O monolito de Gobekli Tepe e a mensagem da Lua e da Arca de Noé!

Um bloco de metal foi encontrado em Sanliurfa perto de Göbeklitepe, conhecido como o ponto zero da história.

Şanlıurfa, frequentemente chamada simplesmente Urfa, é uma cidade e distrito (em turco: ilçe) do sudeste da Turquia. É a capital da província homónima e faz parte da Região do Sudeste da Anatólia.
37° 09′ N 38° 47′ E

Um bloco metálico de 3 metros de comprimento e 45 centímetros de largura com três lados nas horas da manhã foi encontrado em um campo perto de Örencik Mahallesi, próximo de Göbekli Tepe, que é descrito como o ‘ponto zero da história’ com seus 12 mil anos história, em Sanliurfa.

Gobekli Tepe

A cidade foi e é conhecida por vários nomes. Na Antiguidade clássica foi conhecida sobretudo como Edessa (em grego: Έδεσσα), um nome dado pelos Selêucidas que foi comum até ao período otomano.

De acordo com Bar Hebreu, Urhai (Edessa) foi a menor das cento e oitenta cidades fundadas na época do patriarca bíblico Enoque.
As três cidades fundadas, após o Dilúvio, por Nimrod, Erech, Ácade e Calach são identificadas por Bar Hebreu com, respectivamente, Urhai (Edessa), Nísibis e Selêucia.

(Enoque, cidades pós diluvianas, tudo isso é muito relevante como simbologia na história dessa cidade escolhida pelo monolito).

O Exército local foi acionado

As forças de segurança estão investigando quem ou por quem o bloco de metal, escrito no alfabeto de Göktürk.

Os moradores do bairro que viram o bloco de metal erguido no campo informaram a gendarmaria sobre a situação.
Gendarmaria simplesmente é uma força militar, encarregada da realização de funções de polícia no âmbito da população civil. Os seus membros são designados “gendarmes”

Enquanto as equipas da gendarmaria, que se deslocaram à região com o aviso, se preocuparam com o ambiente, as equipas da Direção Provincial de Cultura e Turismo também examinaram o bloco.

As forças de segurança local iniciaram um estudo para determinar por quem e com que finalidade o bloco de metal foi ali instalado, o que chamou a atenção por sua semelhança com os monólitos anteriormente encontrados nos EUA e na Romênia. (DHA)

Animal esculpido nos monolitos de Gobekli Tepe

De acordo com a reportagem, o monólito foi encontrado em uma fazenda perto da região de Göbekli tepe, com um texto escrito na escrita turca antiga.

No dia 05 de fevereiro de 2021.
Tem três metros, é inteiramente branco prateado, e em estrutura triangular.

O texto diz:
‘Se você quiser ver a Lua, olhe para o céu.’

Foi escrito no alfabeto Göktürk.
Perto de Gobekli Tepe, o ponto zero.
O ponto zero é o ponto de origem da história.
(Se quiser mais informações sobre Gobekli Tepe, veja link abaixo)
***********************

Interpretando o monolito
Primeiramente, em relação ao local onde apareceu.

Tanto a cidade de Edessa (atual Sanliurfa) como a proximidade com Gobekli Tepe nos levam aos contos do Dilúvio. Porque Gobekli Tepe se estima, seja o primeiro núcleo de civilização construído por Noé e sua família após a saida da Arca, que encalhou no monte Ararat, Turquia.

Monte Ararate

O próprio Gêneis 8 fala que Noé realmente construiu um Altar em honra ao Senhor depois que saiu da Arca, e um Altar exige um templo. As ruínas de Gobekli Tepe mostram semelhança com um templo, e seus símbolos e desenhos esculpidos nos MONOLITOS mostram animais, constelações e sacerdotes!
(os Animais da Arca, as constelações do céu na época).

Uma espécie de Stonehenge, a mais antiga do mundo conhecido.

Göbekli Tepe (Monte com Barriga ou Monte com Umbigo em turco) é o topo de uma colina onde foi encontrado um santuário, no ponto mais alto de um encadeamento montanhoso que forma a porção mais a sudeste dos montes Tauro, a aproximadamente 15 km a nordeste de Şanlıurfa (Urfa) no sudeste da Turquia.

Leia também  Incrível registro de três naves desconhecidas filmadas na superfície da Lua

As dimensões do monolito

Um monolito metal, triangular e maior em volume do que os monolitos triangulares tradicionais.
A base triangular de medida 45 centímetros (um triângulo equilátero) por uma altura de 3 metros.

Um monolito que comportaria facilmente um corpo humano em seu interior… isso me lembra as relações com a geometria de tetraedros e pirâmides em tecnologias de teletransporte, já estudadas e analisadas aqui.

A mensagem do monolito

O idioma é o Göktürk, falado pelos antigos Gokturks, cujos caracteres são muito alinhadas com as antigas runas celtas.

Alfabeto antigo Gokturk

O autor da mensagem teve o cuidado de colocar o texto em cinco palavras e dezoito caracteres ao todo.
O que é incrível porque cinco é o número oculto da Lua na Astrologia da correspondência setenária (a maioria dos astrólogos convencionais ignora isso) e dezoito, no Tarot, é o Arcano da Lua!

A quinta cor do Arco-Íris é o azul, tom lunar dentro da escala cromática, o que tem relação com os antigos turcos vinculados a este idioma.

Os seres azuis de Sirius envolvidos aqui?
Pelo menos, a mensagem vinculada ao monolito e a Lua possui elementos muito bem definidos de Cabala e Astrologia Oculta.

Lembrando que, no dia 24 de outubro de 2020, na Turquia, tivemos um registro da Lua cheia totalmente azul em vídeo.


Conexões?
E que, no dia 28 de janeiro de 2021, recentemente, um monolito apareceu, em pé, do lado da Lua cheia.

E outra possível conexão com a mensagem deste monolito, a Lua e a arca de Noé.
Segundo o Gênesis 8, Noé e sua família saíram da Arca no dia 27 do segundo mês, e o equivalente desse dia no nosso calendário é o próximo dia 27 de fevereiro, o segundo mês do ano, e neste dia, a Lua entra na fase cheia.

E no segundo mês, aos vinte e sete dias do mês, a terra estava seca.
Então falou Deus a Noé dizendo:
Sai da arca, tu com tua mulher, e teus filhos e as mulheres de teus filhos.
Todo o animal que está contigo, de toda a carne, de ave, e de gado, e de todo o réptil que se arrasta sobre a terra, traze fora contigo; e povoem abundantemente a terra e frutifiquem, e se multipliquem sobre a terra.
Então saiu Noé, e seus filhos, e sua mulher, e as mulheres de seus filhos com ele.

Gênesis 8:14-18

Com tantos sinais estranhos acontecendo de uns tempos para cá em episódios de Lua cheia, e com este monolito cuja mensagem fala de olhar para a Lua no céu… monolito este plantado no sítio mais antigo da Terra, associado ao primeiro núcleo de civilização pós Dilúvio, não longe do Monte Ararate onde a Arca encalhou, Turquia… talvez essa data, 27 de fevereiro, também deva ser assinalada no nosso cronograma de observações.

Os Göktürks , turcos celestiais ou turcos azuis eram uma confederação nômade de povos turcos na Ásia interior medieval . Os Göktürks, sob a liderança de Bumin Qaghan (d. 552) e seus filhos, sucederam ao Rouran Khaganate como a principal potência na região e estabeleceram o Turkic Khaganate, uma das várias dinastias nômades que moldariam a futura geolocalização, cultura e crenças dominantes dos povos turcos.

Göktürk 
petroglifos da Mongólia (6 a 8 de cento AD)

Göktürk significa “turcos celestiais”, ou às vezes “turcos azuis” (ou seja, porque o azul do céu está associado aos reinos celestiais). Isso é consistente com “o culto do governo celestial ordenado”, que era um elemento recorrente da cultura política altaica e, como tal, pode ter sido absorvido pelos Göktürks de seus predecessores na Mongólia.

Turcos celestiais? Turcos azuis? A referência aos seres azuis de Parravicini, aos seres celestiais, os verdadeiros deuses e aliens superiores envolvidos com estes monolitos, crops circles e tudo mais?
A conexão me parece evidente.

Parravicini nos revela que estes seres azuis seriam os responsáveis pelo Novo Êxodo da humanidade.

O significado de Gobekli Tepe

Leia também  A Alegria que Buda desprezou

Göbekli Tepe (Monte com Barriga ou Monte com Umbigo em turco)

Essa é uma relação com os começos, a barriga, o ventre, as origens.
Cuzco, no Peru, por exemplo, tem lendas associadas ao simbolismo das origens, como a cidade que considerada o umbigo, o centro, a origem do reino inca.
E o mais antigo centro urbano da América do Sul.

E foi chamado, como Gobekli Tepe, de Umbigo:
O umbigo do mundo.

Isso nos vincula com a simbologia da Lua e um novo recomeço para a humanidade.
Na Magia astrológica, a Lua é o astro que rege os nascimentos e os renascimentos, os começos e os recomeços. O embrião da futura humanidade já se desenvolvendo no Universo Mãe…

Estamos vivendo um final de ciclo e tempos difíceis de transição planetária.
E se Gobekli Tepe testemunhou o começo desta civilização, muito antes da Suméria lá na Mesopotâmia, descendo as montanhas para os vales férteis, isso tem uma relação de RECOMEÇO DE CIVILIZAÇÃO.

A mensagem diz:
‘Se você quiser ver a Lua, olhe para o céu.’

Termos em turco
Lua (AY), Céu (cennet), olhar (bak)

Outro detalhe relevante: a Bandeira da Turquia tem uma Lua crescente, junto com uma estrela.
A estrela pentagrama costuma representar Vênus na simbologia antiga.
Uma estrela ou … um UFO perto da ua na relação com a bandeira?

A origem exata da Bandeira da Turquia é desconhecida. Sabe-se que seu emblema, uma lua e uma estrela brancas, adotados em 1876, são basicamente os símbolos do Islã, religião predominante e utilizado em vários lugares da Ásia Menor, muitos anos antes.

O monolito é totalmente branco prateado, e este padrão de cores está associado com a Lua nas conexões astrológicas, e é sua cor natural, quando cheia e límpida.

Do ponto de vista astronômico, exatamente hoje, 5 de fevereiro, a Lua se encontra minguante e dentro da constelação de Libra, e sua próxima mudança de fase será exatamente no dia do grande alinhamento planetário previsto, dia 11 de fevereiro, quando ela muda para Nova.

Olhar para o céu… neste dia?
Para ver a Lua e algo mais? Sinais, UFOs, e UFOS em forma de monolitos?
Eventos cósmicos, planetários e ufologicos no dia 11, o dia da Lua Nova?

Olhe para o céu, veja a Lua e o sinal de um novo recomeço, um novo Êxodo anunciado pelos monolitos.

A Lua é associada a Grande Mãe, o recomeço de tudo, nova vida.
Inclusive sua forma crescente já foi associada ao casco curvo dos navios antigos, e os navios antigos associados à Barca de Pedro, Igreja como Arca, Arca de Noé e os planos de salvação.

Olhar para o céu e procurar a Lua tem muitos significados subjacentes e paralelos, além dos meramente astronômicos ou ufológicos como possível sinalização junto da Lua nestes próximos dias.
Todos estes significados devem ser compreendidos num único contexto.

Eis o alvo desta mensagem.

Olhe para o céu, e veja a Lua… e os sinais de um novo começo

Assim estão sinalizando os monolitos verdadeiros.

E parece que a mensagem deste monolito já começou a valer desde o dia 28 de Janeiro, quando alguém captou um monolito parado… do lado da Lua.

Então, a mensagem do monolito parece já estar se cumprindo desde este dia… quem procurou a Lua no céu neste dia, viu um monolito parado em pé do lado dela.

Video completo
(considere a partir do minuto 22:22)

Desde algum tempo, referi que os monolitos faziam uma indicação simbólica com a Arca de Noé.
E o monolito de hoje, na Turquia, acaba de demonstrar isso.

A matéria abaixo é do dia 06.01.2021, um mês exato atrás.

Sobre Gobekli Tepe:

JP em 05.02.2021

Comentários
Compartilhar