EspiritualidadeMistérios

O nascimento de um novo ídolo pagão

Entre o Cristo que morreu na cruz para salvar a nossa alma e o Cristo pagão das igrejas corrompidas que morreu na cruz para satisfazer desejos materialistas, ha uma enorme diferença.

As Igrejas materialistas estão transformando Jesus Cristo num novo ídolo pagão, que nada tem a ver com o Jesus Cristo original, pervertendo todos os seus ensinamentos para satisfazer as necessidades de seu ego materialista e cheio de cobiça, que quer viver pleno materialismo na Terra e todo tipo de prazer sem restrição e, depois, ainda ir para o Paraíso voando de primeira classe.

Eles não entendem aquela sentença de Jesus:
“Aquele que quiser vir depois de mim,
que negue a si mesmo,
carregue a sua cruz
e me siga!”

Sacrifício não entra na agenda dos seguidores do Cristo pagão do materialismo místico da era moderna.
Atacam todas as religiões por seus ídolos pagãos mas lentamente estão modificando Cristo para um novo ídolo pagão, que satisfaz todo o seu infame materialismo.
O Cristo que eles pregam e seguem não é o Cristo que veio ao mundo e ensinou as leis da caridade, da renúncia e sacrifício.
Assim se constrói um ídolo pagão.

Entre numa religião, modifique seus ensinamentos e associe outros atributos à divindade tutelar, atributos que não correspondem à doutrina original, mas sim, aos desejos do ego modificando a Verdade de acordo com suas mentiras pessoais convenientes.
Jesus retorna, é certo.

Mas muitos estarão esperando por um falso Cristo que nunca retornará.
Porque é apenas um ídolo de suas ilusões de consumo e do seu misticismo adulterado.
Os ídolos pagãos foram, todos eles, fabricados por mentes desviadas da Verdade original, em todas as doutrinas que brilharam nesse mundo na voz dos seus mensageiros encarnados.

Por essa razão é que eu entendo o desapontamento de muitos com o Cristianismo.
Mas se soubermos separar as coisas, não perderemos a fé no verdadeiro Cristo, porque nem Ele reconhecerá todos os hipócritas que lucram e comercializam em seu sagrado Nome.

Jesus Cristo morreu na Cruz para salvar a nossa alma, e não para garantir o seu carro novo, sua casa etc.
Ele mesmo declara renúncia às riquezas todo o tempo, fazendo expressos votos de pobreza.
Mas alguns sempre pulam essas passagens da Bìblia…

“De que vale alguém ganhar o mundo inteiro se ele vier a perder a sua alma”?

JP em 28.12.2020

Comentários
Botão Voltar ao topo