Ufologia

Treb Bor – O Reptiliano Benevolente

‘Humanos Reptilianos Híbridos Benevolentes’, é um livro lançado pelo brasileiro Jefferson Viscardi junto com o americano Rob Gauthier, que é o canalizador através do qual  Treb Bor Yit Ne se manifesta.

Treb Bor Yit Ne - To no Cosmos

O livro é um diálogo com um ser extraterrestre que habita um planeta nas redondezas de onde conhecemos como Capela, e que nos leva à uma viagem através de outras formas de vida que há no Cosmos.

Recentemente no canal do Youtube, Diálogo com os Espíritos, Treb Bor retorna para uma entrevista, respondendo as perguntas feitas entre variados temas, como a forma de vida em seu planeta, os estágios de idade, o meio de reprodução, o contato de seres de outros planetas com o ser humano, entre outros.

Treb Bor explica que os habitantes de seu planeta têm uma visão mais ampla sobre a reencarnação, sendo possível a própria família criar o corpo para que um ente querido, se assim desejado, retorne em sua próxima encarnação para a mesma família, dando continuidade ao laço e trabalho criado.

Livro Humanos Hibridos - To no CosmosAo ser indagado sobre os seres extraterrestres acreditarem em Deus, Treb responde:

“Você possui os seus próprios interesses, desejos e gostos, e conforme o desenrolar do dia há várias coisas que você focaliza a sua atenção, como escrever, fazer ligações, assistir televisão, comer, se exercitar. Todas essas coisas são porções diferentes de você, e é dessa forma que a consciência do “Tudo o que É”, ou a “Consciência de Deus”, é desenvolvida. A porção de tudo é colocada junta em uma única porção, e Deus é a Consciência Criadora.”

“Nós compreendemos que a Consciência do Criador é maior do que possamos perceber, compreender, experienciar, mas ao nosso ver essa é a nossa conexão com Deus, esse é o nosso entendimento”, acrescenta Treb.

Há uma raça que se encontra na Constelação de Touro, entre Theta Touro e Aldebaran, e os seus habitantes chamados Plenah, cultuam uma deidade chamada PliPli, assim como os habitantes da Terra têm as suas formas de cultuar os seus deuses, demonstrando assim que a necessidade de se conectar com algo superior se encontra espalhada pelo Universo.

cosmico - To no CosmosDurante a entrevista algo bastante peculiar acontece. Naysh de um planeta chamado Niydo, na constelação do Cruzeiro do Sul, porém que não pode ser vista pelo olho humano, segundo o mesmo, aparece. Porém Niydo diz ser uma outra consciência do próprio Jefferson no futuro, cerca de 720 anos, em uma consciência de quarta densidade.

Imagina, você ser capaz de contactar você mesmo, ou uma de suas consciências interdimensionais de um futuro distante? Realmente, algo bastante complexo para a nossa mente assimilar, porém que nos deixa bastante pensativos.

Ao ser perguntado se Naysh pode visitar nosso planeta, ele responde:

”No sentido de eu ser capaz de vir ao seu planeta físico, sim, somos capazes, porém nós não contactamos raças as quais ainda não estejam em um estágio de comunicação aberta com outras raças, apesar da sua raça estar no que chamamos de prontidão pré frontal. Este é um estágio, mas ainda há muitos passado a serem tomados antes de vocês estarem prontos para uma comunidade (extraterrestre) aberta”.

Familia Galactica - To no Cosmos
Treb diz que todos podemos ter contatos individuais com seres de outras orbes, e que um contato em massa poderá ocorrer em cerca de 12 anos, porém essa é uma das realidades apenas.

Para contato público, eles têm muitos protocolos a serem seguidos, e compreendem que neste momento muitas pessoas querem interações e informações mais profundas com seres de outros planetas, mais contatos físicos com amigos extraterrestres galáticos, porém o que nos separa agora são as segregações em nossa própria raça, onde um olha para o outro e querem lutar entre si por serem diferentes, seja em pensamentos, religiões, níveis financeiros, etc…

A telepatia é o maior meio de comunicação em que possamos ter contato com seres de diversas partes do Cosmos nesse momento, diz Naysh.

Também é comentado na entrevista sobre o motivo o qual alguns seres começaram a abduzir pessoas de nosso planeta, devido a importância de nosso DNA Multidimensional. Assim também surgiram várias raças híbridas.

A entrevista em si, é uma bela aula de Ciência, História e Moral, que vale muitíssimo à pena ser assistida.

https://www.youtube.com/watch?v=HGtzFil-zPo

 

Quando se fala em Reptiliano logo vem em mente aquela cena de algo feio e malévolo, porém será o que eles pensam dos seres humanos? Será que “Humano Benevolente” não soa estranho também para eles?

Comentários
Botão Voltar ao topo