Arquivo Crop Circle IV – mensagens venusianas

Anúncios do Segundo Sol nos crops circles

Crop circle importante, de 8 de Julho de 2008. Provavelmente a representação simples do Segundo Sol ou estrela Nêmesis, a companheira invisível do Sol (tanto que ela aparece escura, invisível, diferente do Sol, no disco central, que está claro). Ao seu redor, 40 pontos em órbita… esses pontos podem representar os asteroides, meteoros, cinturão de Van Allen ou a Nuvem de Oort… e todos os argumentos sobre o atual efeito bilhar nos meteoros do sistema solar… resta dizer que 40, na linguagem bíblica, é símbolo de penitência (40 dias na Arca, 40 dias no deserto, etc).
E o nome da Estrela, Absintho, significa Amargura no mesmo sentido do número 40, penitência ou purificação (pelo fogo).
Porque, o que a água já não limpa mais, o fogo com certeza limpará!

POR QUE acredito na iminência de um CÓDIGO FINAL?

Bem, desde o início do fenômeno crop circle composto por mensagens inteligíveis sem serem meros círculos, anéis ou grupos de círculos, este ano (2019) alcançamos o 30° ano do fenômeno (entrando no ciclo de Saturno).

Abaixo, você vê a imagem do PRIMEIRO PICTOGRAMA CROP CIRCLE composto por uma mensagem em código: ele aconteceu no dia 23 de Maio de 1990, em Chilcomb Farm, Cheesefoot Head, na Inglaterra.

Esta foi a PRIMEIRA IMAGEM COLOCADA PELOS EXTRATERRESTRES NO SENTIDO DE COMPOR UMA LONGA SÉRIE DE IMAGENS E MENSAGENS, como quem escreve um livro, palavra por palavra, capítulo por capítulo.

Neste ano de 2019, entramos no capítulo 30.
Porque 29 anos se completaram em maio de 2019.

A primeira imagem fala de um sistema duplo ligado por um eixo central e o padrão 11:11, que os esotéricos costumam chamar de PORTAL DO TEMPO.

Curiosamente, no Apocalipse 11:11, o registro sobre a morte e ascensão das duas testemunhas de Deus numa nave, nuvem brilhante.

São duas entidades ligadas por um eixo, podem ser dois planetas, Terra e Vênus, e pode ser junto com isso duas estrelas, o nosso Sol e o Sol Sírio, dando uma impressão acêrca da identidade oculta dos mestres extraterrestres por trás destas formações. Ou Sol-Nêmesis, sistema solar binário.

Este é ano 30 das mensagens, já se passaram 29 anos desde 1990, e o fenômeno nunca foi interrompido, pelo contrário, ele só cresceu em número e complexidade das figuras. E o principal, as figuras sempre seguiram uma linha contínua de lógica, uma continuidade de mensagem, como palavras em série numa frase inteligível.

E até hoje, o fenômeno que, começando na Inglaterra pelos idos dos anos 1970 a 1980, na forma de círculos, anéis e outras figuras simples, assumindo então o caráter de linguagem pictográfica a partir dos anos 1990, se estendeu para diversos países do mundo, inclusive o Brasil, continua sem “explicação oficial”.

A explicação real é aquela que todos nós sabemos, mas as autoridades insistem em não reconhecer: TRATA-SE DE UM EFETIVO CONTATO COM AS INTELIGÊNCIAS EXTRATERRESTRES.

O Código Final nos leva a uma concretização desse contato.
Houve inclusive outro paralelo que estabelece a duração de 26 anos. Foi em relação à mensagem enviada por cientistas em Porto Rico, no Telescópio de Arecibo, no dia 18 de Novembro de 1974, e que foi respondida por um par de crops circles no campo de Chilboltom, Inglaterra, bem diante de um rádio telescópio, no mês de Agosto de 2001, 26 anos e 9 meses depois.

Para quem estuda o fenômeno, como eu, a imagem acima é uma referência forte, e uma direção certa do teor do código final, que nunca saiu da linha iniciada em 1990, apenas se expandiu e assumiu complexidade.
Rumo a conexão final que revelará um contato (reservado).

JP em 17.09.2019

Série Crops Circles fantásticos

O Gato alado de 2016
No dia 21 de Julho de 2016, Inglaterra, este maravilhoso crop circle apareceu, plenamente amparado sob simbologias egípcias e cabalísticas.
A face do gato se relaciona a deusa egípcia Bastet, relacionada aos eclipses solares, à maternidade, gestação e nascimentos. Uma deusa protetora da maternidade (raio da Lua, guardiões).
A face da deusa foi ornada com par de asas de escaravelho, outro símbolo sagrado do antigo Egito, que assinala o deus Khepri, deus do Sol nascente, e significa o retorno do Sol, ou a ressurreição.
Cada asa tem 16 penas, e duas se somando em uma só na base: total, 33 penas.
Ora, o número-mestre da maçonaria e a idade de Cristo quando ressuscitou, representando a mesma coisa que os símbolos egípcios. Um conhecimento linear acontecendo aqui.
Mas o detalhe que poucos percebem é este:
Repare nos elementos da face do gato.
Ela se coloca debaixo de um Sol eclipsado.
Na testa, uma letra V e um raio que, descendo do eclipse, parece penetrar na cabeça do gato.
O nariz do gato tem um formato de pirâmide, enquanto que a boca, debaixo do nariz, um formato de sepulcro ou sarcófago.
Ou seja, a mensagem sutil e poderosa das pirâmides que canaliza energia dos eclipses e alinhamentos cósmicos para introduzir nos sarcófagos e promover a ressurreição mística do faraó.
Por isso, a conexão com a deusa gato (dos eclipses) e o deus escaravelho (dos renascimentos).
Porque, para eles, pirâmides eram (e continuam sendo) máquinas de ressurreição.
Porém, como não deixaram manual de instruções, atualmente elas não passam de montanhas de pedra para a arqueologia capenga.

JP em 26.09.2019

Série crops circles fantásticos
Assinatura dos Venusianos

O primeiro crop circle pentagrama, representando o modelo de revolução sinódica do planeta Vênus a desenhar nos nossos céus um pentagrama a cada 8 anos (terrestres) apareceu em 4 de setembro de 1993, e foi chamado Mandala Bythorn, por causa do local onde apareceu, na Inglaterra.
Ele trouxe um pentagrama com dez pétalas *alusão ao chakra manipura, que pertence ao planeta Vênus na escala dos sete planetas relativas aos chakras, e inseriu duas órbitas ao redor do núcleo solar, alusão à órbita venusiana.

Símbolos assim sempre apareceram nos campos de cultivo da Inglaterra, desde 1993, de modo que o pentagrama se tornou como uma espécie de assinatura anual nas temporadas em curso.

Porém, um destaque para este crop circle, de 1998, 4 de julho, 5 anos depois de 1993 e o primeiro modelo.

Ele é composto por dois pentagramas idênticos, um sobreposto ao outro, formando dez pontas. E reproduz a simbologia dual de Vênus, como era conhecida na antiguidade, desde os romanos até os maias. Os romanos chamavam Vênus matutina de Lúcifer, e Vênus vespertina de Vésper, derivando daí o termo para Vênus poente.

Ou seja, o mesmo planeta Vênus, se colocando antes do nascer do Sol ou depois do por do Sol, conforme o ângulo de posição do astro em relação a Terra. Os maias já sabiam desse efeito astronômico, entre tantos outros.

Este crop circle também dispôs, junto das duas estrelas sobrepostas, um Sol central e duas órbitas, com relação a órbita de Vênus, e o anel externo sugerindo a órbita ou campo de translação da nossa Terra.

Mas o que mais impressiona neste crop circle em particular são as três assinaturas ao redor do mesmo.
Duas delas relacionadas diretamente a símbolos venusianos, como o Tau cristão e o Ankh (cruz ansata) egípcio.

O outro símbolo é uma espécie de chave que aparece desde 1990, quando os pictogramas começaram na Inglaterra.
E repare, este belo pentagrama apareceu depois de oito anos (terrestres) desde o início das mensagens pictográficas em 1990 (1998)

Oito anos na Terra é o tempo em que Vênus volta para a sua posição de pentagrama no céu!

Ou seja, sem sombra de dúvida, Venusianos são os autores principais destas mensagens ao mundo.
O que eu não entendo é como tantos pesquisadores sérios do fenômeno ainda não deram conta disso, e ficam falando em arcturianos ou pleidianos envolvidos… o que está bastante incorreto. Pelo menos, tal declaração não é sustentada pelo estudo e pesquisa serial dos objetos, talvez mais pela fantasia mística de alguns grupos.

UFOs e Piramides – Analogias

O Ufo Pirâmide

Crop circle de 7 de Junho de 2007, Inglaterra.

Uma nave em forma de triângulo ou mesmo piramidal, mergulhando em portais do Sol, o que explica tantas aparições estranhas de UFOs diante das lentes da SOHO.

UFOs triangulares e até piramidais tem sido avistados no mundo inteiro.

Sabendo que a Pirâmide é uma clássica geometria da famosa Merkabah dos deuses, que traz um sentido não só de veículo espacial, mas também de maquinário de abertura de dimensões, então estas imagens e mensagens crop circle dão uma boa noção do nível tecnológico dos nossos instrutores…

Porque tanto UFOs como Pirâmides acionam, de modos diferentes, passagens dimensionais. Enquanto o UFO precisa do movimento para isso, a Pirâmide imóvel aproveita as energias da Terra e dos alinhamentos cósmicos para realizar a mesma coisa.

Então, o que consideramos?
UFOs e Pirâmides participam de tecnologias análogas, direcionadas a um mesmo propósito!

JP em 19.10.2019

A primeira representação das Plêiades

Esta imagem é uma foto rara, não existe na Internet, porque eu a extrai do meu arquivo particular, de uma publicação francesa de 1997 intitulado (o livro) “L’INEXPLIQUÈ”, autoria de Robert Laffont, no capítulo “Círculos de Cultivo”.
Trata-se de um registro ainda dos anos 1980, num campo da Inglaterra, da primeira formação (entre outras posteriores) a retrata o traçado da constelação das Plêiades.

A mensagem adicional é que a Lua crescente foi colocada ao lado dela, com uma sugestão:
O primeiro e o último, ou seja, o primeiro grupo de astros, o mais distante, e o último astro, o mais próximo, a Lua, a enviar energias especiais para a Terra.

Sem a Lua, não teríamos a vida como a conhecemos.
E sem as Plêiades também, que aparece assinalada, em muitas culturas antigas, como a fonte espiritual do nosso mundo orgânico… se Sirius é a capital da Luz, nas Plêiades parece residir a fonte do primeiro alento espiritual que nosso mundo recebeu, o que deve elevar e muito a hierarquia dos Pleidianos, fato aproveitado por muitos místicos e canalizadores modernos.

Inclusive passagens importantes da Bíblia confirmam essas teorias.
Não somente Sirius, mas a identidade das Plêiades costuma também aparecer nas formações crop circle.
E aqui temos a primeira de todas na Inglaterra!

JP em 24.10.2019

O Magnífico Portal do Espírito no crop circle

Arrebatamento via teletransporte na mensagem do crop circle?

Crop circle do dia 01 de Agosto de 2007, Inglaterra.
Portal do tempo… temos 144 triângulos na borda (número bíblico, número maia) e giro 13.
Isso porque em cada anel temos 36 triângulos, e nos quatro níveis, isso produz 4×36 = 144.
Sim, de 13 em 13 vértices, os triângulos internos desta formação se realinham, dando a sensação de um túnel em movimento – o conceito de PORTAL.

O número 13 fala em morte, transformação, passagem da matéria e consciência de um nível para outro.
E a matéria se desfragmenta, se “descubifica” de sua estrutura 3D e uma estrela aparece no centro, sugerindo outro processo, o Teletransporte. E no centro, a estrela branca de seis pontas.

A porta ou túnel Sol-Estrela (Sirius). A reunião dos 144 mil no Templo da Estrela Mor?
Arrebatamento, resgate, colheita espiritual, números alinhados com o Apocalipse, e desde o começo do fenômeno crop circle, soubemos que as coordenadas dos Extraterrestres, em cada detalhe, estavam e estão totalmente relacionadas com as páginas proféticas da Sabedoria antiga.

A imagem deste crop circle é um túnel cujos números sinalizam 144 mil.
E afirma que o arrebatamento famoso dos 144 mil será feito por teletransporte.
UFOs tem essa e outras tecnologias pelas quais os cientistas modernos dariam a vida…

JP em 18.11.2019

O Crop Circle da Matriz Divina

E falando em Matriz Divina (Cubo de Metatron), sabendo que praticamente todos os recortes geométricos que dão base aos crops circles tem saido da mesma matriz divina, que a Geometria Sagrada explorou muito no passado, com suas raízes especiais e relações entre padrões matemáticos, sonoridades na escala natural e formas geométricas relacionadas, é claro que os Irmãos Maiores das Estrelas não poderiam deixar de plasmar um magnífico CROP CIRCLE CUBO DE METATRON, o que ocorreu no ano de 2016, Fazenda Nursteed, dia 17 de agosto, em traços puros e linhas perfeitas.

A julgar que todos estes conhecimentos foram entregues à humanidade ainda jovem no passado remoto da nossa civilização pelos mesmos seres das estrelas que, hoje, retornam, fica claro entender por que eles estão escrevendo todos estes símbolos nos campos de cultivo do mundo inteiro… uma espécie de flash back do conhecimento, e um sinal evidente de que eles estão de volta, já que prometeram regressar um dia… e este dia chegou.

Se eu fosse definir o Cubo de Metatron numa sentença simples, eu diria:
Ele representa a expressão matemática, musical e geométrica da Mente Divina como Matriz de toda a Criação Cósmica!

JP em 19.11.2019

O incrível crop circle das ondas gravitacionais

Inglaterra, dia 9 de agosto de 2007.

Um modelo do sistema Sol-Terra (e Lua, um pequeno ponto ao lado de cada círculo externo em ondas alternantes).
A Terra em seis estações. E as ondas gravitacionais e maré gravitacional no curso das órbitas.

No centro, o Sol e os anéis ou curvas de nível dos portais internos. Mas pode retratar também as órbitas de Mercúrio e Vênus anteriores à órbita Terra.

Note como a Terra, marcada em seis estações, movendo-se ao redor do Sol, gera ondas de propagação, como ondas gravitacionais muito sutis, oscilando a maré cósmica do espaço-tempo.

São coordenadas ainda muito incipientes para a instrumentação da ciência moderna, posto que todas as grandes massas que se movem e que se alinham no tecido do espaço-tempo produzem flutuações gravitacionais, como objetos que se movem sobre a superfície das águas.

Em dezembro teremos uma forte maré gravitacional abalando o planeta.

JP em 24.11.2019

Einstein, um dos homenageados nos crops circles

E o que mudou no mundo depois das teorias de Einstein?
Tudo… e a grande maioria dos filmes modernos de ficção científica explorando viagens no tempo e saltos nas dimensões do Espaço sideral, devemos às suas teorias…

Se 1905 foi o ANNUS MIRABILIS (Ano Milagroso) de Albert Einstein, com as primeiras publicações de um desconhecido funcionário público da Suíça que começariam a abalar a Física até então conhecida, eis que o ano de 1916 mudaria a face da Física e da Astronomia para sempre, com a sua publicação sobre a Teoria da Relatividade Geral, amadurecendo sua visão cosmológica e revolucionando tudo o que se escrevera até então sobre o assunto.

Em 2016, completaram-se 100 anos daquela extraordinária publicação, mudando a face da Física para sempre.
Se Einstein foi um contactado?

Talvez sim, mas sem perceber. De fato, sua mente era privilegiada, e como todo gênio, tinha no cérebro um radar capacitado a “ouvir” os sussurros das estrelas e os segredos do Universo.

Naturalmente que os crops circles cumprem algumas vezes homenagear certas personalidades científicas e místicas do nosso mundo. Já fizeram referências a Enky, Leonardo da Vinci, Einstein e o próprio Jesus Cristo.
Além das outras interpretações do crop circle do Índio com contexto pré-colombiano, não podemos deixar de destacar a homenagem a Albert Einstein, replicando uma fotografia famosa sua, quando ele usou na cabeça um cocar quando visitou, em 1931, uma reserva Hopi no Grand Canyon, USA.

Mas chegou a hora da Física Moderna, a Astronomia e a própria Quântica darem um novo salto, em direção a COSMOLOGIA HARMÔNICA DO UNIVERSO-ONDA… e pelo que consta, os extraterrestres estão atentos a este novo salto… até porque esses temas abordam diretamente a realidade extraterrestre, especialmente no contexto tecnológico de suas naves capacitadas ao movimento no Hiperespaço. E como Einstein foi a mente que mais se aproximou desse conceito na Terra, os crops circles costumam recordar seu grande feito para a humanidade.

JP em 04.12.2019

O Universo falando em código binário

O código binário é a raiz de toda a Criação a partir de sua própria origem. A dualidade inerente ao sistema eletro-atômico, positivo e negativo, cargas, spins e tudo mais. Aceso e apagado, luz e trevas, cheio e vazio, é tão vasta e universal essa forma de padrão de coisas, elementos, estados de energia, de força e tudo mais, que fica impossivel não pensar numa comunicação simples, básica e fundamental transcrita segundo o mesmo procedimento.

A moda binária de escrita tem sido largamente empregada nos crops circles, que desde a importante resposta de Arecibo, em 2001, e a mensagem de alerta de Crabwood, em 2002, muitos destes modelos têm sido escritos mesmo em códigos binários de máquina (ASCII).

E ultimamente, uma grande quantidade de crops circles colocados em Turim, na Itália, sempre na época de Junho, vem assombrando o mundo não só pela sua complexidade, mas também por insistir em mensagens cifradas no binário.

A última delas, em 2015, repete o alerta de Crabwood 2002, CUIDADO COM OS PORTADORES DE FALSOS PRESENTES E PROMESSAS ROTAS… mas com outras palavras…como que repetindo o mesmo alerta dado em 2002 e que diz respeito a ameaça GRAY cada vez mais presente, mais influente nos sistemas obscuros e ocultos deste mundo.

Em 2010, a mensagem foi E=mc^2

Em 2011, a mensagem foi Ea_Enki

Em 2013, a mensagem foi KDSH

Em 2015, a mensagem foi ‘Timeo ET ferentes’, uma referência a citação de certo poema de Virgílio, e que se relaciona ao presente de grego, o Cavalo de Tróia, e que retoma a mensagem de alerta de 2002.

O que me causa desconfiança também é o fato destas mensagens de 2015 estarem sendo enviadas não na Inglaterra tradicional, mas na Itália… como um chamado de atenção ao Vaticano, de modo indireto.

Aliás, há certos videntes internacionais recebendo, segundo dizem, mensagens extraterrestres em binário, e alguns ufólogos conhecidos trabalhando nelas.

Tudo parece convergir para a mesma coisa, esclarecendo que o modo mental de comunicação universal se baseia no padrão binário elementar, saído diretamente da unidade primordial original, ainda imperceptível para nossa mente encerrada dentro da percepção dualista de tudo…

JP em 16.12.2019

O Stargate da Estrela Azul

Esse foi um dos crops circles mais notáveis da temporada 2006 na Inglaterra, há 14 anos, temporada conhecida como
A MENSAGEM DOS STARGATES (e wormholes) dada a repetição de vários crops circles com o mesmo padrão geométrico
indicando túneis do tempo em seus modelos.

E estes modelos foram finalizados por esse fantástico crop circle que reproduz um selo maia, o oitavo do disco dos
20 selos, chamado LAMAT.
Na língua maia, Lamat é COELHO.

Mas o que coelho tem a ver com o glifo de uma estrela?
Muita coisa, porque a princípio, essa estrela do glifo é a referência ao planeta VÊNUS, que desde a antiguidade
era associado à fertilidade. O coelho da Páscoa no mundo moderno veio de influências pagãs sobre esse mesmo
contexto de simbolismo do coelho.

Na astrologia cabalística, coelho significa fertilidade, vida, procriação, abundância, alguns dos valores do raio
espiritual de Vênus aplicado na matéria e na esfera humana.
Inclusive existe um símbolo sagrado, as três lebres, que reproduzem relação simbólica com Vênus.

Trata-se de um símbolo antigo e sem interpretação clara para os estudiosos, encontrado em todas as partes do mundo
antigo, tal como ocorre com a Suástica, também de origem venusiana.

Mas Lamat, de forma geral, representa também uma estrela.
E Sirius era o equivalente de Vênus na ordem das estrelas, em todo o seus significado estendido.

O Selo Lamat é o oitavo, o que se encaixa com a definição da cosmologia antiga para os nove céus, colocando então o plano das estrelas no oitavo céu, um degrau antes da presença divina pura, no nono e último céu da energia manifestada.

O que vemos porém no crop circle?
Uma geometria de distorção de campo combinando então a forma de Lamat com dois astros:

o Sol ao fundo, e uma estrela (ou Vênus) no centro.
De uma forma simples e perfeita, este crop circle é um daqueles da série Stargates, e mostra que os Extraterrestres de Vênus, de Sirius e de qualquer estrela ou mundo distante chegam até nós através de pontes do tipo, Stargates, Sungates e acessos do Hiperespaço que modificam as estruturas do espaço-tempo, encurtando viagens e períodos de deslocamento.

Para voce, que estuda crops circles, guarde mais esse padrão em sua memória.
O padrão stargate crop circle.
Ele será fundamental para entendermos quem são e como chegam até nós os autores de todas estas mensagens.
E mais uma vez, de forma muito significativa, o calendário maia foi exaltado nesse crop circle.

Lembrando o que disse o profeta Parravicini:

“A arqueologia estudou as inscrições maias. Elas são trazidas por venusianos” (1939)
Este e outros, muitos outros crops circles, têm demonstrado o mesmo, todo o tempo!
Não somente as inscrições do conhecimento maia.
Mas crops circles são venusianos!

JP em 12.07.2020

O Lord T

Um incrível crop circle com face alienígena abalou o mundo da Ufologia em 2016, quando ele repetiu o tema do Índio com cocar, de 2009… só que desta vez, com face alienígena.
Observação importante: não é porque o artista colocou a face de um GREY que ele seja um.

Aliens com esta face aparecem em crops circles desde 1999.
A proposta do artista é dar entendimento ao mundo que se trata de uma entidade extraterrestre, porque essa cara Grey já se tornou um ícone da Ufologia. Então, por associação, os pesquisadores entendem que o artista quer dar a entender que ele é alienígena. Porque se pusesse uma cara humana, muitos pensariam em fake.
É apenas uma ideia associativa, muito comum, aliás, em crops circles.

Esse alien usa um cocar indígena com 14 penas, fazendo relação com o Índio crop circle de 2009, com o mesmo cocar contendo 14 penas! E aquele cocar do Índio veio com uma numeração maia em código, já decifrada e com relação direta com o calendário maia-asteca. Há também vários códigos 11-11 repetidos na distribuição dos números maias nas penas.
Podemos publicar outra vez o estudo.

Mas voltemos à face Alien de 2016.
Ele possui uma letra T bem na testa, em branco (não confundir com as trilhas da plantação, na cabeça do Alien).
São marcas claras, cruzadas num grande T que a imagem ampliada permite visualizar, uma espécie de mensagem sutil para bons observadores.

Os traços das penas também não estão ao acaso.
Cada pena possui um traço vertical e três traços de cada lado, em diagonal.
Se temos 6 linhas laterais em cada pena, e se temos 14 penas, podemos fazer 14×6 = 84
e voltar para a letra T em código ASCII, em binário 0101 0100, e em decimal, então, 84

Mas, para olhos treinados, há outro detalhe fundamental.
Em apenas uma das penas, o traço da parte superior foi cruzado por outro, formando uma cruz (destaque no slide, círculo amarelo).
Só esse setor tem a cruz, todos os outros estão repetidos segundo o padrão.

E considerando isso, então aquele setor marcado pela cruz vai acrescentar mais duas linhas à conta das 6 linhas por pena, e o total muda para 84 + 2, que é 86.
E no mesmo código ASCII, o número 86 equivale à letra V.

Fazendo 84 – 86 = V T, fica fácil deduzir a identidade secreta do Lord VT por trás da alegoria da face alienígena, que não é nem Grey e nem Índio. Mas muito humana por sinal. E venusiana.

Ora, um sinal na testa em forma de T, além de apresentar a identidade do Lord T de Vênus, relaciona-se ao selo crístico dos escolhidos, que seria o “Nome de Deus” nas testas dos 144 mil.
E esse Nome é o Tetragrama YHWH, quatro letras, cujo símbolo equivalente é justamente a cruz.

Desde 1991, os primeiros pictogramas destacando a letra T, como uma assinatura, aparecem nos campos da Inglaterra, e já houveram muitos outros. Este de 2016 é um dos mais notáveis.

Você sabia que, no livro que escritor Frank Stranges escreveu sobre a visita de Valiant Thor no Pentágono (chamado Um Estranho no Pentágono), ele descreve a amizade de Valiant Thor com Jesus Cristo, e que Valiant Thor teria uma participação efetiva no resgate dos eleitos, no fim dos tempos segundo o Apocalipse, em suas naves vermelhas, ou da cor que seja? Vamos publicar alguns destes relatos do seu livro que, infelizmente, não foi publicado para a língua portuguesa (traduzido).

E agora, Lord T resolve assinar outra vez a letra T dentro de um triangulo ou nave Merkabah.
Tenho certeza que virá mais daqui para frente.
As grandes mensagens crop circle costumam ir até agosto.
Então, não desligue o canal.

Todo esse conhecimento necessário para começarmos a compreender estas mensagens autênticas das estrelas, depois um estudo profundo, detalhado, minucioso. Mentes superficiais não estão a altura desse conhecimento, e por isso, sempre digo que o fenômeno crop circle é altamente seletivo, ele parece escolher as mentes atraídas para si.

Muita gente julga crops circles com fraude sem conhecer tudo isso.
E sai sempre perdendo.
Perdendo muita informação valiosa, principalmente nos tempos atuais, onde os poderosos deste mundo só querem comer o nosso fígado para continuarem no poder.
Infeliz de quem ainda acredita neles.

JP em 13.07.2020

O que significa, para cada um, estar preparado para a vinda dos Irmãos das estrelas?
Um contato visual

Em 2018, no dia 21 de Junho, eu postei na página oficial dos crops circles ingleses esse Slide(com o envelope aberto e a face Alien, à esquerda), pedindo que os Aliens me enviassem uma carta.
E quatro dias depois, eles enviaram um crop circle modelo hexagonal, do qual se podia extrair o formato de um envelope de carta e de duas faces aliens.
Um contato que eu chamei na época de “brincadeiras alienígenas”

Mas, sobre a questão acima…
Para mim, é a mesma preparação que um parente distante faz ao lhe enviar alguns telegramas, notificando você da sua chegada para lhe visitar.
Crops circles são esses telegramas que eu venho lendo e me preparando, cada vez mais, a medida que vou entendendo o teor das repetidas cartas…
Crops circles são os telegramas de alienígenas dizendo que estão chegando!
E com tudo o que já li, dava para escrever um livro.
Aqui, compartilho algumas páginas.
Espero que ela ajude a todos, porque se o parente vem de fora e fala um idioma diferente do seu, você só poderá entendê-lo se aprender o idioma dele.
Porque ele já sabe o seu idioma.
Mas você ainda não sabe o dele.

JP em 17.07.2020

A Explosão da luz venusiana

Já estudamos em várias amostras crop circle que pentagramas são uma das principais assinaturas venusianas nestes objetos, por causa do pentagrama que Vênus desenha no céu em seus ciclos sinódicos (cada 13 órbitas de Vênus equivale a 8 órbitas terrestres, e a relação 13/8 = 1.625 se relaciona a geometria e ângulos do pentagrama, ou ciclo 360° dividido por cinco), e tal característica dos dois planetas foi incorporada nas engrenagens centrais do calendário maia.

Pois bem, trago um magnífico modelo fractal do ano de 2007.
Do dia 26 de julho, data importante relacionada ao nascimento helíaco de Sirius no leste, antes do Sol, todos os anos. E muitos crops circles sempre marcam essa data, e podemos esperar alguma coisa para os próximos dias, 25 e 26 de julho. O ano 2007 compôs o número arcano 72, que, em graus, é um dos ângulos do pentagrama, porque 360°/5 = 72°.
São muitas informações compactadas aqui.

Um pentagrama fractal com divisões e, dentro dele, um pentagrama invertido, representando as duas faces de Vênus conhecidas em todo o mundo antigo, Vênus oriental, nascente, e Vênus ocidental, poente (invertido)

Esse modelo pentagrama fractal foi cercado com 225 pontos totais e pelo seu design, na época, foi chamado A Explosão da Estrela.

Sabe o valor da órbita de Vênus em dias terrestres? Sim, 225 dias (ou 224.7).
Agora, divida 365.25/224.7 = 1.6255…

A razão da geometria do pentagrama nas assinaturas.
Os mesmos venusianos que interagiram com os antigos maias e povos pré-colombianos, interagem com o mundo atualmente, e nós os reconhecemos por causa dos mesmos símbolos do conhecimento antigo que ao mundo retorna.
Outra medida que geralmente aparece em crops circles pentagramas é o número 15, geralmente dividindo o setor circular em 15 partes (ângulos de 24°).

Ora, o quadrado de 15 é 225, a órbita de Vênus.

E a cotangente (inverso da tangente) de 24 graus é 2.246.
Multiplique por 100 este número e terá outra vez a órbita de Vênus em dias terrestres, 224.6 dias.

Venusianos, nossos irmãos de perto, assinam este e outros muitos crops circles.

Há quem olhe e veja aqui uma bela obra de arte alienígena, e por faltar as devidas chaves do conhecimento, fica paralisado diante de sua beleza indecifrável…

E há que olhe e veja aqui um engenhoso projeto humano.
Mas por que humanos repetiriam os mesmos padrões de mensagem ao longo de incansáveis e infalíveis 30 anos, todos convergindo… para Vênus?

Alguém no salão dos céticos para responder?

JP em 20.07.2020

Comentários
Compartilhar