Inteligência Artifical consegue saber se é Covid-19 pela tosse

Uma equipe de investigadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) descobriu uma maneira de detetar se uma pessoa tem covid-19 só pelo som da sua tosse. Os engenheiros recorreram à ajuda da Inteligência Artificial para desenvolver este método, descrito num estudo publicado recentemente na revista científica IEEE Journal of Engineering in Medicine and Biology.

A ferramenta usa redes neurais que podem detetar as mudanças sutis na tosse de uma pessoa que indicam se ela está infetada, mesmo que não tenha nenhum outro sintoma. De acordo com os investigadores do MIT, até os pacientes assintomáticos podem ser identificados através da tosse.

A diferença entre a tosse de uma pessoa saudável e a tosse de uma pessoa infectada com o novo coronavírus é impercetível ao ouvido humano. O algoritmo é bastante eficaz, reconhecendo 98,5% dos pacientes infetados com covid-19. No caso dos pacientes assintomáticos, teve uma eficácia de 100%, escreve o Gizmodo.

Esta tecnologia tem o potencial de ser usada na triagem diária de estudantes, trabalhadores e público, conforme escolas, empregos e transportes reabrem”, escrevem os cientistas, citados pela BBC.

A rede neural mede sons associados à força das cordas vocais, enquanto outra deteta pistas relacionadas com o estado emocional da pessoa, como a frustração. Uma terceira rede ouve mudanças subtis no desempenho pulmonar e respiratório. Os investigadores combinaram os três modelos e sobrepuseram-nos a um algoritmo para detetar degradação muscular.

Os cientistas do MIT alertam que, mesmo com o nível de precisão conseguido, as pessoas não devem usar esta IA como um substituto para o teste de covid-19. Também afirmaram que não foi desenvolvida para diagnosticar pessoas que estão a manifestar ativamente os sintomas de covid-19.

Ainda assim, esta tecnologia pode desempenhar um papel vital como ferramenta de triagem para o vírus. A equipa de investigadores está a desenvolver uma aplicação grátis que pode ser usada como uma ferramenta conveniente de pré-triagem para indivíduos que não apresentam sintomas, mas temem estar infetados.

Fonte

Veja também:

Comentários
Compartilhar