Terremoto previsto pelo agroglifo brasileiro!

Um intenso terremoto de 7.5° aconteceu no Alaska, USA, a 91 Km Sudeste de Sand Point, na segunda-feira, 19 de outubro de 2020, às 20:54 UTC.

O violento abalo teve seu hipocentro estimado a 40 km de profundidade, sob as coordenadas 54.66N e 159.67W. Apesar da grande intensidade, a profundidade em que ocorreu o evento favorece a dissipação da energia antes de chegar à superfície. Quando acontecem no oceano, eventos dessa intensidade e profundidade podem provocar a formação e alertas de tsunamis.

De acordo com cálculos detalhados do USGS, o terremoto de magnitude 7,5 de ontem foi uma grande réplica do terremoto M 7.8 em 22 de julho no início deste ano.

O Agroglifo brasileiro
No dia 11 de outubro de 2020, domingo, no município de Entre Rios, a oeste de Santa Catarina, Brasil, um agroglifo com estilo de ondas sísmicas apareceu.

Muitos não o levaram a sério por causa da imprecisão de suas linhas, e apesar de sabermos que o terreno da região é altamente irregular, cheio de depressões, e não plano, o que pode ter em parte justificado o design final tortuoso do agroglifo, muita gente não levou a sério, e debochou bastante (pra variar).

Eu, porém, sabendo que muitos crops circles legítimos na Inglaterra já tinham aparecido antes com design torto, e mesmo assim, foram considerados reais, me apressei em interpretar a mensagem do evidente símbolo exposto, um simbolo que combinou alinhamentos planetários e ondas sísmicas de propagação.
E eu ainda escrevi na publicação anterior:

“O agroglifo apareceu no dia 11 de outubro, e se cada curva de nível representa um dia, temos uma contagem de sete dias, que vai de 11 a 18 de outubro. Esta data, 18 de outubro, o próximo domingo, também pode estar sendo assinalada aqui dentro de algum evento, além dos eclipses do final do ano”.

O que voce pode conferir na publicação anterior, do dia 15.10.2020:

E o imprevisto e violento terremoto aconteceu exatamente depois de sete dias contados do agroglifo, de 11 a 18 de outubro, bem no dia seguinte, com índice 7.5, tal como as ondas de propagação mostravam.

Se você analisar a imagem, verá que um alinhamento de três objetos circulares num eixo central são envolvidos por sete grandes círculos, representando ondas de propagação, como foi dito antes.

E a última onda de propagação alcança o círculo superior, A, que pode representar, então, A e B, as regiões do polo norte (onde está o Alaska) e polo sul (Antártida), recebendo então as ondas sísmicas que partem do centro da Terra, do subterrâneo, subindo na direção, então, assinalada do Alasca, ao norte, na última onda que intercepta aquele círculo A.

O alinhamento previsto pelo agroglifo de Santa Catarina

Mesmo em linhas tão tortuosas, o agroglifo de Entre Rios, Santa Catarina, Brasil, do dia 11 de outubro, previu com extrema precisão um alinhamento planetário interno que aconteceu em sete dias a partir da formação, de 18 para 19 de outubro, quando Marte, Terra e Mercúrio ficaram em linha com o Sol, o que causou a maré gravitacional representada no agroglifo sete dias depois (sete círculos maiores, contagem de tempo), e causou, entre outras coisas, o violento terremoto de 7.5° no Alasca e os primeiros sinais de velocidades do vento solar em ascensão.

Ou seja, mesmo torto, o modelo do agroglifo previu com bastante precisão esse evento de alinhamento planetário e os impactos posteriores, até na faixa de tempo ele foi exato, depois de sete dias!

São os Aliens escrevendo certo por linhas tortas… e os humaninhos escrevendo torto por linhas certas.
Vai entender!

Mas estes eventos não foram os únicos previstos.
Há também ondas de energia previstas para a época dos eclipses do final deste ano de 2020, lunar em 30 de novembro, e solar, em 14 de dezembro.

Se este poderoso terremoto aconteceu na margem de tempo prevista, é certo que eventos ainda mais intensos poderão acontecer no final do ano.

E desde ontem, dia 19 de outubro, sete dias após o agroglifo, reparei que a taxa dos ventos solares começou a subir, e hoje pela manhã, 20 de outubro, o gráfico apresentou um pico:


Crops circles não falham nas suas mensagens, desde que saibamos interpretá-los.
E eu vi neste agroglifo o mesmo estilo de mensagem dos crops circles ingleses, quando falam de alinhamentos cósmicos e ondas de energia produzidas.

Já consegui interpretar e prever muitos eventos, incluindo terremotos, eventos solares e até distúrbios magnéticos no campo da Terra, entre outras coisas, de modo que, mesmo em linhas tortas, eu notei que o mesmo estilo de mensagem se repetia neste objeto de Santa Catarina.

Mas é claro, o grande público, que não tem a menor ciência deste fenômeno, apenas se baseando em imagens, julgará tudo como FAKE apenas pela aparência… sim, na era a cultura das imagens em excesso e dos estudos em falta, boa aparência é o que conta.
Em tudo.

E outra coisa interessante: além dos sete dias contados a frente, desde o agroglifo (11.10.2020) e o poderoso terremoto de 7.5° em 19 de outubro, oitavo dia a contar daquele, como se cada círculo de nível representasse um dia contando a frente, tivemos o número SETE também na magnitude do terremoto, de 7.5 °, de grande energia.

No fim do ano, tenho certeza de que eu voltarei aqui com novas publicações sobre os eventos gerados pelo par de eclipses, que cobrirão sua influência no sul do Brasil…

**************************************************************

E então, debochadores…
Seria o caso de dizer:
“Deus (e os ETs) escrevem certo… por linhas tortas?”

JP em 20.10.2020

ATUALIZAÇÃO

A chegada do Sistema Nêmesis no Agroglifo brasileiro

Analisando sob outra perspectiva, vemos, além do diagrama de um alinhamento planetário ou eclipse (lunar e solar) – e a análise de alinhamento planetário já teve uma primeira interpretação confirmada em 19 de outubro e o terremoto 7.5 graus no Alasca, vemos que esse diagrama astronômico na forma de um pictograma ou círculo de cultivo nos campos de Santa Catarina também sugere o nosso sistema solar (Sol no centro) com sete órbitas descritas (Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano) e um OBJETO penetrando no sistema orbital.

Recentes medições declaram que o objeto P 7X já adentrou na órbita de Júpiter, e se aproxima da órbita de Marte.
Veja o diagrama.

Urano é um planeta (na sétima órbita do Sol) que tem um sistema de anéis, como Saturno, embora menos expressivo. E o que vemos é um astro com anel de um lado, na sétima órbita e, do outro lado, outro astro bem grande, próximo do tamanho de Urano no diagrama, e que já cruzou a sétima e sexta órbitas, e começa a avançar na direção da quinta órbita.
Pois bem, esta é a posição exata do objeto P 7X, se aproximando cada vez mais da quinta órbita, e colocado do outro lado do céu em relação ao planeta Urano.

Então, órbitas, sistema solar e sistema Nêmesis, bem como ondas de propagação de energia gravitacional aumentando a medida que o objeto se aproxima mais para dentro do sistema solar… e tudo isso vai ganhar um extraordinário reforço com os eclipses de novembro e dezembro, porque eles vão ocorrer exatamente nestas regiões do céu marcadas por este e muitos outros crops circles anteriores a este.

Podemos esperar ainda um final de 2020 com muitos eventos de impacto.
Lembrando que o eclipse lunar será em 30.11.2020, e o eclipse solar, em 14.12.2020

Ps: segundo os crops circles, nada que se relacione ao sistema Nêmesis já se encontra do lado do Sol, conforme muitas imagens de vídeos. As explicações são outras. Pelo menos, ainda não.

JP em 24.10.2020

Atualização

Terremotos e agroglifos

Um violento terremoto no mar Egeu é sentido na Grécia e Turquia

O Painel Global mostra que um poderoso abalo sísmico de 7.0 magniudes foi registrado na Grécia, 15 km a norte-nordeste de Néon Karlovasion às 11:51 UTC (30/10). O violento abalo teve seu hipocentro estimado a 21 km de profundidade, sob as coordenadas 37.91N e 26.79E.

A Turquia teve maiores estragos, com muitos prédios derrubados e centenas de mortos, inclusive com sinalização para tsunamis, e chegou a acontecer uma pequena tsunami inundando uma cidade turca costeira.

Agora, observe o agroglifo brasileiro de 11 de outubro, Santa Catarina.
No centro, uma onda de energia com sete níveis. Eu disse na época que poderia relacionar-se a eventos sísmicos, com ondas de propagação.
E dois pontos opostos são atingidos. E num deles, as ondas atravessam um dos círculos retratados.
Primeiro, tivemos o terremoto de 7.5° no Alasca, sete dias depois do agroglifo, em 19 de outubro.
E agora, dia 30, um forte abalo no mar Egeu se propagando para duas direções diferentes:
Grécia e Turquia, com uma delas mais prejudicada, a Turquia.

Observe ao lado o mapa do sistema solar interno.
Marte, Terra e Mercúrio conservam o alinhamento planetário ao longo deste mês de outubro, exatamente como exibiu aquele agroglifo e as ondas de energia sendo geradas desde o terremoto do Alasca até estes novos eventos.
Sete ondas no agroglifo, magnitude 7° dos terremotos, três planetas alinhados.
E tudo isso pode representar mais eventos a frente, porque, no gancho com dezembro, a onda de energia vai crescendo aos poucos.

Mas um monte de gente debochou do agroglifo dizendo que estava torto para ser verdadeiro.
E que era obra de humanos!
Eu queria conhecer então os humanos que conseguem prever terremotos!

A cidade que sofreu uma tsunami moderada depois do terremoto
O mar retrocede em Seferihisar perto de Izmir após o terremoto de magnitude 7.0, provocando um tsunami na Turquia.

JP em 30.10.2020

Comentários
Compartilhar