Templates by BIGtheme NET

Reflexões 9

O Universo é Consciente!
E quem está dizendo isso agora é a Ciência!De acordo com um conceito científico com o nome de Panpsiquismo, o Universo pode ser capaz de consciência!

******************************************************
Nem precisamos ir tão longe para reconhecer essa verdade de um Universo consciente. Basta olhar um fractal dele, aqui mesmo, na Terra, chamado Natureza.
Olhe a Natureza, e tudo o que ela faz nos domínios da Vida entrelaçada em cadeias de evolução.
É ou não é totalmente CONSCIENTE a Natureza?
Pois bem, esse tipo de conclusão científica é bem vinda, até porque estava escrito que, perto do fim, toda a humanidade reconheceria o Criador. Especialmente aquela parcela de humanidade que o negava até então.
Apocalypse = Revelação.

Mãos amorosas cuidam de nós sem precisar mostrar a Face, da mesma forma que a criança cresce dentro da existência de sua mãe sem ver seu rosto… apenas sentindo o seu coração, uma vida derivada de outra vida!
O Maior Amor não precisa ser visível para provar que sempre esteve ao nosso redor… por isso esse Amor é chamado Incondicional, já que sua única condição é Amar, ainda que não seja amado…

*********************************

Não é que a Verdade precise de tempo para se revelar, mas nós é que precisamos de tempo para nos preparar para a Verdade!

*********************************
“Quem semeia uma busca sincera pela Verdade no coração dos outros é sempre o primeiro a
encontrá-la na própria vida.”

*********************************

SOCIEDADE DE CONSUMO

Infelizmente, estamos chegando naquele tempo onde o lema “Tecnologia para a Humanidade” está sendo invertido para “Humanidade para a Tecnologia”, porque uma humanidade melhor controlada (tecnologicamente) é uma humanidade melhor manipulada. E se a antiga ciência já teve um ideal de trabalhar em prol da liberdade e evolução da humanidade, bem, esse ideal já está praticamente morto diante das garras do Sistema….
Desde que o mundo é mundo, os poderosos se interessam por tecnologias que lhes garantam o poder e o domínio. E se o poder e o domínio também são questões que envolvem lucratividade, isso explica tudo. Isso explica o veto a curas naturais, a energias limpas, a carros movidos a água. Ouro, dólar, Bolsa de Valores, petróleo, gás natural, Indústria farmacêutica, Indústria do consumismo, etc… são artigos indispensáveis aos modelos atuais de governo, pelo que eu duvido muito que esse status econômico e político mude ou pior, se sacrifique e seja sacrificado em nome da humanidade, o que significaria a demolição de muitas máfias e carteis, Ordens secretas e Elites, mais do que possamos imaginar, que estão no real controle de tudo.
Valiant Thor bem que tentou oferecer tecnologias de cura e energia limpa para os americanos na década de 1950, a custa dos mesmos sacrifícios que eles jamais aceitariam realizar… em nome da Humanidade.
Eu pessoalmente não acredito em NINGUÉM que está no poder ou ambicione o poder. Pra mim, eles sempre estão pensando neles mesmos, e o povo é apenas a escada usada para subir cada vez mais alto. Eu não sofro mais da ilusão de confiar nem no Sistema e nem naqueles que trabalham dentro dele.

O amor ao dinheiro é a raiz dos males, dizem.
E é interessante notar como o amor ao dinheiro polariza as pessoas em dois extremos: Consumistas ou Avarentos.
Amor ao dinheiro gastando ou amor ao dinheiro guardando, e essas polaridades é que fazem girar a Roda do Capitalismo, cujo eixo é operado pelo Sistema.

Interessante que Dante Alighieri, em sua Divina Comédia, localiza os ávaros e os pródigos no mesmo círculo de penitência, o Quarto círculo, arrastando pedras e nunca chegando a lugar nenhum. É a imagem do materialismo, ora no esbanjamento, ora na avareza, ambas mostrando escravidão à necessidade de arrastar pedras.
Nosso sistema já é baseado nessa educação de amor ao dinheiro. Não exatamente à moeda, mas ao conceito de benefício que o dinheiro traz, chegando na frase popular:
O dinheiro não traz a felicidade, manda comprar… e coisas assim.
Só mudando de planeta e de sistema de valores de sociedade poderemos nos curar desse câncer moral chamado materialismo e infiltrado em tudo, condicionando as pessoas que o objetivo da Vida é TER, e não mais SER.
Essa é a grande inversão de valores da nossa cultura.
Não acredito em sistemas monetários em sociedades avançadas.
Acredito no sistema de troca envolvendo apenas serviços prestados.
A partir do momento em que se contabiliza serviços prestados por valores monetários x e y, com certeza começarão as disputas econômicas e as polarizações da cobiça material chamadas avareza ou prodigalidade.

*******************************
Semeando…
Na questão do ensino espiritual, o melhor é lançar sementes e esperar que o gérme da revelação floresça naturalmente nos corações compatíveis, estimulados de dentro para fora, ao invés de tentar forçar externamente o desabrochar de uma flor de compreensão em corações cercados pelos muros do ceticismo e enterrados pelos pedregulhos da irreligiosidade.
A iluminação vem de dentro para fora. Forçar pessoas em doutrinas, conceitos e valores espirituais só mostra resultados quando a Luz já está dentro delas, embora adormecida, e no caso, o ensino servirá para despertá-las de uma verdade que ela já sabia, apenas se esqueceu.
Ensinar almas sem essa luz interior é sempre muito difícil, porque elas se acomodam mais facilmente a crenças fanáticas irredutíveis. E geralmente se voltarão contra as palavras de uma sabedoria que lhes pretende mostrar o Novo, reagindo com violência e fanatismo exacerbado.
“Não lançais pérolas aos porcos, e nem dei o que é santo aos cães”!
Nesse caso, o silêncio é o melhor mestre.
E a Mão do Destino, o melhor ensinamento.
Faça como o semeador da Parábola. Atire as sementes aos ventos e não olhe para trás, porque a natureza das coisas e aquela Mão invisível do Destino chamado Deus se encarregará de todo o resto. Se as pedras do ceticismo esmagarem as sementes, se os pássaros da inconstância comerem as sementes, e se os espinhos dos maus sentimentos sufocarem as sementes, não se preocupe com isso, porque esses lugares não foram feitos para elas.
Semeie, confie e não olhe para trás.
Porque uma sábia Mão levará tuas sementes para terrenos férteis e compatíveis ao seu florescimento.
E essa parte da lavoura espiritual não depende de nós.
É a parte que cabe àquela Mão chamada Providência, Mão que no entanto precisa do trabalho do semeador para fazer o milagre dos frutos acontecer em um coração.
Semear pode e deve ser um ato do ensino humano, mas fazer a semente germinar no coração e produzir frutos na vida de cada um, isso só pode acontecer pelo Poder divino…
************************************
JP em 02.04.2019

UM PEDAÇO DO CÉU…

Roubei um pedaço do céu e o guardei no meu quarto, no meu mundo de sonhos, para olhar para ele e ver estrelas cintilando em cristais… sempre ouvi dizer que a semente das estrelas está enterrada no fundo do mundo profundo…. e quando roubei um pedaço deste profundo mundo de cristal, então entendi o segredo das estrelas que agora posso ouvir na ressonância do quartzo, da sílica e dos espelhos muito limpos e capazes de refletir em suas jazidas os mistérios do Universo aos meus ouvidos e sonhos…
Se eu souber como soar a música do cristal na mente, ouvirei as estrelas nos meus pensamentos…
Desse pedaço de céu em cristais construi um altar para invocar espíritos de estrelas em reflexos de ouro e ametista…prata, safira e azul celeste… Nesse altar lilás a Presença Maior se fez Melhor…
Quem não puder ver galáxias nas minas da natureza, jamais conhecerá o segredo das estrelas, que atiraram suas sementes nas profundezas da Terra e da alma humana…desejando despertar estrelas no coração de cada ser que faz do amor o motor da luz, do calor e da fé…

(***)
Caminhos…

Caminhos de estrelas que eu faço,
alcanço ao abrir meu compasso
e esquadro na régua dos passos
centrados no peito, no abraço
do amor que elegeu por regaço,
um arco de céu, como eu traço,
que abarca os Arcanjos do espaço,
tão fartos em dotes e laços
que a luz me parece em pedaços
de sonhos de flores num maço,
lembrança que é feita dum aço
e à ponta de espada eu desfaço
tristeza, saudade e cansaço,
e todo de AMOR me refaço…

ESTRADAS DE SONHO

1
Não durmo, eu sonho,
não sonho, eu caminho,
e se caminho, não posso sonhar
porque entre o sonhar e o caminhar
há uma estrada de diferença!

2
A estrada do sonho eu sigo sozinho…
caminho? com certeza, o caminho existe…
miragem? é o que dizem…
paisagem? é o que vejo…
Estalagem nas estrelas ao peregrino.

3
Uma saga, epopéia ou conto de fadas
para mim e para quem quiser tentar
entrar pela porta de um pensamento que escapa
e não fica na mente, porque foge da porta
já que a porta do sono é a que nos leva até lá
na estrada do sonho
para onde a preguiça do corpo não deseja ir…

4
Se é saga, tem batalhas,
se é epopéia, tem heróis,
e se é conto de fadas, tem magia…

5
A batalha é contra as sombras do coração,
e os meus heróis são minhas virtudes e saberes,
e os anjos de passagem pelo meu conto de fadas
estes que me ensinam a magia,
na verdade, me fazem recordar de tudo o que eu já sabia
mas a estação da matéria me fez esquecer…

6
Se tem estação, tem trem,
se tem trem, tem outras estações
que a minha visão agora não enxerga
e do trem eu preciso para prosseguir na estrada
que também é de sonho, só muda o veículo
porque no trem das estrelas, viajo mais depressa…

7
Busco uma estrela no oceano?
Qualquer uma? não…
se minha estrada é feita do tapete da noite
então, deixo pegadas na luz das estrelas
até alcançar aquela morada
onde vestirei sandálias azuis nos pés
quem sabe, talares,
para mais altas viagens…

8
Outros viajantes que por aqui passaram
nos disseram: a alma é peregrina na Terra!
Mas qual! Ainda fazem disso uma guerra
todos os que não querem abandonar a estação-matéria
porque no fundo tem medo de altura…

9
Altura dos Astros,
atmosfera das montanhas,
zênite de toda luz,
ninho das águias,
palácio de mistérios,
portais de magia,
inspiração, estesia,
chamem do que quiser,
é lá que eu encontro a cidade dos sonhos
e o nome dela só eu conheço.
Cidadão lhe sou!

10
Solidão quando existe, só do lado de fora,
porque, dentro, Deus viaja comigo
e fala através do canais das suas Águas..
E quem pode nadá-las?
Aqueles que sabem ouví-las…

11
Deus nas estrelas cintila os meus sonhos,
e na palma da mão eu conto galáxias,
esferas da mente que não dorme
e não tente dizer que a ilusão me aflige
porque nesta vida, iludir é quase existir
já que ela passa no estalo de dedos…

12
Naqueles jardins, as flores conversam nas cores
e entregam secretos amores.
Me ensinam a arte da arte
que precede a arte no sentido de degustar o belo.
Nenhum artista se faz se não pegar na pele
o sabor das cores que trazem os ventos
e sentir o aroma plangente da luz…

13
Ventos, inventos do espírito
falando segredos aos ouvidos
que escuto na música das noites
já cantando o menestrel
de céu em céu…

14
E assim, fica a mostra a passagem
que o peregrino faz nessa estrada
aquela em que alma encantada
abriu em sua porta de sonho
e aqui, deixo a dica:
qual nome traz essa estrada?
Magia, assim é chamada…
e a chave, qual chave eu preciso?
Apenas o crer que é possível…
E a porta é tua alma encantada
e não precisa pensar como abrí-la…
somente se crer,
a chave é que encontra tua porta
se a porta tiveres a vista diante de ti,
nas noites de sono
em estradas de sonho…

Na ciranda dos astros ou conto toda a eternidade que me falta para mergulhar na luz incriada… e pensar que as galáxias não passam de pequenos discos soando música na vastidão do Infinito. O oceano do mistério me espera lá fora… e enquanto isso, construo o meu barco na modéstia do pensamento que sabe o quanto lhe falta ainda, na condição de gota, para compreender esse Oceano, se é que um dia a pequena gota poderá fazer isso… sinceramente,… creio que não.
Mas o bom de ser gota é ter um oceano inteiro pela eternidade, para mergulhar nele para sempre sem nunca desvendá-lo totalmente.
É o mistério que me atrai para mais fundo, mais fundo…
Todo dia, tem uma nova música circulando nas esferas, cada qual mais linda que a outra.
Não se repetem discos na Sinfonia Cósmica…
***
“Que nunca faltem as flores pelo caminho
e toda vez que nos ferir um espinho,
suavize a dor de cada estrada
o santo aroma da esperança renovada!”

***

SOBRE O MONTE CALVÁRIO

Sobre o Monte Calvário,
desolado cenário,
se viu o Amor mais puro…

Sobre o Monte Calvário,
um poderoso Santuário
ergueu-se acima de um muro…

Sobre o Monte Calvário,
um espírito solitário
iluminou um mundo escuro…

Sobre o Monte Calvário,
um símbolo precário
mostrou um caminho seguro…

Sobre o Monte Calvário,
um homem lendário
abriu corações duros….

Sobre o Monte Calvário,
a cruz, relicário,
mostrou o futuro…

Sobre o Monte Calvário,
da morte,o berçário
de um Deus nascituro…

JP em 04.04.2019
A espada que faz a Guerra é a mesma que corta a flor no pé da Serra…
Pode haver paz na presença da dor?
Pode haver paz na ausência do amor?
Quando a dor é a guerra do amor?
Quando a ausência é deserto sem flor?
Quando a vida é alma sem cor?

Portanto, me responda, QUAL A ÚNICA GUERRA JUSTA NA TUA OPINIÃO?

************************
O instrumento que toca a canção mais bonita de todas é o CORAÇÃO
Então, cante hoje a tua melhor canção, e que ela venha com toda a tua alma, com toda a tua emoção, com todo o teu amor, do fundo do teu ser, e faça feliz outro alguém que te sorri, encantado pelo inigualável som das cordas do teu coração…e que também quer cantar como tu!
Cantemos juntos a Graça da Vida!
**************************
Quanto maior for a sua sede… menor será o tempo para alcançar a fonte… falo da sede da Verdade… e da fonte da Sabedoria!

Há sempre uma fonte aberta e fresca para pés cansados e corações sedentos além de todo deserto da vida que busca…

******************************************
Um aparte poético.

Lua do psiquismo oculto e das marés, Lua da biologia e dos ciclos naturais, Lua das lendas, dos mitos, dos mistérios, Lua da face sempre oculta e da pergunta sempre presente:
O homem moderno já levantou o véu da Lua?

Lua dos poetas e do tempo, dos meses e anos, dos ciclos e da memória.

Lua astral, porta dos mundos superiores, energia maternal, envolvente, romântica, apaixonante.

Lua luminosa, Lua dos namorados em seus quartos crescente e minguante,

Cheia de sonho e Nova de vida.

Desatino, destino, enrola o fio de vida que vai do menino ao ancião, para desenrolar tudo outra vez na hora da morte, e outra vez enrolar, numa nova espiral, neste menino que retorna.
A Lua era mais do que um satélite frio e morto para os antigos.

Mitos? Fantasias? Utopias?
Pergunte as mulheres e às grávidas, consulte a tradição popular, que nunca pesca ou semeia, ou mesmo colhe sem conferir as faces de Selene no céu.

Pergunte a Diana, a deusa ancestral e seus segredos da noite, do sono, da hipnose e do sonho, das lembranças, das recorrências, da magia astral e sobrenatural, da parapsicologia.

Pergunte aos médiuns, aos videntes, aos sensitivos, aos xamãs e magos, que sempre a chamaram de Mãe Celeste e Guardiã da Noite por muitas razões para nós desconhecidas.

Lua vermelha ou azul, branca ou negra, as cores da mutação em sua esfera.

Lua, irmã do Sol, equilíbrio natural da natureza nua, força real temperando o Verde de Gaia, sobrenatural, mirante do céu e cidadela de entidades que vigiam o nosso planeta azul.

Muito poderemos falar da Lua… e muito ela pode nos dizer em pensamento e sonhos acordados, os quais sua energia comanda, controla, direciona.

Lunático? Pode ser que eu seja um…

mas,,, quem não é debaixo dessa Lua linda e nua que flutua e penetra na minha e na mente sua?
E você, já brincou de Lua hoje?

Comentários