: no slide, você confere a diferença vibratória da água submetida aos 440 hz da música oficial e aos 432 hz da música corrigida. A imagem da esquerda, compondo uma geometria muito mais simétrica e perfeita, procede da vibração de 432 hz. Acredito que este crop circle possa estar sugerindo a cura não só do coronavirus, mas de qualquer doença, física e psíquica, pelo poder das ressonâncias certas sob frequências musicais.
E isso é uma verdade inquestionável.

JP em 29.05.2020

A Chave das Frequências

É sempre importante fazer associação entre crops circles em série (numa temporada) para tentar alcançar a mensagem central daquele ano (cada ano, os crops circles desenvolvem uma mensagem central, direcionada em cada objeto que, unido ao outro, vão mostrando a tendência daquele ano).

E observando os dois crops circles iniciais, vemos conexões diretas com a energia do som, música e frequências.
Vejam o Anjo crop circle, do dia 25 de maio (ou antes).
Ele tem um corpo definido por um triângulo, um grande coração no peito e uma cabeça ligada ao coração por um raio.

Esse corpo do Anjo pode formar a letra A (de Anael, Anjo do Amor) cujo nome vale 99 na Cabala (9-9 penas de cada lado das asas). Esse corpo pode formar uma fechadura (centralizada no coração) e um pêndulo oscilando (nas amplitudes marcadas pelas penas das asas) e mesmo um metrônomo, que também é um instrumento oscilador, marcando tempos da música.
Ah sim, uma das artes regidas pelo Anjo do Amor, Anael, é justamente a música, que se torna a flecha encantadora que faz apaixonar os corações.

E podemos também facilmente encontrar a palavra OM no corpo deste Anjo, porque OM é a semente do som cósmico, o mantra-semente que nos coloca em conexão direta e sintonia com a vibração do Universo.

O outro crop circle, que a primeira vista se relaciona com o vírus da atual pandemia mas, à segunda vista, mostra relação entre frequências musicais e duplicação celular, também apresenta esse código da vida: porque está escrito que o Verbo estava no principio e criou todas as coisas, porque o Verbo era Deus.
Vimos os números 432 Hz, 369 (Tesla) e 528 relacionados no segundo crop circle.

Mas observe um padrão.
No crop circle do Anjo, temos 9-9 (99) penas nas asas.
No crop circle da célula, temos 8 novas matrizes e uma célula-filha completa com 8 círculos internos (88)
O denominador comum entre 88 e 99 é 11.

Esse número é surpreendente, e vem sendo usado na forma
11-11 desde os pictogramas de 1990, e sua leitura na ciência do Som é: o Poder da ressonância.

Não diz o ditado: água mole em pedra dura, tanto bate até que fura?
Isso pode ser aplicado na ciência do som do seguinte modo:
vibração contínua sobre a matéria até modificá-la.
O Arcano 11 do Taro fala deste poder, desta força, chamada A Persuasão.
Se você aplicar uma vibração harmônica sobre um corpo material qualquer dentro de certo tempo, você pode modificar essa matéria. Se você exercer os poderes das frequências harmônicas sobre o seu corpo dentro de certo tempo, você pode curar e energizar seu corpo e sua mente.

O pêndulo oscila, o metrônomo oscila, e seu eixo de equilíbrio é o coração, onde pulsa OM, a partícula do Infinito ressoando dentro de nós.
Se o coração é a porta de Deus dentro de nós, e esse coração possui uma fechadura, o Amor é a chave.
E também, frequências musicais certas funcionam como chaves para abrir essa porta e nos remeter à conexão com as Altas Esferas onde Deus exerce Sua Criação por meio do Som, da Palavra e da Harmonia Musical.

A mensagem, portanto, destes dois crops circles, anuncia o poder da música e das frequências como exercício de cura e espiritualização.
Pode ser a chave final que os Irmãos maiores estão entregando para um mundo mergulhado no caos, no ruído das emoções de medo e ausência de amor.
Pode ser a chave final para um contato estabelecido entre eles e os seres humanos que puderem compreender essa música divina e fazer soar dentro do coração.
Onde quer que eles estejam, eles ouvirão essa música.
E virão até nós.

A Árvore da Vida

Outra analogia interessante e menos óbvia, mas igualmente verdadeira, entre o crop circle de 28 de maio e a Árvore da Vida, se apresenta na questão das frequências do Universo.

A Árvore da Vida foi uma forma dos povos antigos representarem o Cosmos, com a Terra na base da Árvore, onde ela fixa suas raízes, e os galhos mais altos tocando os céus, em camadas planetárias (e cada uma tinha uma música, uma frequência-chave, daí o título Música das Esferas dado por Pitágoras a essa engrenagem dos mundos).

Pois bem, a primeira analogia aparece: existem nove círculos dentro da “copa da árvore” do crop circle, o mesmo número de sefirotes, éons, camadas ou dimensões planetárias da Árvore da Vida, e o diagrama dos cabalistas é o mais preciso de todos.
Repare como os nove Eons da Árvore da Vida se organizam em três triângulos, de baixo para cima, exatamente como os “frutos” do crop circle foram dispostos em três triângulos, ligando os frutos de mesmo tamanho: 3,6,9 e chave suprema do Universo, segundo Nikolas Tesla, aparece na Árvore da Vida do modelo da Cabala.

Todos os povos antigos falavam dessa Árvore como ponte de ligação entre a Terra e o céu, cumprindo o mesmo papel da Pirâmide, da Torre, da Escadaria ou da ponte de Arco-Íris e seus sete tons da escala natural cromática.
A chave da analogia aparece: a escadaria de ascensão aos céus ou dimensões superiores são frequências.

Outro detalhe fundamental: a raiz da Árvore tem (no crop circle) um círculo perfeito de oito pontos.
Oito é um número que dispensa comentários em relação ao seu poder e prosperidade. Não foi chamado a toa de Número do Infinito (o laço que tudo une): a música, o Som e as vibrações são esse laço que tudo unem no Universo.
E nós estamos unidos ao Cosmos por causa de frequências ressonantes em cadeias de ligação.

Oito é a base do DNA: por que as moléculas assumem a forma de Oito (8) nas cadeias helicoidais?
Oito está presente nos átomos, e de acordo com a Regra do Octeto, a camada de valência atômica precisa de oito elétrons para se estabilizar.
Oito é dois elevado a terceira potência (a base binária da numeração).
Oito é o número que, na cosmologia taoista do antigo Oriente, define o mapa do Universo, os oito elementos na grande roda do I Ching, composto por 64 hexagramas em combinações diferentes entre os oito elementos.
Uma escala natural completa tem sete tons mais a oitava do tom inicial.
Oitavas regem a mudança de escala das frequências da música… e de todo o Universo.

Segundo Pitágoras (e essa ideia foi explorada pelo astrônomo Kepler), cada órbita planetária tinha sua música, sua vibração fundamental, e quando os planetas marchavam em suas órbitas, interagiam suas notas uns com os outros, criando assim a Música das Esferas nesse movimento, e essa Música sempre variava conforme a mudança de posição dos astros.

Entende por que a raiz da Árvore da Vida tem oito círculos em completa harmonia?
Sendo 8 é a chave da música, e 3 é a chave da Criação, a chave secreta desta combinação é 888.
A frequência das estrelas.
Que cada um explore bem o Segredo do Universo.
E faça vibrar a Árvore da Vida em si mesmo.
E subirá em seus galhos até alcançar os frutos da Árvore da Vida, os quais, conforme o Apocalipse 22, dão vida eterna. E suas folhas curam as nações…

Tudo é Número, disse Pitágoras.
E quando o número vibra, ele canta.
E se torna Música.
A Música da Vida.

JP em 30.05.2020

O Segredo do Nascimento dos Filhos de Deus
Códigos da Vida

Muitos pesquisadores não sabem interpretar os crops circles em conjunto, e por isso, perdem suas principais e mais profundas e preciosas mensagens.

Por exemplo, os dois primeiros crops circles da temporada 2020 repetiram um padrão notável: 9-9
O Anjo tem 9 penas em cada asa, e a célula, tem 9 círculos internos, e 9 satélites formados internos.
A célula se desdobrando passa uma ideia de energia vital, da mesma forma que o grande coração no peito do Anjo, e essa energia vital foi representada da mesma maneira em ambos os crops circles pela senha 9-9.

Já fiz muitos comentários e apontamentos anteriores, mas gostaria de finalizar as análises sobre estes dois crops circles conjugados nesse ponto.

No crop circle da célula se desdobrando (virus ou não virus), além do número 9-9, vemos o padrão 144 na distribuição dos tentáculos da célula: 4 à direita, 4 à esquerda e 1 projetado a frente.

No total, são doze células saindo da matriz, mas totalmente formadas, como satélites projetados, são nove células.
E numa delas, aquela que foi destacada, um círculo perfeito com 8 pontos.
Por que oito? Yang-Yin, Sol e Lua, a vida é o resultado do binário corpo-alma, matéria e energia, etc.
Muito poderia se falar sobre este conceito.

Mas, com a ferramenta da Cabala, desvendamos novos códigos da vida nestes crops circles.

No hebraico, VIDA se escreve ChI, lendo-se Hai.
E esta palavra, Chai ou Hai, vale exatamente 18 (9+9)!
E se escreve com a oitava letra, Ch (Chet) que significa “laço”.
A Vida é a resultante final do laço entre todas as coisas criadas por Deus.

Considere aquelas nove células-filhas se projetando da célula-matriz.
Se uma delas tem esse código oito interno (Vida), as outras terão também.
Se todas as nove células tem oito pontos vitais dentro, então: 9×8 = 72.
Um número familiar na Cabala. Número do Pentagrama, da Luz, da ordem dos 72 gênios das nove camadas celestes.
Filhos de Deus. Os 144 mil assinalados: 72+72 = 144.
Como nascem afinal os filhos de Deus?
Disse João, no capítulo 1 do seu magnífico evangelho:
“Eles não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus”
(subentendendo aqui, Deus, na forma criadora de sua Palavra ou Verbo – o Som)
E voltamos ao ponto das vibrações, frequências, palavra consciente que cria.

O sexo é mero veículo biológico, o que está por trás dele é a palavra criadora que anima as células, todas elas, a se unirem, a se desdobrarem em série numérica (2^n).
Reunindo as duas imagens, o Anjo (Filho de Deus) e a célula viva se desdobrando, temos um conceito singular:
“O Segredo do Nascimento dos Filhos de Deus”.
E esse segredo está contido na Palavra criadora impelida por vibrações especiais, musicais.

Lembrando o que eu disse em outros comentários sobre a nota fundamental Ré, relacionada ao planeta Mercúrio, presente na série numérica, em Hertz: 9, 18, 36, 72, 144 … (9.2^n), com números que aparecem nestes crops circles (9, 18, 72, 144).
Aliás, números padronizados em muitos crops circles.
Mercúrio é o raio da Alquimia mental, e está profundamente envolvido nos processos herméticos que lidam com energias do corpo e da mente capazes de nos direcionar a segundo nascimento.

O Yang Yin é o símbolo oriental que equivale ao segredo do caduceu de Mercúrio na cultura ocidental antiga.

Além daquela frequência oculta que brota na porta da alma, que não está no coração, mas na cabeça, envolvida por um corpo orgânico chamado Epífise, ou glândula pineal.

Mas o código elementar está no número 9:
Ele nos fala dos tempos de gestação e nascimento.
Ele nos fala da lua, dos fluxos lunares influenciando toda a biologia planetária.
Ele nos fala do segundo nascimento.
No Taro, ele é chamado O Eremita, o Iniciado.
Nove lunar ressonando nas células dentro do ventre materno, assumindo poder de duplicação.
Nove lunar ressonando em cada célula do nosso corpo físico formado, mantendo a vida que foi concebida e gerada no ventre materno.
Os cientistas cortaram, furaram e perfuraram, dissecaram toda célula, corpo e vida e não sabem até hoje dizer donde vem a vida que impele as células na matemática da sua reprodução. A vida vem do Som do Espírito.

Uma curiosidade celular associada ao nove:

Os microtúbulos são estruturas celulares formadas por uma proteína denominada tubulina. São ocos, cilíndricos, longos e delgados (firmes). Estes formam os centríolos, compostos por 27 microtúbulos, que são distribuídos em nove fileiras, com três microtúbulos cada uma, denominadas trincas. São responsáveis por várias funções de importância dentro das células… ou seja, 3×9 = 27 microtúbulos, fundamentais para a célula… quem disse que não encontramos matemática regular na vida?

E interessa saber que, se o crop circle celular apareceu em 28 de maio, o eclipse lunar de 5 de junho vai acontecer no nono (9°) dia a contar da data do crop circle.
Tudo parece encadeado num grande mapa de informações complexas.
E tudo está apontando para o nascimento dos Filhos de Deus.
Porque nunca começamos uma temporada com a imagem nobre de um Anjo.
E o que é um Anjo, senão que um humano ser renascido, pelo poder da Palavra transformado em Filho de Deus?

Ps: estou atento aos próximos crops circles marcando esse mesmo padrão verificado.

JP em 31.05.2020

Covid 19 no crop circle… só isso?
E o resto?

Alguns estudiosos dos crops circles pegaram essa imagem do crop circle de 28 de Maio, na Inglaterra, e disseram

que ela quer falar só do coronavirus.
Sabemos, assim que vimos, que o design do crop circle lembrava uma forma celular, virótica ou algo do tipo.
Mas é só isso a interpretação?
E todo o resto?
Primeiro, temos várias dessas imagens simbólicas da Covid-19 na mídia, e todas elas com diferenças entre si, e

nenhuma idêntica, apenas parecida com o crop circle.
Segundo: e os números envolvidos na formação?
E o satélite com 8 pontos circulares perfeitos dentro dele?
E os tentáculos em número de 9, iguais aos círculos internos da célula?
E os 9 círculos internos da célula, em disposição triangular harmônica 3-6-9, conforme os apontamentos de Nikola

Tesla sobre estes números e a chave do Universo e suas frequências e matrizes?
E esses números precisos, e seu formato, seus tentáculos, o conjunto individual e único da imagem que não aparece

em nenhum símbolo da mídia para a covid-19?
Qual o significado, além do fato destes mesmos números aparecerem no crop circle do Anjo, dias antes dele?
(***)
Assim, fica fácil interpretar crops circles, na superfície do seu conteúdo.
E eu não tomo os alienígenas com uma inteligência de abordagem tão superficial e simplista assim.
Mas estes auto-declarados peritos explicam apenas a ponta visível do iceberg e trilham caminhos óbvios, mas o resto não interpretado, todo o resto, que é sua maior parte, apenas fingem que não viram…

JP em 31.05.2020

Comentários
Compartilhar