Um crop circle retoma sua mensagem, 24 anos depois: um sinal virá das estrelas!

Em tópicos anteriores, fiz a leitura 888 das estrelas em um caráter místico de energia crística ligado à cabala do número 888 e da simbologia associada a estrela relacionada ao número 8, oito vértices ou pontas como eram representadas as estrelas na antiguidade, além de o céu das estrelas fixas ser marcado no oitavo andar do Cosmos, aquela Árvore da Vida ou Sefirótica com nove níveis, e o oitavo relativo ás estrelas.

Neste tópico, desejo fazer uma leitura mais “astronômica” desse importante crop circle da Polônia, registrado no dia 18 de julho último.

Polônia,, meio de julho 2020

Porque esse crop circle é um vórtice que parece eclodir energias na forma de sinais, sinais que podem estar falando desde telecomunicações inteligentes do espaço distante via frequencias, ou até de sinais de estrelas explodindo, raio X e supernovas brilhando no céu de amanhã… talvez 2021!
E por que?

Windmill Hill 29.07.1996 UK

Por causa da comparação com o crop circle de 24 anos atrás, em 1996, com o mesmo design mas o vórtice “girando” ao contrário.

Antes deste, um primeiro vórtice apareceu no sítio de Stonehenge, o que confirma a relação com sinal das estrelas (já que o referido monumento era, além de templo ritual, um observatório astronômico alinhado com direções importantes do céu).

Apareceu no dia 7 de julho de 1996, dia do alinhamento anual Sol-Sirius no Zodíaco.

Stonehenge, 7 julho 1996 e o fractal do conjunto de Julia

Na verdade, em 1996, apareceu primeiramente um magnífico crop circle reproduzindo a conhecida série fractal Julia, ou Conjunto de Júlia:

No contexto de dinâmica complexa, um tópico da matemática, o conjunto de Julia e o conjunto de Fatou são dois conjuntos complementares definidos por uma função. Informalmente, o conjunto de Fatou de uma função consiste nos valores com a propriedade de que todos os valores próximos comportam-se de forma similar por iterações repetidas, e o conjunto de Julia consiste dos valores tais que uma perturbação arbitrariamente pequena pode causar mudanças drásticas na sequência de valores iterados da função. Assim, o comportamento da função do conjunto de Fatou é dito ‘regular’, enquanto no conjunto de Julia ele é ‘caótico’.
Wikipédia

Modelo do Conjunto de Julia

Os gráficos obtidos destas funções são o que chamamos de amostras de geometria fractal.
Crops circles definidos por padrões matemáticos complexos!

Em 1996, dois modelos deste tipo apareceram, o primeiro, com uma espiral, em 7 em julho, diante do monumento de Stonehenge, e o segundo, no dia 29 de julho, com três braços de espiral, 22 dias depois (11-11), cujo padrão repetiu-se no atual crop circle da Polônia, meio de julho, 2020, 24 anos depois.

O modelo de 7 de julho de 1996 tem uma espiral com 34 círculos em progressão e regressão geométrica (de tamanhos) desembocando no círculo central 35 (soma 8).
Existem subníveis laterais, alternando sequências de pontos também em progressão aritmética de uma unidade, séries laterais de 1, 2, 3 círculos menores, compondo então a forma final do crop circle.

O total de pontos círculares de cada lado da espiral central, em sub-séries de 1, 2, 3 círculos menores, soma exatamente 56, o que, lado a lado, reproduz 56-56, e somando, 11-11.

Por alguma razão misteriosa, um único ponto circular foi inserido a mais nos braços externos da espiral (a única série de 4 círculos laterais) quebrando a harmonia total. Uma espécie de erro proposital que nos leva a outra direção de interpretação.

Vamos aos números totais.
São 34+1 = 35 círculos da espiral central, mais 56 e 56 laterais, ou seja,
S = 35+112 = 147
Somando aquele circulo extra, S+1 = 148, temos a resposta sobre o “erro proposital”.
Porque 148 soma 13, e treze é a transformação da matéria relacionada à própria definição de CAOS do conjunto Julia.
A matéria em transformação, desintegração de sistemas, dissolução fractal, 148 somando 13, que comporta a mesma definição de Pesach, Páscoa ou PASSAGEM na Cabala.
P-S-CH nas letras vale 80+60+8 = 148

E esta definição cabalistica vai ainda mais longe, porque 148 é o número de Pesach, Pascoa, ou a Passagem do corpo da morte para a imortalidade, já que a morte representa o estado caótico da transformação orgânica ou defunção, que, no caso da Passagem para o estado da energia crística, detém a morte como desintegração, sustentando uma reconstrução orgânica, celular e genética no que a Bíblia chama de Segundo Nascimento em vida após a morte interna (dos defeitos da natureza inferior, uma transmutação regida pelas leis da matemática).

Isso demonstra que a ciência também explica os mistérios do espírito atuando na matéria através de matemática pura, geometria, e vibrações, ou música dos números!
Passagens da matéria para outros estados dimensionais conforme os átomos se realinhem no espaço segundo a matemática das vibrações, e a maravilha é que isso pode ser usado na reconstrução fisica que define a imortalidade.

A tripla espiral de 1996 que retomou o modelo do Fractal da série Julia
E novamente, crops circles se revelam em sua complexidade matemática!

O crop circle de 29 de julho, 22 dias depois (de 7.7.1996)
Uma tripla espiral no estilo conjunto de Júlia, de complexidade ainda maior e certamente relacionada ao primeiro objeto espiral.

A sua estrutura é mais complexa, mas as três espirais no vórtice composto são simétricas (idênticas) entre si, em ângulos de 120 graus criando a sensação de vórtice horário, diferente, ou o oposto do vórtice da Polônia, anti-horário.

Cada braço tem uma série terminal de pequenos círculos que vão aumentando de tamanho conforme se aproximam do centro, e regridem em seguida até desembocar no circulo central.
Cada braço tem uma amostra diferente de pequenos pontos:
Um deles projeta 31 círculos até o círculo central. Outro projeta 32 círculos, e outro, 33 círculos, todos convergindo simetricamente para o círculo central.

O total parcial dessa estrutura será S = 31+32+33 = 96.
Mais o círculo central, 97.

As projeções laterais estão todas simétricas e, na sua distribuição, contemplam assim 17-17-17 círculos na parte externa dos três braços.
Olhe bem para esse padrão: 17-17-17 se transforma por soma em 8-8-8, ou aquele padrão crop circle atual da Polônia.

Soma parcial: 97 + 17×3 = 97 + 51 = 148
Outra vez nos conectamos com o crop circle de 7 de julho, e as mesmas explicações podem ser aplicadas aqui.

E especialmente o número de círculos laterais nos três braços do vórtice de 1996 formando 17-17-17, cuja leitura no Taro (arcano 17) é estrela, e somando tudo,
8-8-8, nos traz conexão direta no tempo com a formação recente da Polônia.

Mas na parte interna daqueles três braços, temos 16 círculos por igual, o que totaliza 16×3 = 48, e então, a soma final será 148+48 = 196, o produto de dois quadrados, 4 x 49 (2^2 x 7^2), ou o quadrado de 14, uma relação com as funções quadráticas ligadas ao conjunto de Júlia, e talvez um número relacionado à própria sinalização estelar esperada nestas mensagens.

Outra conexão com a Páscoa cristã é que a soma de cada braço (16 círculos de um lado, 17 do outro) é 16+17 = 33!
E no total dos três braços, fica 3×33 = 99. Este número, 99, tem sido usado em códigos especiais na presente temporada 2020, sendo então outro padrão que retorna.

Então, se esse crop circle da Polônia se relaciona com estrelas e, ao mesmo tempo, geometrias fractais de transformação (analogias com os crops circles de 1996, 24 anos atrás, e 8+8+8 = 24!), então podemos concluir que esse modelo da Polônia pode se referir a eventos estelares, sinalizando para a Terra em breve, supernovas, ondas de rádio, ou quem sabe, telecomunicações alienígenas?

Eu pessoalmente acredito mais na possibilidade de fonte de raios X por via cosmológica (estrelas, emissão natural de ondas, supernovas, P 7X, etc).

Por que alienígenas usariam complicadas comunicações por ondas caindo nos radares, se eles já estão se comunicando com o mundo em mensagem aberta e interpretável nos campos de cultivo? Até porque, se o fizessem, tudo seria abafado pelas autoridades, e é justamente esse acobertamento que eles não desejam aqui.

Vamos aguardar!

JP em 23.07.2020

Comentários
Compartilhar