MistériosUfologia

O novo crop circle atualiza a profecia maia para o mundo, e fornece uma data, no código angular interno!

Um magnifico crop circle novo aparece hoje!
Woodcote Lane, UK, 18.07.2021

No bom e velho estilo das ornamentações do estilo pré-colombiano.

O que está rachando ou nascendo no NÚCLEO da Terra?
Ao fechamento do círculo das doze estrelas?

O que temos? Um círculo com doze setores na borda, como doze portas dentro de um corpo de serpente oscilando.
E no centro, um círculo interno quebrado, com um código angular.

Na escala do ciclo de 360°, temos três arcos separados, cada qual com um valor, um tamanho angular, e que podem ser decodificados numa sequência numérica de três dígitos.

A ornamentação externa lembra padrões de arte pré-colombiana, asteca e maias, como as que existem em alguns templos e pirâmides. Ela se refere à vasta simbologia da SERPENTE EMPLUMADA naquelas culturas da Mesoamérica.

O anel externo com doze setores, como doze portas, faz associação indireta com a temática do calendário maia-asteca e seu ciclo de 20 selos ou tons de transformação.

Apocalipse 12,
As doze estrelas na coroa da Mulher, a Terra transformada, dando luz ao herói solar da profecia, ao Cristo cósmico e humano na nova consciência planetária.

O Zodíaco se alinhou nesta disposição do Apocalipse 12 em 23.09.2017.
E curiosamente, no livro de Enoque, o Zodiaco é comparado a um grande templo cósmico de DOZE PORTAS por onde entram e saem Sol, Lua e os demais planetas da mecânica astrológica.

Essa mesma simbologia é usada para referir-se à Jerusalém celestial, ou futuro Reino divino descido dos céus para a Terra (o mesmoa argumento maia da era do Sexto Sol – porque estamos na atual Quinta era, quinto sol terminando).

A arte crop circle existente no mundo pré-colombiano
O argumento da serpente emplumada

O estilo encontrado no crop circle de hoje, 18 de julho, em Woodcote Lane, é fartamente encontrado na arte pré-colombiana das culturas maia e asteca, seja em objetos de escultura, seja em templos e pirâmides (como a serpente ondulante).

Templo maia em Uxmal

Exemplos, o Templo maia de Uxmal e a própria Pirâmide de Kukulkan, em Chichen Itzá, possuem esse estilo de serpente ondulante em sua arquitetura – tal como aparece neste crop circle, estabelecendo de forma direta a conexão com aquela culturas e as profecia delas emitidas.

Pirâmide de Kukulkan, a Serpente emplumada
Serpente ondulante de duas cabeças, arte asteca

O código central

Antes de mais nada, foi no ano de 2004 que o primeiro crop circle de ornamentação pre-colombiana apareceu. Há 17 anos.

Unidade angular das portas: 20 graus

Para decifrar o código angular dos três arcos internos, sugerindo um núcleo ou ovo de energia que se quebra (e emite a energia da transformação, conforme a mensagem do crop circle) temos que avaliar a borda.
Cada porta, segundo minhas medições, vale 20 graus de arco.
E o espaço entre duas portas, 10 graus de arco.

Assim sendo, temos doze portas, que totalizam 12 x 20 = 240°
E os doze espaços intermediários, 12 x 10 = 120°
Soma final, 120 + 240 = 360 graus, o círculo completo.

Essa divisão nos permite calcular o tamanho dos arcos internos, que se alinham com as portas na borda (anel externo) como podemos ver:

Para decifrar o código angular dos três arcos internos, sugerindo um núcleo ou ovo de energia que se quebra (e emite a energia da transformação, conforme a mensagem do crop circle) temos que avaliar a borda.
Cada porta, segundo minhas medições, vale 20 graus de arco.
E o espaço entre duas portas, 10 graus de arco.

Assim sendo, temos doze portas, que totalizam 12 x 20 = 240°
E os doze espaços intermediários, 12 x 10 = 120°
Soma final, 120 + 240 = 360 graus, o círculo completo.

Essa divisão nos permite calcular o tamanho dos arcos internos, que se alinham com as portas na borda (anel externo) como podemos ver:

O arco maior abarca oito portas e sete espaços intermediários.
Calculando (8×20 + 7×10 = 160 + 70 = 230 graus)

O arco médio abarca quatro portas e três espaços.
Calculando (4×20 + 3×10 = 80 + 30 = 110°)

O arco menor abarca uma porta inteira, exatamente, valendo 20°

Os três arcos então, são: 230° – 110° – 20°
E eles somam 360°, o ciclo (230+110+20 = 360)

Isso já começa querendo dizer que o núcleo ou centro de energia do sistema representado pelo crop circle se parte em três: como a eclosão de um ovo.

E, de fato, no centro do crop circle, existe uma forma de sol de energia central.

Esses três números angulares, 230, 110, 20, fornecem o código-chave do crop circle.

Muitas interpretações podem ser tentadas a partir destes três números, que podemos reduzir (dividindo por 10) a 23 – 11 – 2 (números na forma inteira)

A primeira coisa que a intuição me falou foi sobre uma data.
Ano 23
dia e mês, 11 e 2, ou o inverso disso.

Duas datas possíveis (ambas em 2023)

11.02.2023
02.11.2023

Talvez alguma marcação de data que atualize a profecia maia de 2012, 11 anos a frente.
Quem sabe, a aproximação do objeto P 7X, algo relacionado com a aproximação máxima do objeto, sistema Nêmesis, cometa, etc e o IMPACTO final sobre a Terra, completando o argumento da profecia maia que anunciou o início da transformação planetária a partir de dezembro de 2012.

Uma súbita e imensa atividade solar, por exemplo, e terremotos (o Apocalipse 16 fala num super terremoto dividindo a grande cidade em TRÊS PARTES – exatamente como o nucleo central aparece dividido. O Big ONE? Uma sucessão de fortes terremotos em todas as partes, mais os grandes vulcões despertando?)

Pode ser que o ano de 2023 realmente apresente uma incrível aceleração de todo o processo de transformação planetária, já em andamento desde 2012, diante de todos nós.

Aqui, a profecia maia se alinha com o Apocalipse, daí a associação com as doze portas do modelo crop circle. Apocalipse 12, o início das dores da Mulher (a Terra, Mãe Gaia).

O sistema solar interno

Os planetas internos, os mais próximos do Sol, são esferas de rocha sólida e includem Mercúrio, Vênus, Terra, e Marte. Os planetas internos foram constantemente bombardeados por asteróides e meteoritos durante seus primeiros 600 milhões de anos de existência.

Temos um Sol interno no crop circle, e ao redor, três arcos angulares em círculos diferentes, mas concêntricos, e pela relação com os números, a ordem seria, de dentro para fora:
11 – 23 – 2

E as órbitas de Mercúrio, Vênus e Terra!
Mais uma vez, a Terra está relacionada ao processo descrito pelo crop circle: o núcleo de energias que se rompe. A serpente oscilante, ondulação de energia, gravidade, energia solar, sísmica, etc.

A Serpente Emplumada e o Sol central
O Sexto Sol

Notamos que, no centro do crop circle, dentro do anel interno partido em três, existe um Sol desenhado com o trigo amassado.
Isso representa o núcleo de energia, a transformação planetária, o Novo Sol da profecia maia.

Em escala planetária, a profecia maia declarou que, A PARTIR DE 2012, o núcleo da Terra passaria a receber energias vindas de certos alinhamentos cósmicos e objetos se aproximando do Sol neste período em diante, e por isso, despertaria suas forças ocultas, rumo à transformação da Terra, o que significa, naquela leitura profética, a Serpente ganhando asas e voando (a representação alquimista do mundo pré-colombiano).

A dinâmica toda é essa, a serpente telúrica que dormia em seu ninho, no núcleo da Terra, acordaria conforme as flechas do céu, Sistema solar em alinhamento, e subiria à superficie para renovar tudo, transformar tudo, antes de ganhar asas e voar para o Sexto Sol na futura era!

Rodas do tempo

Três números aparecem no codigo central deste crop circle da profecia maia.
Para mim, inicialmente, sugerem uma data.

Três números aparecem no codigo central deste crop circle da profecia maia.
Para mim, inicialmente, sugerem uma data.

Muitos modelos modernos deabordagem do calendário maia representam suas engrenagens como rodas dentadas, se conectando com outras rodas, como nas engrenagens de um relógio.
Algo semelhante com o modelo deste crop circle.

Por exemplo, O tzolkin é combinado com outro calendário de 365 dias (conhecido como haab, ou haab’), para formar um ciclo sincronizado durando 52 haabs, chamado de roda calendárica. Ciclos menores de 13 dias (a trezena) e 20 dias (a vintena) eram componentes importantes dos ciclos tzolkin e haab, respectivamente.

São rodas menores dentro de rodas maiores, criando ciclos de tempo encadeados, num modelo altamente complexo que funciona perfeitamente para ilustrar os ciclos cósmicos dentro daquele que é considerado o calendário mais perfeito do mundo.

A sequência numérica 23.11.2 da decodificação interna, eu sugeri inicialmente uma data – já que a profecia maia fala essencialmente de calendários e flechas temporais de transformação. É sua principal orientação, o tempo, a combinação entre tempo e transformação cósmica via agentes profeticamente anunciados.
Mas podem haver outras conexões com estes números.

Woodcote Lane cc Coordenadas celestes no código do novo crop circle?

Sistema equatorial de coordenadas é um sistema de coordenadas celestes que tem como plano fundamental o equador celeste, sendo amplamente usado para mapear corpos celestes. Possui duas variantes, o Sistema Equatorial Local, que depende do observador e tem como coordenadas a declinação e o ângulo horário e o Sistema Equatorial Universal, tendo como coordenadas a declinação e a ascensão reta.

longitude geográfica
é o ângulo medido ao longo do equador da Terra, tendo origem em um meridiano de referência (o meridiano de Greenwich), e extremidade no meridiano do lugar.
Na convenção usada em astronomia, varia entre -12h (Oeste) e +12h (Leste).

latitude geográfica
ângulo medido ao longo do meridiano do lugar, com origem no equador e extremidade no zênite do lugar. Varia entre -90° e +90°. O sinal negativo indica latitudes do hemisfério sul e o sinal positivo hemisfério norte.

Definição astronômica de latitude: A latitude de um lugar é igual à altura do pólo elevado (hP)


Dito isto, os três números encontrados no código dos arcos dentro do crop circle poderiam também se referir à coordenada de declinação e ascensão reta.
No caso, pela ordem dos arcos, de dentro para fora, os números para RA seriam:
11h 23m 02sm
enquanto que o valor interno 9-9 (do Sol no centro do objeto) refere-se genericamente às coordenadas de declinação (+-90°)

Pensei no objeto P 7X, que atualmente (segundo o programa SN8 PRO) teria sua RA em
20h37.5m

Tivemos um crop circle na Polônia que parece ilustrar o misterioso objeto em forma de cometa.
Então, essas coordenadas podem fazer algum sentido, afinal, foram colocadas dentro da cidade de doze portas (Zodíaco) em estilo ornamental maia (o calendário e suas profecias) vinculando este ou outro objeto que se aproxima com os lances finais daquela cosmologia de transformação planetária.

JP em 18.07.2021

A Cidade de Doze portas e o Edifício de nove andares

Este recente crop circle inglês, do dia 18 de julho, é repleto de códigos.
Além do código mais evidente dos três arcos internos, existe, no centro de toda a engrenagem das rodas, um tipo de SOL com duas rodas entrelaçadas, cada qual com nove dentes.

O padrão 9-9 eu já tinha identificado no ano passado, 2020, em uma série de crops circles com esta definição (9-9) de variadas formas.
E a data escolhida, 18, é a soma 9+9.

Escrevi matérias sobre este padrão 9-9 na forma de um CONTATO, que agora retorna em 2021.
Na dinâmica do crop circle maia e as rodas calendáricas do tempo, encontramos duas referências bem amplas sobre os números 12 e 9-9 (18).

O Universo foi mapeado pelos antigos dentro do plano do Zodíaco, a grande cidade das doze portas, modelo de Universo onde os planetas ao redor do Sol compõem a mecânica do Sistema solar.

Essa é parte do modelo.
A Outra parte fala de um edifício de 9-9 andares, na imagem da Árvore da Vida ou Árvore Sefirótica, que define nove andares superiores (céus) e nove andares inferiores (Inferno, regiões inferiores).

A leitura de Dante Alighieri (Divina Comédia) e a viagem pelo poeta aos céus e aos infernos em busca de sua alma gêmea (Beatriz) e da própria redenção coincide precisamente com a cosmologia do Universo de nove andares superiores e nove andares inferiores, conhecida entre os maias e os hebreus.

Tanto que a grande pirâmide maia de Chichen Itzá tem precisamente nove andares! Representando os andares ou dimensões do Universo, e para cada dimensão superior, se entrelaça uma dimensão inferior, igual e inversa, nas relações simétricas do próprio Universo dual.

O código 9-9 identificado ano passado retorna neste modelo crop circle.
E aqui, ele representa o eixo do Universo, que tem 18 andares.
E a seu redor, uma infinita cidade de doze portas – o Zodíaco.

E o código central dos três números: 2 – 11 – 23, encontra uma sintonia que foi marcada no crop circle, como uma data – já que estamos falando do relógio cósmico planetário-solar!

Grande a Sabedoria e o Conhecimento antigo sendo resgatado por estas mandalas de pura simbologia universal, reconhecida em todos os mundos…

Códigos numéricos crop circle

Muitos crops circles se entrelaçam em significado quando identificamos os mesmos códigos numéricos presentes.
Por exemplo, o código 9-9, que comecei a identificar na temporada 2020 a partir do primeiro objeto que apareceu na Inglaterra, o Anjo (dia 25.05.2020) com o padrão 9-9 nas asas (número de penas).

Depois, ao longo da temporada 2020, esse padrão se repetiu diversas vezes, na forma de um contato identificado. Porque na época eu anunciei o padrão 9-9, e que ele poderia se repetir.
E foi mesmo, repetido diversas vezes.

Já na temporada presente, 2021, ele retorna.
E as interpretações seguem tangenciando aquelas anteriores.

Na Polônia, dia 13 de julho, apareceu essa misteriosa sequência de círculos, em 5 grupos de numeração 23535. Uma cadeia de mutações virais (Covid 19), um desenho do objeto P 7X, planeta cometa se aproximando da Terra, ou um código estelar com endereço nos catálogos oficiais da Astronomia, indicando futuros eventos no céu…

Onde o código 9-9 aparece?
Primeiro, na soma dos círculos totais: 2+3+5+3+5 = 18 (9+9)
Segundo, na divisão exata de 25353/9*9 = 25353/81 = 313.

O padrão 3-1-3 foi exibido no crop circle de 8 de julho, que eu chamei Roswell crop circle, por se parecer com um UFO e até com peças de um UFO espalhadas… data que marcou 74 anos de aniversário do evento nos USA.

Por fim, o recente crop circle de 18 de julho (9+9 na data), que retoma o código 9-9 no centro da engrenagem temporal do calendário maia, onde o relógio é o sistema solar, e os ponteiros, os astros em movimento na cidade de doze portas e edifício de 9+9 andares.
E no centro, três arcos angulares, que transformados em números, geraram 23, 11, 2.

Alto Conhecimento aqui.
Vamos conservar estes códigos para comparações em futuros crops circles.

JP em 19.07.2021

Comentários
Botão Voltar ao topo