O que a Indústria das Vacinas não está explicando direito para você…

Por que as vacinas não curam ninguém?
As vacinas agem estimulando o sistema imunológico a produzir anticorpos, que podem combater doenças infecciosas, tornando o indivíduo imune às mesmas. Como funcionam as imunizações?

O objetivo das imunizações é estimular o organismo a produzir anticorpos contra determinados germes, principalmente bactérias e vírus.

A estratégia das vacinas é induzir no nosso corpo um estado moderado da própria doença que obrigue os nossos anticorpos a trabalharem, reconhecendo o patógeno e criando defesas, antes de que uma contaminação real possa nos atingir e nos derrubar, se as nossas imunidades estiverem baixas.

É a nossa imunidade que nos cura, não a vacina, que é um mecanismo de laboratório aplicado sobre esse fator.
Vacinas previnem patologias, mas uma vez instaladas, elas não tem poder algum de cura.
Ninguém pode curar uma gripe (vírus)

O que fazemos é atenuar os seus sintomas com toda aquela carga de fármacos que fazem tanto mal à saúde.
Em pleno século XXI, onde a tecnologia é capaz de lançar malhas de satélites no espaço e fabricar Inteligência Artificial, mas ainda não cura uma simples gripe.

Curará a Covid-19?
Logicamente que não.

As supostas vacinas, se vierem, farão o mesmo trabalho das vacinas tradicionais da gripe e outras doenças, induzindo nosso organismo a buscar as defesas naturais contra aquela identidade viral “morta” ou mesmo viva mas enfraquecida, injetada no nosso sangue.

O que nos cura de doenças e nos protege delas é a alta imunidade, e essa imunidade boa se adquire dentro de uma combinação de dois fatores essenciais:

  1. saúde física
  2. saúde mental

Saúde física conquistamos com bons hábitos de vida, alimentares, disciplinares, higiênicos, etc.
Boa comida, exercícios regulares, práticas respiratórias, higiene, etc.

Saúde mental conquistamos através do cultivo de bons pensamentos e emoções alinhadas.
Vida regrada!

Porque de nada adianta você correr e tomar vacinas e se entupir de remédios, se não tiver uma boa base nestes termos. Sua imunidade vai cair se sua alimentação for inadequada, se você for guloso, preguiçoso (não pratica exercícios regulares), e se não tem o costume de reciclar a energia mental poluída e o emocional contaminado por sentimentos negativos através das práticas de oração e meditação.

Se for o caso, tomará vacinas e pegará todas as doenças ainda assim.
E pode ser, e realmente costuma acontecer daqueles que nunca tomam vacinas mas, com toda essa base de saúde física e mental cultivadas, nunca pegarem as doenças que os vacinados tanto temem.

E este é outro fator: ter muito medo de adoecer e morrer, e deixar todo esse medo crônico, e o desânimo e a depressão tomarem conta das emoções, porque isso imediatamente vai baixar suas imunidades.
E fará você contrair todo tipo de doenças.

Até porque, sem boa imunidade, a pessoa nem é aconselhada a tomar vacina. Mas está se invertendo o sentido das coisas com essa histeria toda em torno da pandemia. Pessoas sem imunidade podem adoecer terrivelmente se tomarem vacinas. Isso demonstra de vez que a boa imunidade é a chave de todas as curas, com e, preferencialmente, sem vacinas.

Pena ver que tanta gente bota 100% de fé na vacina, mas esquece que o que realmente nos cura e preserva a nossa saúde é a boa imunidade. E boa imunidade não se injeta em seringas.
Mas você cultiva com bons hábitos físicos e psicológicos.

Estes bons hábitos que uma sociedade desregrada em tudo tem grande dificuldade em estabelecer.
Causam as próprias debilidades com seus excessos de vida muito desregrada, para depois, correrem para a farmácia e se entupirem de remédios.

E acharem que isso realmente os têm curado de tudo.
Para continuar fumando, bebendo, comendo porcarias, dormindo mal, nunca meditando e reciclando a energia mental, porém, ficando horas e horas diante da TV, do celular, do computador, da tecnologia hipnótica… etc… e achando que estão fazendo tudo certo!

Como sempre, a maioria busca facilidade e comodidade em tudo.
Quer saúde e cura mesmo não cultivando bons hábitos que estabelecem saúde e cura em nosso corpo e mente.

Está tudo errado!
Porque estão colocando o foco nas vacinas, e não na imunidade.
E se a sua imunidade for excelente, você nunca precisará de vacinas.

E mesmo que contraia doenças, se a sua imunidade for excelente, você vai se recuperar.
A imunidade é mais do que um fator de hábito ou mesmo genético. É o próprio vigor da SUA ALMA lutando para preservar o seu santuário sagrado, o corpo fisico.
E alma só pode ser fortalecida com coisas pertinentes à alma!

Porque temos que conhecer a parte mental do processo das enfermidades (doenças são criadas por componentes mentais), a qual, se devidamente trabalhada e exposta em seu poder de magnitude total, reverte até o câncer… e todo o resto…. de acordo com todas aquelas curas milagrosas que deixam a medicina de boca aberta.
Mas aqui é preciso saber praticar o maior poder humano existente, aquele que nos faz tocar o poder divino: Fé.
Para quem compreende isso, todo o resto é desnecessário explicar.

Mas para todo o resto, ficam aí as vacinas.

Infelizmente, vivemos num mundo materialista demais para dar crédito ao real poder desconhecido da mente humana, que se alia ao sistema imunológico para nos tornar sempre saudáveis sem qualquer recurso externo.

A sociedade de consumo simplesmente não consegue mais compreender essas verdades sobre a própria potencialidade divina dormindo dentro dela, e quando tocamos no assunto, somos conspiracionistas ou estamos fazendo politicagem na rede.
Mas não mesmo.
Estou apenas tentando fazer alguns entenderem que não são as vacinas que nos curam.
Mas nós mesmos nos curamos, pelos inesgotáveis recursos da Imunidade natural, e que podem nos surpreender se estes mesmos recursos forem explorados e trabalhados de forma consciente.
Esse seria o verdadeiro caminho da medicina.

Ensinar você os caminhos da auto-cura, ao invés de manter a sociedade de consumo eternamente doente com todos os maus hábitos de vida que essa mesma sociedade cultiva, por estímulo do Sistema, para que ele possa seguir faturando com uma humanidade eternamente doente e dependente de remédios de farmácia…porque, se a humanidade se tornar saudável com medidas tão simples, muita gente vai deixar de lucrar bilhões por aí… então, interessa manter a humanidade sempre doente e dependente dos laboratórios…

Aqui entra outro fator. Karma e merecimento.
Doenças não são por acaso.

Se existem doenças, é porque elas encontram portas de entrada nas almas doentes.
E se a alma está doente, será inútil tentar curar as doenças em seus efeitos físicos.
Porque elas sempre voltarão, já que a causa de tudo continua ignorada pelos doentes.

Mas o pior de tudo é quando os doentes não querem mais aprender sobre a verdadeira natureza da doença, e reagem como animais enlouquecidos quando comentamos qualquer coisa que contrarie sua fé absoluta nas vacinas… seu único apoio.
Lamentável.

O VÍRUS QUE MAIS MATA AINDA É A HIPOCRISIA HUMANA!

JP em 24.09.2020

Vacinas?

O problema não é o berço, mas a mão que balança o berço…
O maior problema não é crer ou deixar de crer na segurança das vacinas.
O maior problema é crer ou deixar de crer no Sistema que está por trás de tudo isso e em tudo o que sai dessa Mão que balança o berço onde dorme a humanidade…
E diante de tantos exemplos que temos visto do Sistema manipulador infiltrado em mídias, jornais, redes Globo da vida, política, ciência e até religião, ficamos como aquele macaco velho que não bota de jeito nenhum a mão na cumbuca.
Entendedores entenderão.

Mas os habitantes do berço, que se recusam a acordar, estes continuarão dormindo, mesmo que você berre para que acordem. Eles foram condicionados a acreditar em 100% na mão que balança o berço…

Vacinas… em quem confiar?

" Por sua conta e risco. "Apenas peço que assista esse vídeo, pesquisem e não apliquem essa vacina em seus filhos.Não…

Slået op af Tom BrookFredag den 25. september 2020

As afirmações do pesquisador deste vídeo já foram amplamente contestadas pela mídia global, dizendo que a vacina da Covid-19 e altamente segura e você pode tomar “de olhos fechados”, confiando totalmente no SISTEMA interessado em lhe imunizar.
Existem duas bandas de pesquisadores e especialistas, os que trabalham a favor do SISTEMA, e vivem aparecendo em jornais, TVs e redes sociais para lhe garantir que tudo é seguro, e aquela outra banda marginalizada e segregada, que levanta vários aspectos contrários sobre todas as afirmações “seguras” do Sistema.
Lembrando que esse mesmo Sistema é aquele que rejeita e debocha abertamente das coisas sagradas, de Deus, da espiritualidade, da fé e dos Extraterrestres… só para te lembrar.

Se isso é tudo verdade ou não, se é fake news produzida por leigos ou mesmo teorias de especialistas vendo o outro lado da moeda (porque a mídia só apresenta SEMPRE o lado da moeda que interessa ao SISTEMA), pois bem, só tem um jeito de descobrir a verdade: quando a humanidade finalmente se tornar cobaia deste novo experimento, essa nova vacina com tecnologia altamente suspeita.
Se tudo correr bem e você nunca tiver coronavírus (você, que tomou a vacina), ótimo.

Agora, se tudo correr mal, e acontecerem efeitos irreversíveis, lamento.
Nao foi por falta de aviso.
Diante de tantas opiniões divididas, vamos deixar o árbitro supremo chamado TEMPO dar o veredicto final sobre a questão.

Mas quando o tempo bater o martelo, não terá como voltar atrás e se “desvacinar”.
Melhor ir meditando e orando, e pedindo instrução e proteção do Alto.

Porque eu não confio e nunca confiarei nesse Sistema, aquela sórdida MÃO onde dorme a humanidade em berço esplêndido… que já vendeu a sua alma e pretende que você venda a sua também.

JP em 26.09.2020

Comentários
Compartilhar