PAZ e BEM

É tudo o que se tem!

Hoje, visitei o Templo Astral mais uma vez.

A saber, cada estrela possui um templo astral da cristandade legítima, e Vênus é o tabernáculo do céu mencionado no Apocalipse, aquele onde o capítulo 11 revela estar a Arca da Aliança (para lá ela foi levada por venusianos há séculos, e em vão os caçadores de relíquias procuram por ela em Jerusalém e outros lugares).

A saber, em Vênus, na parte espiritual (astral-quinta dimensão) do planeta, a Fraternidade Branca tem se reunido com urgência, para completar o número daqueles 144 mil quando a colheita for finalizada na Terra.

Quando Jesus disse:
“Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim, Eu sou a estrela resplandecente da Manhã (Vênus)”

anunciou que sua Igreja nunca foi deste mundo, e nos deu uma localização precisa, Vênus, na parte astral.
E muitas almas sobem para lá, todas as noites, sem mesmo lembrar coisa alguma. Sonhos com Igrejas, templos, escolas e grandes grupos reunidos, podem estar refletindo passagens da grande reunião espiritual para muitos que são levados de suas camas para estes planos.

E hoje, naquele templo, muita gente reunida, eu vi o Grande Sacerdote do lugar se levantar e formar a cruz com os braços abertos e repetir várias vezes aquela famosa saudação franciscana:

PAZ E BEM
(no latim, Pax et Bonum).

Essa era a saudação que Francisco usava em suas missões, saudando a cada ser que encontrava do mesmo modo:
Paz e Bem!

E nisso se baseou em diversas passagens dos Evangelhos, conforme o costume dos primeiros cristãos.

O próprio Jesus Cristo, assim que ressuscitou, saudou os discípulos reunidos e escondidos a sua espera, com a citação: “A Paz seja convosco!” (João 20)

Ao termo Paz, Francisco acrescentou “Bem”.
Porque Paz e Bem, é tudo o que se tem!

A Paz interior é a base para a verdadeira espiritualidade.
Com paz no coração, seremos construtores da paz em nosso mundo, no círculo das nossas influências.
Os pecados são os ladrões da paz por atirarem a alma em conflito.
Quem vive em conflito, não pode ter paz interior.
A paz interior vem de um coração sem conflitos, sem culpas, sem crises. E se você não tem paz interior, não poderá esperar paz do lado de fora, pois irá atrair conflitos externos na mesma medida.

A Paz interior é o maior tesouro que um coração pode aspirar, e se ela existe, é porque a alma está unida verdadeiramente a Deus, sem rupturas, bloqueios ou elementos psicológicos que criem separações entre o ser e a fonte da paz interior.

Vemos tanta gente rica por ai que não possui paz interior, usando suas fortunas para cair no mundo das drogas, orgias e vidas repletas de extravagâncias e abusos, como que procurando preencher o vazio de suas almas mas, no final, essas coisas só lhes trarão dor e mais conflito.
E por outro lado, quantas pessoas pobres mas que tem um coração rico, pacífico, e pessoas comuns que fazem da caridade o seu estilo de vida e o seu bem maior?

E o Bem?
Qual é o Bem maior dessa Vida?
Já diria o místico inspirado que o maior Bem da Vida é obedecer a Deus.
Porque disso deriva todo o Bem que podemos aspirar.
E ensinar isso é todo o Bem que podemos oferecer aos demais.

Fazer e praticar a caridade é um grande bem, que Francisco sempre praticou.
Mas ensinar aos homens que a fonte da prosperidade e abundância reais está na obediência ao Criador, este é o bem supremo que podemos possuir e, ao mesmo tempo, entregar aos demais!

Então, trazer a paz interior que somente a presença de Deus no coração pode nos dar, e oferecer este ensinamento simples a todos, que o Bem maior está em obedecer a Vontade do Pai, tanto na Terra como no céu, sintetizam a obra missionária de Francisco de Assis, cujo estilo foi preservado naquele Templo do céu.

Aliás, o símbolo do TAU que Francisco usava era um símbolo venusiano modificado. Então, sabemos donde veio sua inspiração mística, afinal!

E essa citação, Paz e Bem, foi evocada com muita força nesta manhã, lá nos espaços imaculados da Igreja que existe no Tabernáculo do céu, Vênus, anunciando que a grande reforma franciscana ainda prossegue na Terra, mesmo neste fim de ciclo.

Porque Francisco lutou abertamente contra o materialismo instalado na Igreja Católica, coisa que não mudou muito em nossos dias. Pelo contrário, só aumentou em todos os segmentos pseudo-religiosos.

Francisco recebeu a ordem de restaurar o sentido e o propósito da Igreja do próprio Jesus Cristo, que lhe disse em visão:

“Francisco, não vê que a minha casa está em ruínas?
Vai e a restaura para mim!”

E desde então, Francisco fez dessa Paz interior o seu alvo, e desse Bem maior, a obediência a Deus, o seu ensinamento a todos os povos.

“Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;
Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.
Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.”

Mateus 6:19-21

PAX
ET
BONUM

JP em 30.08.2020

Comentários
Compartilhar