Nova varredura na Grande Pirâmide muda antiga teoria sobre sua origem

A maioria dos arqueólogos acredita que o antigo monumento de 4.500 anos foi construído para o Faraó Khufu ao longo de duas décadas. Entre as Sete Maravilhas do Mundo Antigo, é a única que ainda está praticamente intacta e tem um peso estimado de aproximadamente seis milhões de toneladas, dos 2,3 milhões de blocos de calcário usados. 

Existem várias teorias sobre as técnicas de construção da Grande Pirâmide (clique aqui para ler), mas as hipóteses mais aceitas são baseadas em mover cada um desses blocos de pedra de uma pedreira próxima e colocá-los no lugar.

Mas, Peter James diz que isso é “um absurdo”.

O engenheiro estrutural passou os últimos 14 anos trabalhando na preservação dos edifícios históricos e templos do Egito com sua empresa Cintec, mais recentemente a Pirâmide Escalonada, que foi reaberta este ano. 

Ele disse ao Express.co.uk: “Se você construir uma casa, o que acontece é que você vai ao local e coloca as fundações, então elas determinam a forma da casa.

“Começam nos quatro cantos, sobem e depois preenchem entre eles.

“Todo o edifício sobe em massa e fica nivelado. Isso é exatamente o que eles fizeram com a Grande Pirâmide.

“Todo mundo se envolve com o pi, as estrelas e os ângulos externos, mas é tão simples que chega a ser ridículo.”

O Sr. James, que é o autor de ‘Salvando as Pirâmides: a Engenharia do Século XXI e os Monumentos Antigos do Egito’, explicou por que acreditava que os egípcios não eram muito diferentes dos construtores de hoje.

Ele acrescentou: “A Grande Pirâmide tem 230 metros de comprimento e aproximadamente 150 metros de altura. 

“Contanto que um bloco entre e tenha a mesma altura de subida, você pode começar nas quatro curvas e subir totalmente nos mesmos 45 graus.

Fonte

Veja também:

Comentários
Compartilhar