A Cosmoterapia

Muito se escreve atualmente sobre a Cosmoterapia, ou a terapia de realinhamento com o Universo em equilíbrio.
Não faltam terapias, terapeutas e leituras sobre o tema.
Aqui, apresento o meu conhecimento sobre o assunto, e que tem muita relação com a proposta da página e blog, porque ESTAR NO COSMOS é uma terapia, ou melhor, é a suprema terapia definitiva para tudo!

Cosmo ou cosmos (do grego antigo κόσμος, transl. kósmos, “ordem”, “organização”, “beleza”, “harmonia”) é um termo que designa o universo em seu conjunto, toda a estrutura universal em sua totalidade, desde o microcosmo ao macrocosmo.

O cosmo é a totalidade de todas as coisas deste Universo ordenado, desde as estrelas, até as partículas subatômicas. Pode ser estudado na Cosmologia.

O astrônomo Carl Sagan define o termo cosmos como sendo “tudo o que já foi, tudo o que é e tudo que será”.

O filósofo grego Pitágoras foi o primeiro a utilizar o termo “cosmos” para referenciar o Universo, talvez querendo se referir ao firmamento de estrelas.
Wikipédia

A geometria sagrada, desde a antiguidade, estabelecia relação entre os cinco elementos e os cinco sólidos platônicos, todos eles planificados na matriz da geometria, o Cubo de Metatron.
O tetraedro representa o fogo, o cubo ou hexaedro, a terra.
O octaedro representa o ar, e o icosaedro, a água.
Por fim, o Dodecaedro, símbolo do Cosmos, representa o éter, o quinto elemento, quando todas as coisas encontram seu equilíbio final no espaço da Criação.

Um sexto sólido perfeito, a Esfera, representaria Deus, o Criador, o Primeiro Movimento sobre os cinco, o elemento da Palavra, a Perfeição, a resolução, a origem e o fim de tudo.

Os 5 sólidos adaptados na Árvore da Vida

Em termos práticos e aplicáveis na terapia, o realinhamento do EU com o TODO, do homem com Deus, do interno com o externo, e do indivíduo com o coletivo (Um com o Infinito) são os caminhos dessa ciência.

Não basta dizer: Tudo está dentro do Homem!
O início da obra está dentro de nós, mas o fim da obra será completado pelo que está fora de nós.
E assim, o circulo se fecha, a serpente morde a cauda, e o que está dentro se torna igual (e ressonante!) com o que está fora.

Esta é a chave da cosmoterapia: o que está dentro se torna igual e ressonante com o que está fora, e se ressoam, é por que os dois sistemas, interno e externo, encontraram semelhança!

Por exemplo, alguém pode gozar de excelente saúde física e mental, e no entanto, estar submetido a um ambiente totalmente desfavorável, stressante, poluído, contaminado, que comprometa o ar respirável, a água e o alimento, bem como as relações com pessoas e elementos do ambiente “pesado”. Pode ter certeza que essa pessoa saudável adoecerá em pouco tempo.

Por outro lado, vejamos a inversa desta sentença. Alguém se encontra num ambiente perfeito, equilibrado e limpo, com excelentes fontes de ar, água e alimento, além de relações e energias equilibradas. Porém, essa pessoa sofre de graves problemas psicológicos e emocionais que o ambiente, por mais perfeito que seja, por si só não restaura.
E essa pessoa continuará enferma.

A cosmoterapia é o esforço em se procurar alinhar os dois estados da realidade existencial, o estado interno e o estado externo, em níveis adequados de correspondência tal que o poder do externo se conecte e nutra o poder germinal interno, da mesma forma que o Sol nutre as sementes que vão despertar na parte interna da terra, transformando-as em árvores, pelo próprio esforço das sementes amparadas pelo cosmos em cada etapa de sua transformação.

E se existe um valor matemático que expresse tudo isso, esse valor tão bem conhecido é a proporção áurea da vida, existente em toda a Natureza, no céu, nos seres vivos e no homem.

Dado pela sequência de Fibonacci e pelos valores do Pentagrama, esse número sempre foi associado ao homem como chave de iluminação e edificação de consciência cósmica.

Leonardo da Vinci celebrou esse padrão numérico e natural em muitas de suas obras, e a mais famosa delas é o Homem Vitruviano, a imagem do Homem cósmico, que reintegrou o Eu ao Todo, assumindo perfeição.

Esse número, proporção ou medida, por si só, é fator de cura por ser fator de realinhamento entre os elementos externos e a psique interna desalinhada.

A cosmoterapia reúne todas as terapias, todas as curas e medidas, e se aplica sobre dois fatores: a arte de explorar todos os potenciais do Ser, físicos e psíquicos (Auto-conhecimento) e a arte de encontrar todas as conexões possíveis e disponíveis ao trabalho de exercitamento com os potenciais do ambiente (Natureza), de modo que a definição UNIVERSO salta para uma definição melhor, COSMOS, porque Cosmos significa o Universo consciente, ou o Universo do qual o UM passou a tomar parte ativa, conscientemente, e o Universo também se faz consciente desse UM que Ele mesmo reintegra a sua Pluralidade.

Então, a Unidade se tornará Cosmos de beleza, harmonia e perfeição não só por ela mesma, mas pelo fato desta unidade ter se integrado com o Todo que a gerou, mas não a tornou consciente de forma mecânica, senão que isso só pode acontecer quando o homem trabalha pelo despertar.

Deus criou o homem, mas o homem precisa recriar-se em Deus.

Tudo o que o Universo pode fazer é nos enviar convites para essa jornada.
Que começa no primeiro passo da estrada do Auto-conhecimento!

E a cosmoterapia será a ação ou efeito de você ser você mesmo em seu Novo EU por inteiro reconectado ao TODO.
Porque o Todo não estaria completo sem você.
E nem poderia ser chamado de Cosmos…

JP em 12.08.2020

Comentários
Compartilhar