Novos monolitos aparecem no mundo. Uma mensagem aberta ao mundo ou uma piada humana?

Após a recente descoberta e o desaparecimento de duas estruturas metálicas enigmáticas, um outro monólito metálico foi encontrado na quarta-feira (2) no topo de uma montanha no estado da Califórnia, EUA.

Segundo relata jornal local, o monumento surgiu na manhã daquele dia no cume da Pine Mountain, perto da pequena cidade de Atascadero, e as pessoas que passavam por lá aproveitaram para tirar fotografias do objeto.

O obelisco de três lados é aparentemente feito de aço inoxidável e tem três metros de altura e 45 centímetros de largura. Cada canto do objeto foi soldado, com os rebites fixando os painéis laterais a uma provável estrutura de aço no interior.

Ainda não se sabe quem ou o que colocou esta estrutura no topo da montanha, no entanto, o local já se tornou uma atração turística, com dezenas de pessoas tirando fotos e postando nas mídias sociais.

Segundo informa o jornal, as autoridades locais já têm conhecimento sobre o monólito instalado na montanha, mas não possuem outras informações sobre o obelisco.

Depois do desaparecimento do primeiro monólito na passada sexta-feira (27), que surgiu no estado de Utah, EUA, e um outro semelhante que apareceu na Romênia, a estrutura californiana continua sendo o único objeto deste tipo, pelo menos por agora.

O monolito do Peru, ainda sem cobertura de notícias:

Primeiro, ele apareceu em Utah, nos USA, rústico, com rebites. E sumiu, misteriosamente.
Alguns dias depois, outra peça similar (prisma triangular metálico) apareceu na Romênia, no alto de uma colina. E rapidamente sumiu em seguida.

Agora, um terceiro e um quarto monolitos similares aparecem, na Califórnia USA e no Peru.

E um padrão não somente em relação a aparência e estrutura do objeto (um prisma tetraédrico de metal), mas também a esse comportamento de surgir e desaparecer pouco tempo depois, sem registro de atividade humana envolvida tanto na colocação como na retirada da peça.

Uma bem elaborada brincadeira humana em partes separadas do mundo ou uma mensagem aberta sobre o teletransporte (que realmente se relaciona com a matemática dimensional dos prismas tetraédricos, como já expus aqui neste e nos anos anteriores?

O Mistério dos monolitos pelo mundo – o prisma triangular

Leia também  Decodificando o primeiro monolito na Índia

O modelo matemático e geométrico do teletransporte dimensional contido no Prisma triangular (o formato dos monolitos)

Golpe publicitário para um novo filme?
É o que 99.999% das pessoas acham. Uma jogada de marketing.

Mas eu evito sempre pensar o óbvio, e fico tentando entender algo mais.
Principalmente porque, desde 2018 e 2019, elaborei estudos (baseado em experiências astrais recebidas) com base na geometria do teletransporte dimensional contida no tetraedro e no prisma triangular.
Exatamente a geometria dos tais monolitos.

Muitos apenas julgam a partir do material do objeto, da sua constituição rudimentar, e associam tudo a humanos.
Porém, poucos estão tentando avaliar a mensagem da geometria envolvida.
E da “brincadeira” de fazer a peça se MOVER pelo mundo.

Tal como sugere o teletransporte dimensional.

Quando um objeto material é transportado, ele não é desintegrado para ser reintegrado depois, como pensam alguns, ele é apenas relocado em novas coordenadas dimensionais, no caso, as coordenadas dimensionais da quarta dimensão totalmente relacionadas com a geometria e matemática do tetraedro e do prisma triangular.

Até o fato da maioria deles aparecer no alto de colinas corrobora com essa mensagem de ascensão, de levitação, teleportação e, talvez, arrebatamento implícito (o que não está longe de acontecer, em vista do próprio mundo atual – só não estou certo sobre o monolito de UTAH, mas todos os outros apareceram no topo de colinas)

Eu acho cedo demais para emitir certezas, e apesar dos deboches em larga escala… eu ainda prefiro esperar um pouco mais para ter certezas.
Eu nunca dou risada antes da hora.
Sempre prefiro esperar.

Até porque o agroglifo torto do Brasil previu terremotos com precisão depois de seu surgimento.
E todo mundo, vendo o agroglifo torto, julgou que era obra humana só por sua aparência, apesar dos relatos locais não registrarem em tempo algum atividade humana na região.

Leia também  EUA tornarão públicas descobertas sobre OVNIs

Mas a humanidade sempre julga depressa demais.

E só pela aparência.
Podem estar usando monolitos tortos para mensagens certas.
E de repente, no meio dos monolitos tortos, exista algum monolito real que a generalização e o deboche não estão considerando…

Monolitos, o atual mistério

De duas, uma:

Obra humana, pegadinha, piada global, marketing, etc ou
Códigos alienígenas enviados ao mundo.

Qualquer uma das duas situações me deixará perplexo.
Se for mensagem alienígena, perplexo pela sofisticação do seu conteúdo que poucos ainda notaram.
Mas se for obra humana, uma pegadinha global promovida por interesses de marketing ou pura diversão, isso também vai me deixar perplexo em relação a atual capacidade humana de enganar, zombar do povo e se divertir com isso.

Ambas as situações tipificando mesmo um ciclo que chega ao seu fim e necessita de urgente renovação.

Observação:
Tivemos também um monolito no Peru, e no país vizinho, Bolívia, na cidade de Tiahuanaco, existem muitas imagens do deus Viracocha em forma de monolitos.
Talvez isso faça parte da mensagem global destes objetos.
Um código de ascensão.

JP em 03.12.2020

Modelos de estudos anteriores baseados no prisma triangular e chaves de teletransporte

Comentários
Compartilhar