A Pandemia não é obra do acaso

Coisa alguma é obra do acaso.
Tudo é uma combinação entre Lei de Atração e Lei de Causa e Efeito, ou KARMA.

Na minha visão, a atual pandemia é mais um programa de seleção natural diante das superpopulações planetárias, porque esses programas sempre existiram da parte da Natureza controlando populações animais.
Por que a Natureza não faria o mesmo com seres humanos, sabendo nós que o virus atual é altamente seletivo, abatendo somente os mais fracos e idosos?

Essa é a lei da natureza, e é besteira ficar inventando teorias conspiratórias sobre guerras biológicas em curso. É manifestar ignorância sobre os caminhos da Natureza inteligente que sempre tentará manter o equilíbrio de seus números.

Mas, vendo por outro lado, como nada é por acaso nesse Universo Inteligente, e tudo sempre tem um propósito oculto, eis que a Pandemia atual, obrigando o mundo inteiro a um estado de quarentena por tempo indeterminado, apanhado de surpresa, como refém de um inimigo invisível que está derrubando tudo, política e economia, até religião e crenças (muita gente não acreditando no que está acontecendo, achando que sua religião pessoal falhou, seus Aliens protetores falharam etc), eu direi que propósito oculto é esse.

O Isolamento social obrigatório, um toque de recolher em todas as grandes (e pequenas) cidades, forçando as pessoas ao recolhimento mesmo contra a sua vontade, induzindo-as a períodos de maior isolamento, propícios para uma maior reflexão sobre tudo o que está acontecendo, um momento onde poucos, infelizmente, tem buscado uma reaproximação com o lado espiritual da vida, já que a grande maioria está apenas transferindo para a casa todas as mundanidades que puder, e aquelas atividades que fazia em sua vida social… continuando estas pessoas com a mesma raiz espiritual fraca e despreparada para o que virá DEPOIS da pandemia.

Leia também  Expandindo o segredo da "Estrela de Belém" na Noite de Natal

Porque o seu nível de vida interior é ZERO, o que explica tanta gente com depressão, pânico e desânimo diante de tudo isso.

Mas para quem tem vida interior, o isolamento sempre foi uma arma a serviço do auto-conhecimento, cuja estrada sempre foi solitária, passando bem longe da estrada da manada mantida pelo pão e circo nosso de cada dia.

O Criador de toda vida tem poder para destruir toda vida.
Deus de Amor é um Deus cheio de sabedoria. A Vida é apenas um veículo do espírito, a consciência é outro.

E quando a vida cai inconsciente num mundo, e quando a vida cai completamente contaminada pelo materialismo, pelo desamor, pela mentira, pelos defeitos da natureza humana, o vírus que veio da China é o que menos importa.
Na verdade, qualquer vírus ou qualquer catástrofe que possa resgatar o ser humano de sua dormência espiritual, sentidos fossilizados no materialismo, será medida BOA, ainda que achemos tudo muito ruim.

O recado é: quem realmente se tocou sobre a gravidade do momento, não perca mais tempo.
E invista todas as suas energias no cultivo da vida interior, vida que precisa ser consciente para assumir as duas medidas do espírito, porque essa pandemia é apenas um aviso de algo muito maior que virá DEPOIS.

E quando virá, todos saberão.
Quem continuar insistindo em dormir diante de tudo isso, levando para casa as distrações de Babilônia em quarentena e isolamento la fora, será como árvore sem raiz forte diante da nova tempestade.
Que o mundo vá se acostumando. Porque o mundo nunca mais voltará ao normal.
Pelo que consta nos registros do KARMA global, serão tempestades sem aviso cada vez piores.

Leia também  O Verdadeiro código Da Vinci muito além de Maria Madalena - parte 9 - o Santo Graal

Aquela história toda de FIM de CICLO da Humanidade que ninguém vinha levando muito a sério, sabe?

Até o dia em que um vírus resolveu mudar a História da civilização para sempre, deixando todas as instituições da Terra, políticas, científicas, econômicas e religiosas, prostradas no chão.

Porque Maior é Deus.
O homem nada sabe, nada vê e ainda nada entende sobre o que veio e o que virá.
Mas adora arrotar auto-suficiência baseado em sua parca ciência e impotente tecnologia, tal como arrotou nos últimos dias de Pompéia ou de Atlântida, minutos antes de sua extinção.
O que mata o homem é o seu excesso.
E o que o faz tropeçar na própria cegueira e cair, o seu orgulho.

“Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”
Isaías 55: 6

Algo muito maior que a Pandemia está chegando.
A Pandemia e só uma leve brisa…

JP em 08.04.2020

Comentários
Compartilhar