EspiritualidadeMistérios

Sete Definições sobre o Senhor do Tetragrama, YHWH

Sete Definições sobre o Senhor do Tetragrama, YHWH

Primeira

O Antídoto para as doutrinas Anunnaki deturpadas da modernidade se chama Cabala, a verdadeira e legítima ciência dos espíritos e chave dos mistérios que revela a profundidade da Face de Deus, o conceito de Hierarquia na organização do universo consciente e as relações com a humanidade.

Segunda

Para as doutrinas Anunnaki deturpadas, o Senhor YHWH, intitulado YHWH-ALHIM, Cabeça de Hierarquia (também conhecido como Metatron) o Criador do céu, da Terra e de toda a vida, Bom mas JUSTO, não tem o menor direito de ser amado e adorado. Isso o torna, automaticamente, MAU.

Porém, a mesma humanidade torpe e vitimista adora e segue todo tipo de ídolo neste mundo, seja esse idolo, pessoas humanas divinizadas, seja esse idolo na forma de conceitos equivocados, como o materialismo, o culto a vaidade (Narcisismo, o EU como ídolo) e acham tudo isso bom e normal.

Ídolos do materialismo, ídolos do consumismo, ídolos da arte, cinema, TV, moda, ídolos da futilidade são adorados por milhões de fãs fanáticos, idolos que arrastam multidões ao delírio, que gastam todo o seu dinheiro e tempo para cultuá-los, que se sacrificam em vários aspectos para seguir dando culto a tais ídolos, e tudo isso é tido como normal.

Mas ao Criador do céu, da Terra e de toda a vida não assiste o mesmo direito de ser amado e adorado com amor e serviço consciente.

Terceira

Para as doutrinas Anunnaki deturpadas, o Senhor YHWH, que dá a vida a todos os homens e regula essas vidas pelos mais rigorosos preceitos da Lei, da Justiça e da Ordem, não tem o menor direito de tirar essa vida, sob qualquer alegação ou motivo.

Se o fizer, na ótica da humanidade adormecida, Ele será considerado MAU.

Independente do Karma da vida que Ele subtrai, no tempo de sua Justiça Infalível, ou das contas do tempo de cada vida neste mundo de formas, pura aparência e ilusão. Nunca fomos colocados neste mundo para viver eternamente nele, mas para aprender. E mesmo assim, se alguém é levado pelo Destino, Deus é mau.

Cego, louco, arrogante, tirano e maquiavélico, na ótica do cego, louco, arrogante, tirano e maquiavélico ego humano, é Deus, é o Senhor YHWH, não o ego humano.

Um claro efeito psíquico de projeção de defeitos no bode expiatório mais próximo.
No caso, Deus.

A humanidade pode pecar e transgredir loucamente todas as leis perfeitas de Deus.
Se for punida por isso, se o Karma lhe bater as portas algum dia, Deus é mau. Deus é cruel e injusto. E a Lei do retorno?

O vitimismo da humanidade moderna, aliado a sua arrogância, a torna cega, impotente e patética.

O primeiro mandamento é: Amar a Deus sobre todas as coisas, e fugir dos ídolos.
Mas atualmente, a humanidade condena o Criador por qualquer coisa, e se atira em adoração cega aos ídolos que ela fabricou com suas próprias mãos, todos eles, convenientes aos seus desejos.

O segundo mandamento é: não use meu Nome Santo em vão, porque somente os humanos tem o dom da fala articulada com consciência, diferente dos animais, e o Verbo lhes dá poder. E o poder acrescenta responsabilidades. Poder sem responsabilidade é coisa típíca de demônios transgressores.

O terceiro mandamento é: Guarda o meu sábado em descanso.
Isso é a lei da pausa. Uma lei que começa sendo saudável. Máquina que trabalha sem cessar uma hora, estoura. O corpo físico é uma máquina orgânica, as pausas são saudáveis.
O Criador de tudo pediu apenas um dia da semana para ser cultuado.
E deu seis dias da semana para o homem trabalhar e cuidar dos seus interesses.

Um único dia de culto para Ele, e seis para o homem cultivar sua vida pessoal e trabalho.
E ainda reclamam?

Quarta

O Senhor YHWH nunca escravizou ninguém. Ele sempre se dirigia aos seus eleitos como servos, como um patrão se dirige a um empregado, dando direito de escolha (livre-arbítrio), coisa que um escravo desconhece.

Egito, Babilônia, Roma e outras nações feitas por egos humanos tiranos, estas sim, escravizavam os homens, e Israel caiu várias vezes sob o poder dos tiranos.
A ALMA HUMANA É ESCRAVA DO PRÓPRIO EGO MAS AINDA NÃO PERCEBEU ISSO!

E todo sofrimento aplicado pelo karma visa desviar o homem de si mesmo, do seu ego que, sem freios ou limitações por parte da Justiça divina, se autodestruiria em pouco tempo, além de destruir tudo ao redor.

Deus sempre advertia o seu povo:

“Se vocês deixarem de honrar minhas leis, Eu vos entregarei ao poder dos humanos tiranos no poder” (geralmente, demônios encarnados na forma humana).

Mas a humanidade ainda não aprendeu, e até os dias de hoje continua se rebelando contra o Criador, ao não obedecer suas leis perfeitas de moral, santidade, pureza, caráter, obediência e verdade.

Resultado, continuam caindo nas mãos dos opressores humanos.
E o pior, a maior parte acha isso tudo bom. Que os opressores humanos são os seus salvadores.

Estamos debaixo de um grande teste. Ao dar as costas ao Criador, temos sofrido os efeitos disso, nas garras de outros humanos injustos. A justiça divina que recusamos seguir se tornará a injustiça humana que teremos que suportar até aprender a amar, adorar e obedecer o Criador de todos nós.

Quinta

Deus nunca foi mau por exigir sacrifícios animais, por algumas razões que muitos ignoram.
A primeira, se Ele é o criador de toda a vida, Ele tem o direito de suprimir essa vida, quando isso lhe convém, e se Ele exigia sacrifícios animais, não era por mero prazer pessoal, mas por uma razão de equilíbrio das contas do seu povo na sua Balança.

No Éden não existia sacrifício animal de qualquer espécie, e os animais andavam com os humanos em amizade. Porque a humanidade era pura, não transgredia leis, e não havia necessidade de sacrifícios reparadores.
Diz o profeta:
Deus quer arrependimento e não sacrifícios!

Mas na falta do primeiro, Deus tem que se valer do segundo.
Os sacrifícios animais foram impostos depois da queda do homem nos pecados de natureza bestial descontrolada, gula, preguiça, violência e a imunda luxúria de sempre, que desfigurou sua face original de ANJO para a face de uma criatura feia, mesquinha e arrogante.

E antes do arrependimento, Deus sempre preferiu a obediência às suas leis perfeitas.
A obediência pouparia muito sofrimento…

Curiosamente, muitos dos que condenam YHWH no seu direito de exigir sacrifícios de toda a vida que Ele mesmo criou, são os que comem muita carne, todo dia… e prendem animais em gaiolas, correntes, jaulas, circos, e submetem os animais a todo tipo de privação de sua liberdade para satisfazer suas necessidades… isso quando não os caçam e os matam por esporte… é o ego invertendo valores, descredenciando o Criador de toda a vida mas credenciando a si mesmo em suas mesquinharias…

Motivo dos sacrifícios animais
Ah sim, quem lê e estuda a Bíblia, sabe que o povo de Israel nunca foi um povo fácil.
Se misturava facilmente com os povos pagãos das cercanias. e caia em todo tipo de torpeza praticada por eles. Quer saber quais?

Necromancia, magia negra, sacrifício de mulheres e crianças aos deuses pagãos, criancinhas vivas atiradas nas fogueiras do deus Moloc (sim, você leu direito, os pais pegavam seus filhos e, para obter favores de Moloc, jogavam eles nas fogueiras em honra ao deus).

Aliás, muitas bruxas da Idade média faziam esse tipo de tortura com crianças, roubando-as de seus pais, e quando a Igreja as queimava (claro, eu não concordo com isso) a Igreja era a única malvada, e as pobres bruxas, inocentes.

Mas convenhamos, não era muito fácil para um pai ou uma mãe saber que uma bruxa maldita raptou seu filho para atirá-lo na fogueira do seu deus pagão em troca de seus favores, não é mesmo?

Continuando…
Mas tem mais. Havia muito incesto, filhos copulando com seus pais, e vice-versa, irmão com irmão, adultério, até zoofilia (sexo com animais) eles praticavam. Assassinato, calúnia, desonra, roubo, enfim, a lista é enorme.
Não era um povo nada fácil….

Onde entra o sacrifício animal?
Nas contas da Balança da Lei, só o sacrifício tem o poder de reparar pecados de tamanha gravidade.
E se hoje em dia, a moderna psicologia tenta ensinar que a pessoa deve aprender a conviver com o seu pecado, bem, a Lei eterna do Criador não mudou uma única letra ou linha sobre a questão.

Os pobres animais eram sacrificados não por deleite de YHWH, mas para aliviar as imensas cargas negativas daquele povo dentro das contas expressas da Balança da Criação, sob o risco de desmoronar toda a vida se tudo isso nao fosse contido!

O sacrifício que o povo se recusava a fazer, os animais faziam em seu nome! Deus sofria em seu coração ao ter que chegar a esse ponto, mas a barbárie humana era medonha naquela época, e nada parece ter mudado na era da Internet e do celular.

Rituais de sacrifício eram realizados regularmente para tentar frear a carga de pecados daquele povo altamente contaminado. Nos processos ocultos da evolução espiritual, se essas reparações não fossem feitas, a humanidade só aumentaria a curva da maldade em espiral exponencial até se auto-destruir.

Olhe o mundo atual. A Balança está completamente desequilibrada, bilhões e bilhões de seres humanos vivendo na loucura do ego e suas orgias, e pouquíssima gente disposta ao sacrifício, daí a invasão das forças negras, das entidades do submundo e dos poderes das trevas, encontrando campo fértil onde se alastram com facilidade, doutrinando as mentes nas mais bem elaboradas mentiras acadêmicas contra o Criador do céu, da Terra e da humanidade.

Por outro lado, todo animal que era sacrificado em honra a YHWH, era recebido imediatamente no plano astral com impulso evolucionário formidável. Aquele sacrifício para o animal tinha alto valor moral e espiritual para o Criador e regulador de toda a vida, e nunca era em vão. Grandes merecimentos a alma do animal receberia, incluindo uma aceleração na curva de sua evolução na espiral da vida planetária.

Morrer, esse é o decreto para toda vida desde o dia que nasce.
Deus tem o direito de tirar a vida quando Ele determinar, isso não o torna mau.
E uma alma cuja vida foi entregue em sacrificio receberá impulso formidável em sua evolução espiritual.

Veja a vida dos santos e mártires da fé. Se eles se libertaram de várias reencarnações e estão no Nirvana espiritual, é porque tiveram a coragem de, em vez de morrer de forma comum e acovardada, preferiram morrer em nome da causa divina pela via do sacrifício.

Onde está o mal aqui, pelo amor de Deus?
Na sombra da ignorância é que cresce todo o mal real…

Exemplo.
Suponha que um animal que viveu uma vida comum ainda tivesse umas 20 ou 30 estações para reencarnar como animal antes de subir ao plano de encarnação humana, dentro da roda evolutiva natural, conectada ao plano espiritual.

O animal sacrificado saltava vários desses estágios, encurtando o caminho.
As pessoas julgam muito erradamente a Deus, tudo porque lhes convém ao ego e ao mesmo tempo lhes assinala uma grande ignorância sobre todos esses assuntos. Por isso, eu disse no começo que a Cabala é o único antídoto para as absurdas doutrinas anunnaki modernas.

Sexta
Jesus Cristo
Acontece que o povo estava pecando tanto, transgredindo tantas leis, e não só Israel, mas o povo da Terra por inteiro, que o sacrifício dos animais já não estava dando conta do recado!
Sabia disso?

Então o Senhor YHWH e seus Anjos decidiram que havia chegada a hora de enviar um emissário humano à Terra, cujo sacrifício teria um peso muito maior na Balança da reparação.
Jesus Cristo, o Filho de Deus.

Ele foi enviado porque Deus já sabia o que aquele povo altamente perverso faria com Ele.
Deicidio. Já ouviu falar nessa palavra?
Assassinato de Deus.
E depois, a humanidade quer que Deus seja bonzinho com ela?

O Nome de Jesus
Jeshua ou Ieshua (não existe a letra J no hebraico, ela é sonorizada a partir de I-Iod)
YHU – ShHw
YHWH – Salva

Cristo na verdade não é o salvador. Salvador mesmo é o Pai, é YHWH.
Cristo pagou o preço da salvação de YHWH por toda a humanidade na cruz.
Saiba disso.

O Novo Testamento dá continuidade ao plano de Deus contido no Velho Testamento e declarado pelos profetas. Jesus Cristo é a continuidade deste plano, e o Apocalipse, a realização final de tudo, e a promessa de Deus finalmente cumprida depois que a Terra for purificada de todas as suas abominações. E a humanidade seja redimida, restaurada, recobrando o status perdido de filho de Deus, como era no Éden original.

Em vez de reparar os pecados através de sacrifícios e penitências purificadoras, a humanidade aprendeu a lavar as mãos, se justificando de tudo.
A cena de Pilatos, lavando as mãos antes de entregar Cristo a morte, significa expressamente isso.
A cena de Pilatos lavando as mãos ilustra duas coisas: o vitimismo e as justificativas do ego humano.

Na Cabala, YHWH-ADONAI é conhecido como o Senhor do Tetragrama, e uma interessante coincidência cabalística já nos fez relacionar o nome dele ao DNA, com suas quatro substâncias construtoras na hélice dupla.

YHWH, 4 letras
ADNI, 4 letras
E ADNI nos leva ao ADN!

Isso significa, Ele é o Senhor da Vida e da Morte, e da Imortalidade.
Cristo foi crucificado numa cruz, e a cruz tem amplas conexões com o tetragrama.
A vida que se transforma no poder da cruz e se transfigura em luz de imortalidade, ou vida consciente.

Todos os caminhos do espírito na matéria se resumem a procedimentos tais que visam despertar, e cada vez mais, consciência na vida!

YHWH, o Nome impronunciável, é um nome muito sagrado, e se associa ao espírito da vida na respiração, a primeira janela da vida consciente no corpo.
A cada respiro, o espírito divino nos dá vida. A vida não vem só do oxigênio, da água ou da comida que comemos. Sem o espírito habitando em nosso corpo, não haveria vida.
YHWH é um termo que significa a vida que nos mantém pela respiração.

Atacando o nome de YHWH, a ignorância dos povos está atacando a própria fonte de sua vida na respiração.
A Cabala ilumina muitas zonas sombrias depositadas no fundo das mentes ignorantes.

Jesus na cruz representou uma vida entregue a um ato grandioso de sacrifício movido por compaixão, e o resultado é que as forças e poderes de YHWH operaram grandemente nessa alma, e a transformaram à sua imagem e semelhança, se tornando o Filho igual ao Pai: e ascendendo Jesus aos céus das dimensões superiores para estar ao lado de Deus, porque alcançou nota de semelhança.

YHWH criou as sementes humanas na Terra para transformá-los não em escravos, mas em filhos, à sua imagem e semelhança. Quem escravizou e fez o homem sofrer foram outros homens.
Mas as regras para o gradual desenvolvimento da alma humana seriam rígidas.

Existem leis, existe justiça, e existe reparação na Balança do Universo, que precisa estar sempre em equilíbrio para que os sistemas não se autodestruam.
Como está acontecendo com o mundo moderno, completamente ignorante sobre essas leis em curso.

Como já dizia BUDA, já não se trata mais de uma batalha do bem contra o mal, e sim, da sabedoria contra a ignorância. POrque todas estas coisas só acontecem ao mundo por causa de seu estado de enorme ignorância.
E como o mesmo BUDA já dizia, a ignorância é a raiz de todo o sofrimento.

E o mesmo Buda também se sacrificou para conquistar a Luz perdida da Libertação e entregá-la a humanidade confusa, ignorante e desorientada, que perdeu a capacidade de compreender a relação de causa-efeito entre transgressão das leis cósmicas perfeitas e retorno na forma de sofrimento.

Buda ensinou a compaixão.
E ao manifestar compaixão, desejou aliviar as dores dos homens.
Mas para fazer isso, tinha que lhes mostrar a VERDADE que os libertaria de suas cadeias de ignorância, as causas de todo o sofrimento, e não alisar seus egos, como fazem os gurus da era moderna, enganando a todos.

Sétima
Jesus disse ao povo:
Eu não vim negar os profetas, mas vim para cumprí-los.
Todos os profetas falaram em nome do Senhor YHWH, e ao dizer isso, Jesus também se declarava um profeta de YHWH, mas num grau superior, na qualidade de Filho dele, dando contninuidade aos planos estabelecidos por YHWH desde o começo da queda do homem. E a CRUZ era a continuidade destes planos para aquele tempo.
ABA, como o chamou, estreitando as relações já perdidas entre Ele e aquele povo terrível.

E na era moderna,
Kali Yuga, as trevas, a coisa ficou tão grave que a humanidade encontrou várias formas de atirar sua inimizade declarada contra Deus se satisfazendo com todas estas teorias acadêmicas de cegos que transformaram YHWH em louco, opressor, arconte maligno, ser das trevas, etc, exatamente como o duplo dele, a antitese dele chamada Satanás, o opositor, desejou fazer ao manipular as mentes nessa direção.

Ao ponto absurdo de o verdadeiro inimigo infiltrado estar sendo considerado divino por muita gente, tudo porque ele é simpático a todas a filosofias materialistas, ele é todo permissivo, ele é todo condizente com toda forma de pecado, ele é todo ouvidos para satisfazer todos os desejos do terrível ego humano, por piores que sejam.

Enquanto aquele Ser maior, que é Bondade mas JUSTIÇA, diante do ego vitimista e covarde, incapaz de assumir seus erros com humildade, Ele foi transformado em demônio… na era da grande cegueira.
Mas até isso o Senhor do Tetragrama previu que aconteceria.

E como Ele irá reparar tamanha abominação cobrindo toda a Terra?
Animais não dão mais conta de tanta sujeira humana, mas nem de longe.
Outro Cristo?
Também não dá mais conta.
Então, quem subirá agora ao sacrifício para acertar as contas da Balança cósmica em ato reparador?

Só existe uma entidade capaz de suportar a carga.
A Terra INTEIRA.
Por isso, GAIA está sendo sacrificada.
O sacrifício reparador que a humanidade se recusa a fazer, na sua vida dedicada à transgressão, a Mãe Gaia faz por nós. Não consta no Apocalipse 12 que a Mulher coroada de doze estrelas (Gaia, nossa mãe Natureza) sofreria dores de parto para dar luz a Criança, Criança que significa o embrião da nova humanidade redimida?

Olhe para a Terra, para todo o sofrimento que ela vem suportando, na qualidade de Ente vivo que é.
Entenda de uma vez por todas que a Lei do Criador não pode ser quebrada impunemente.
Só espíritos muito covardes se recusam a compreender isso.
E que essa Lei sempre exigirá reparação.

Mas Deus deu opções.
A primeira reparação vem com o reconhecimento, arrependimento e trabalho para consertar os erros cometidos.
Na recusa desta, a segunda reparação vem através da Dor.
A Dor sempre ensina o que o Amor não consegue mais ensinar.
E ela também se torna uma forma de Amor… porque também salva.

Deus é e sempre foi PERDÃO
Mas perdão só existe em estado de arrependimento.
Deus não pode perdoar pecados, ele perdoa pecadores.
Para Deus, pecados serão sempre pecados, condenáveis, um por um, por ferirem a sua Justiça perfeita.

Pecadores, no entanto, tem todas as chances de receber perdão quando se ARREPENDEM.
E MUDAM, E NÃO PECAM MAIS.
Jesus sempre dizia aos pecadores que ele curava e salvava:
Vá, e não peque mais.

Que tipo de amor é esse que a humanidade pretende ver em Deus que seja conivente com todas as suas barbaridades, transgressões e abominações?
Não existe um Deus assim.

Então, o ego arrumou outra saída, e criou os seus próprios deuses para amar e servir, deuses que são a extensão de seus próprios pecados convenientes… e deu as costas ao Criador de todos os seres, com desdém no coração, trevas na mente e arrrogância na língua…

Da próxima vez que você abrir a janela e ver a maldade humana crescendo de forma ilimitada, não se esqueça de tudo isso o que eu disse.
E compreenda todos os motivos de Gaia, nossa mãe, a Natureza inteira, estar sofrendo tanto.
Ela sofre por nós, a amada KIKI e esposa de ANU-YHWH pagando o preço da Cruz por nós.

E nós, humanos, somos os seus sacrificadores hoje.
Como fomos de Cristo, ontem.
E como somos os sacrificadores dos animais, desde sempre.
Tudo porque recusamos o sacrifício em nome do Amor que cura e que salva…

Aquilo que temos de mau dentro do nosso coração e que não queremos eliminar, é tudo aquilo que irá nos eliminar em breve. Não Deus.

As muitas faces da Luz de YHWH

YHWH, ADNI, ANNU, ALLA, ABBA, AHAU, RAMA, INTI, ODIN, AMON, BUDA, GURU, AGNI, GADU, TOTH… (geralmente nomes conservando o mesmo caráter tetragramático de YHWH)… diferentes Nomes do mesmo Ente Supremo e governador espiritual da evolução desta humanidade.

Até o Nome DEUS passou por esse fenômeno ao longo dos idiomas (nascidos do idioma-raiz antes da confusã da Torre de Babel
Deus, Dieu, Deum, Deva, Dios, Gott, Lord, etc (simbolizado pela Cruz de Cristo)

Uma mesma Primeira Inteligência (os cabalistas o chamaram de Metatron, a Primeira inteligência no nono céu) que se manifestou em tempos, épocas e culturas diferentes uma mesma Verdade doutrinária sob moldes em conformidade com o nível de consciência de cada raça por Ele visitada.

O Mesmo Ser Supremo, líder da Hierarquia ELOHIM coletiva, com o mesmo corpo de doutrina e código de leis, regras de vida e moral, equiíbrio, convívio com a natureza e o semelhante, respeito a toda vida, culto, liturgia, sacerdócio, pontificado, amor, serviço, caridade…

Enfim, sua migração entre os povos se deveu sempre a um plano de renovação das doutrinas que, com o tempo, entravam em corrupção por causa dos maus líderes a frente do povo por eles comandado, sempre caindo em trevas ao permitir que sua cobiça envenessasse seus corações.

Ele nos visita atualmente, sob uma nova manifestação a ser conhecida muito em breve, norteada pela Luz de uma nova e rara estrela…

Em Israel, porém, aconteceu um processo completamete diferente.

Ali, o Senhor que, desde a Suméria, manifestava suas leis aos sacerdores antes destes se corromperem e assumirem para si os títulos de realeza e divindade que não lhes comportava mais, sim, em Israel, o Senhor YHWH, o único Nome entre os nomes devido ao código genético e energético, chave da vida e do espírito enlaçados, que tal YHWH comporta, e os incríveis poderes quando tal YHWH é pronunciado corretamente (não é nenhuma destas traduções vigentes), em Israel Ele decidiu realizar uma sementeira espiritual diferenciada, a partir de certas combinações genéticas envolvendo venusianos (EU SOU A ESTRELA RESPLANDECENTE DA MANHÃ) em todas aquelas concepções sagradas ao longo do Velho Testamento, por exemplo, a concepção de Isaac.

Por isso, YWHW era tão rigoroso com a casta que Ele escolheu para esse desenvolvimento á parte, de “nação eleita”, que foi modificado após a traição de Israel contra o Messias.

Enfim, para sustentar esse projeto de uma raça a parte, que compartilhasse no futuro uma ciência poderosa (os arcanos da Cabala, possíveis somente no idioma hebraico) e uma genética perfeita (que se espalhou no mundo através do pacto de Cristo com sangue na Cruz), esse Ser Supremo pudesse retornar no tempo das colheitas para encerrar este velho ciclo de atividades e começar outro, com uma raça selada (trigo).

Há muitos mistérios a serem conhecidos antes que a ignorância humana atire pedras contra o Templo e atire latidos contra o Santuário

Ainda teremos várias publicações de esclarecimento para mentes que buscam o mesmo que eu:
Apenas a Verdade.

JP em 24.12.2020

Comentários
Botão Voltar ao topo