Templates by BIGtheme NET

Reflexões 18

 

 

O nosso planeta é fruto da criação divina, mas a nossa civilização é fruto da experiência humana. Portanto, não culpemos a Deus pelos frutos que a nossa civilização está colhendo por não fazer por merecer a dádiva da criação divina chamada planeta Terra, o nosso lar, tão ferido por uma sociedade devotada ao materialismo consumista… frutos amargos é o que brota da árvore das experiências equivocadas. A culpa ou o mérito de todo fruto caberá a quem plantou a sua semente nas experiências do tempo… a função da árvore é dar o fruto segundo as ações semeadas. E se este fruto parecer amargo na sua boca, é porque ele começou amargo desde a semente. E quando o orgulho é grande demais para reconhecer, lá no início, que suas sementes são ruins, então a amargura também não será pequena quando os frutos desse orgulho forem postos a sua mesa…

********************************************

 

 

Toda atitude luminosa na Terra será sempre sinalizada por um reflexo luminoso no céu, como um sinal que aparece para lhe guiar na jornada, dizendo:

“Continue, você está no caminho certo!”

Mesmo que esse reflexo luminoso ou sinal no céu venha na forma de uma intuição momentânea, um bom pressentimento no coração ou uma sincronicidade ao seu redor.

 

 

 

 

Lua Nova de Agosto,
o que trazes no seu rosto?
Um gosto, um desgosto
ou um segredo proposto?

Lua Nova de Agosto,
o que nasce em teu sorriso?
Um novo sonho, um aviso,
da serpente, o som de um guiso
nas manobras dos que mandam sem juízo?

Lua Nova de Agosto,
o que vem no teu olhar?
Um Carro de fogo sobre o Mar,
Um Anjo vibrando o Verbo Amar
ou uma Nova Criança para eu ninar?

O que me trazes amanhã, Lua Nova de Agosto,
seja lá o que for, que venha,
e que a expectativa não me contenha
as esperanças de um mundo novo,
nascido do amor desta Lua prenha
daquela promessa dos campos de trigo
das mãos dos anônimos amigos
preparando a Terra para a colheita de Agosto…

 

 

À SOMBRA DA ESFINGE…

Tenho certeza que tudo começou aos pés da Esfinge…

Quero dizer que a primeira grande descoberta arqueológica que começou a abalar o edifício da História Oficial foi a datação e análise da Esfinge de Gizé conforme os alinhamentos das Pirâmides… quando aqueles “quarenta séculos vos contemplam” de Napoleão Bonaparte, não funcionaram mais.

Desde então, desde a discrepância da Esfinge e os alinhamentos estelares a nos lançar para uns 10.000 ou 11.000 aC, a época estimada do Grande Dilúvio (embora a Esfinge pareça ser muito mais antiga que as próprias pirâmides), vários e vários objetos e outros artefatos desafiando os estimados modelos tecnológicos dos povos do passado, bem como monumentos (as misteriosas edificações do Altiplano!), documentos e mesmo fragmentos da própria História, estudados com critérios menos rígidos e ortodoxos, vem nutrindo o terremoto conceitual que promete reescrever toda essa história muito mal contada nas escolas desde quando escolas foram inventadas…e cada vez mais, nos levando de encontro com a verdadeira história da humanidade, quando os deuses eram astronautas, e os homens, todos eles, contactados!

O IMEDIATISMO DA MÁQUINA

A tecnologia do automatismo está criando um vício terrível que está contaminando toda a humanidade: o vício do Imediatismo, matando toda a bela filosofia do ser imortal, com sua irrefreável impaciência e desequilibrado querer diante da escola da vida, desconsiderando que, entre a semente do anelo místico e os frutos da realização espiritual, há toda uma longa e dura jornada de aprendizado, a ser cumprida passo a passo.

E nessa mesma ideologia do automatismo com a máquina supervalorizada em detrimento da alma, muito se conhece sobre tecnologia, e muito pouco ou quase nada sobre esse vasto e inexplorado universo interior.

E a sina que assassina outra oportunidade se repete: o homem nasce, cresce e morre sem abrir, novamente, a porta do seu próprio templo interior, perdendo mais uma vez a dourada chance da libertação que existe no autoconhecimento.

As pessoas estão cada vez mais impacientes… o stress mental e emocional é uma perturbação que se torna comum… seja pela aceleração mental já que nossos cérebros estão mergulhados na poluição eletromagnética ao redor da Terra, com tantos satélites… seja pela cultura do imediatismo que a Internet gera em todo mundo. Tudo tem que ser pra já… a paciência por exemplo de se sentar em uma biblioteca e pesquisar longamente sobre um tema em vários livros ao longo de uma tarde de estudo, silêncio e reflexões, já é praticamente inexistente entre os jovens…

A máquina mata o mistério, o mágico, o imponderável…
O mistério é exatamente o elemento que nos torna sempre passivos e dependentes Daquilo que é Maior e Melhor do que nós mesmos.
O mistério é a pitada mágica que aguça a curiosidade humana.
Einstein o celebrava como a sua própria religião.
Deus, para Einstein, era a encarnação do próprio mistério, diante do qual ele orava e debruçava sua inteligência inquiridora e eternamente curiosa.
Acho que o amor ao mistério é o diferencial mesmo entre os homens de gênio e os acomodados. O mistério que instiga, provoca e atrai uns, não causa o menor interesse em outros.

A título de curiosidade, olha só que interessante a origem do termo:

Do Latim MYSTERIUM, do Grego MYSTERION, “rito ou doutrina secreta”, de MYSTES, “pessoa iniciada em segredos”, de MYEIN, “fechar”, porque ela metaforicamente fechava os olhos e boca para não ver nem revelar os segredos que tinha aprendido.

“Sacramento” foi a palavra escolhida em Latim eclesiástico para traduzir
MYSTERION.
…. E no final… tudo chega N’Ele… sempre!

VOCÊ AINDA RECONHECE A VERDADEIRA FACE DAS RELIGIÕES?

O problema é que, entre a RELIGIÃO que eles ensinaram e deixaram aqui, e a RELIGIÃO que se acomodou no mundo segundo os interesses daqueles que a
usaram erradamente, existe um abismo de diferença.
Esses ensinamentos já sofreram tanta corrupção, tanta manipulação, tanta
inserção, deformação e contaminação da parte do EGO HUMANO que já está
IMPOSSÍVEL reconhecer a face da verdadeira RELIGIÃO deixada pelos ETS
(prefiro o termo DOUTRINA).
Mais ou menos como aquela mulher que fez tantas plásticas que parece ser outra pessoa. Uma pessoa muito mais feia e deformada.
Tanto que todos nós já nos esquecemos o quanto ela foi bela um dia!
E o nosso erro é julgar a mulher feia e deformada e achar que a sua face
sempre foi assim, e julgar que os deuses do passado eram maus e
trouxeram essas coisas para escravizar o homem.
Errado! Os homens é que mutilaram a doutrina original e a transformaram em objeto de manipulação e poder.
E se os ETs prometeram retornar um dia (isso é fato e praticamente
denominador comum em todas as religiões antigas), um dos motivos seria a
restauração da Doutrina e a restituição de sua beleza original, desta
vez, impedindo que as garras do ego humano a destrua novamente.
Bem, da mesma forma como as garras do ego humano destroem tudo.
Outra comparação interessante?
O belo planeta que já tivemos um dia.
D’eus criou esse mundo maravilhosamente perfeito e belo.
E o homem avarento e cruel está devastando o Jardim de seu Pai.
É a mesma coisa que aconteceu com as belas doutrinas espirituais que os Anjos-Mensageiros nos trouxeram um dia.
O Ego, o fanatismo, a cobiça e a mentira estão devastando-nas e as convertendo em feios e solitários desertos de ossos e pedras.
A Doutrina das Estrelas….um belo Santuário e uma Magnífica Catedral de Bondade e Verdade convertida num antro de abutres e hienas… e que com certeza pagarão muito caro por tudo isso.
Só que ainda tem muita GENTE BOA NESTE MUNDO e que ainda sustenta a melhor parte das religiões, aquela parte intocada, preservada, tão pura, simples e direta como eram as verdades ensinadas por Nosso Mestre Maior… verdades essas que falam que D’eus está dentro de ti e nos outros, e praticar o Amor e a Caridade são o alvo essencial de todas as religiões verdadeiras.
Quando contemplo essas raras e nobres almas neste mundo no exercício da caridade sincera e desinteressada, é que tenho a certeza de que a melhor parte da Doutrina ainda não se perdeu… porque essa parte é aquela que nunca pode ser corrompida por nenhum fator externo, já que é Deus no coração impelindo o homem na direção do Amor e da Verdade.
E quem ousa complicar o juízo sobre esse ato de fé, desmerecendo as religiões de forma discriminatória, é porque nunca o sentiu dentro de si.
E se os ETs estão retornando, é para ceifar almas assim, capazes a começar tudo de novo, com Verdade na mente e Amor no coração.
Porque religião sempre foi isso. Nada mais e nada além.

NADA SUPERA A VIDA

Os cientistas e pesquisadores ainda não estudaram o bastante o mistério da vida para se surpreender com a poderosa fonte que ali existe, cheia de perfeição e renovação, tão suficiente e perfeita em tudo que, se explorada devidamente, em conjunção com o espírito que a ela é inerente, descartaria a necessidade de qualquer (fantasiosa) estratégia de vida artificial robótica?

A vida é o maior milagre do universo, o encontro de forças sutis e desconhecidas que convergem num ponto para se manifestar e culminar todo o processo criativo do Universo. Dentro de uma simples célula há mais beleza, perfeição e mistério do que no maior e melhor robo já produzido na Terra ou por aliens.

A vida é capaz de milagres, ela se adapta e se renova com o tempo, milhões de anos não puderam deter sua evolução e sua alquimia com o meio, sua expansão e sua diversidade. A vida é a convergência de todo o Universo, tanto em termos de energia como em termos de propósito.

Supervalorizar tecnologia é subestimar o poder da vida e todos os recursos infinitos do princípio inteligente contido na vida, capaz a todas as evoluções, adaptações e transformações em seu meio.

O dia que a ciência explorar a vida na sua raiz, onde ela reparte sua origem pensante com o mesmo princípio espiritual, então realmente se assombrará, e deixará de louvar a tecnologia como o avo final do desenvolvimento, ou o ápice da evolução de uma raça.

Pode existir vida sem tecnologia, mas … pode existir tecnologia sem vida?

Amigos, no Universo, nada supera a Vida.

Até admito que ETs possam usar tecnologia como um ampliador de suas faculdades mentais, mas nunca um substituto, como vem ocorrendo com as novas gerações. Não admito tecnologia no lugar da vida, e nem robótica no lugar da inteligência. São acessórios e não transplantes.

E para mim, uma civilização tecnológica que inventou a flor de plástico para cobrir desertos no lugar das florestas que antes haviam, e que por ela foi destruída, já entrou em franco processo de involução.

O desrespeito a vida é claro sinal de involução do pensamento e retrocesso da inteligência.

Porque a vida é o maior milagre do universo, que subsiste por milhões de anos, evoluindo, se transformando, se adaptando, intacta e perfeita, mesmo depois que todas as máquinas tiverem emperrado.

A flor do deserto, não a de plástico, mas a flor natural, é a representação da vida superando tudo.

Porque, se a vida carrega o milagre, não importa quantos fins caiam sobre ela, no final, ela encontrará um caminho e ressurgirá.
Isso porque nada pode deter a força invisível que a impele!

JP em 31.07.2019

 

Quando você abre a concha interna e contempla a pérola do auto-conhecimento, sente que nunca mais quer abandonar este oceano onde ela esteve todo esse tempo, adormecida, apenas aguardando o seu mergulho para poder ser aberta pelas suas mãos, mostrando ao mundo o seu raro esplendor.

Se a sua busca é pela pérola da alma, oceanos sem fim ainda lhe aguardam na maior das jornadas, a jornada interior.

***********************************

 

 

Atrás de todo o luar

Atrás de todo mar
há um segredo…
atrás de todo sonho
há um enredo…
atrás de todo luar
há o fim de um medo
e atrás de todo céu,
há outro céu se levantando mais cedo.

Atrás de todo pensamento
há uma semente,
atrás de toda semente,
há um campo,
atrás de todo campo,
há uma chuva,
e atrás de toda chuva,
há uma fonte
que os seus sonhos tentam lhe revelar
quando você dorme e cruza aquele luar
brilhando sobre aquele mar,
e encontra, depois do céu,
um novo céu,
que sempre se levanta mais cedo
antes dos nossos medos
de que, após a morte,
não haja mais céu, nem sonho,
e nem mar…
isso porque a fonte, o mar e o luar
vem do mesmo lugar…
do nosso lugar…

E atrás desse lugar
é onde você conhecerá
a verdade da semente,
dizendo que atrás de toda morte,
não há nem acaso e nem sorte,
e o que há certamente
é a mesma regra da flor nos campos
que jogou suas sementes no mar
no mar dos seus sonhos,
e te fizeram sonhar
com todas as coisas que,
após a morte,
além do acaso e da sorte,
um dia
você irá encontrar…

Porque, atrás de todo o luar
existe o fim de um medo,
o medo de não ser nada mais
e nada além de cinzas no cais,
cinzas depois da morte,
e nada mais que acaso e sorte
atirados de volta no mar
de barcos que partem
para nunca mais voltar…

****************************************

 

 

Deus colocou pés e pernas ao corpo, o colocou asas nos pensamentos.

Por que razão a humanidade pensa como se sua mente tivesse pernas, que precisam se fincar no chão, com medo de ousar e sonhar?

Pensamentos não tem pés porque seus caminhos não são deste mundo, embora estejam no mundo, mas não estão confinados somente a este mundo, e por isso, necessitam de ousadia, de genialidade, de imaginação e transcendência para revelarem todo o poder que podem manifestar em nossa vida.

Temos que reaprender a usar o pensamento, que se tornou um fóssil vivo na era em que o ateísmo materialista se infiltrou em todas as disciplinas do conhecimento humano, tentando fazer com que você coloque pés nos seus pensamentos para andar em estradas mortas que limitam a consciência às fronteiras dos cinco sentidos.

O Sistema quer impedir que você pense alto e descubra as verdades por si mesmo, porque nesse dia, saberá que o Sistema vigente é uma fraude total.

Pensamentos têm asas e não pernas, e eles voarão até onde você conseguir imaginar que eles possam voar. Não cometa o crime de permitir que o Sistema pense por você e ridicularize a amplitude da sua fé… quem pensa com as pernas e não com as asas, nunca verá seus maiores sonhos se tornarem realidade, pelo simples fato de que, para alcançar estes sonhos mais altos, você precisará de asas…

 

JP em 01.08.2019

*************************************

 

 

 

Milagre = Magia = Alquimia
A Mente no controle

O que a Igreja chama de Milagre, os pagãos chamavam de Magia, enquanto a Doutrina Secreta chama de Alquimia.

Porém, chegará o dia em que a Psicologia moderna reconhecerá tudo isso como a pura e simples conquista do pensamento e da força mental capazes de controlar a matéria e os elementos!

Esse pensamento no controle central é que realizará o Milagre, a Magia e a Alquimia, a chave final daquela porta que ainda separa os dois planos, matéria e pensamento, como entidades distintas, coisa que nunca foram, já que são os dois aspectos de uma mesma natureza dual polarizada, ativa e passiva, fundamento de tudo o que existe.

Dessa mente iluminada é que nascerá a verdadeira religião, a religião de comunhão com tudo o que existe, sabedoria que vem de dentro, luz que vem do coração. Dessa mente conectada com o Infinito é que brotará a paz verdadeira, a justiça real e a contemplação de uma única lei existente:
a Verdade revelada.

A Verdade que guia todo milagre, toda magia e toda alquimia nas mãos do homem reconciliado com Deus e consigo mesmo.

 

 

 

Quando a humildade lhe fizer pequeno e simples aos Olhos do Grande, o Amor do Grande se moverá na sua direção, tomado pelo desejo de encher o seu coração de grandeza.

Porque orgulho não é grandeza de espírito, e sim, inchaço de si mesmo.

E se o Grande é surdo para os clamores do orgulho, Ele é todo ouvidos para as súplicas da humildade.

A única forma de atrair a Força do Grande em nossa vida é reconhecer a nossa condição perante ele.

Porque a humildade é a verdadeira grandeza que o Universo deseja preencher, já que o orgulho não passa de fraqueza que o mesmo Universo despreza.

E nessa vida, nós seguimos apenas nadando num barco que não pode controlar nem o mar nem a tempestade que lhe cobrem… apenas confiar que, no final da jornada, existe uma ilha para os que obedecerem a Vontade do Grande até o fim.

Uma ilha chamada Recomeço.

 

*****************************************

 

 

O UNIVERSO E AS PISTAS MATERIAIS DA REALIDADE ESPIRITUAL…

Enfim… em se tratando de PISTAS, elas não podem levar ninguém a lugar algum a menos que elas sejam seguidas, trilhadas, pesquisadas, exploradas…
Pistas são indicadores. Seres superiores, por definição, estão em níveis muito elevados para se expressarem ou se manifestarem no nosso nivel material e serem compreendidos. A maioria das pessoas não suportaria o choque e enlouqueceria.
Eles sabem respeitar os limites de cada um.
E então, solucionaram o dilema deixando PISTAS.
As mesmas pistas que se fazem insuficientes para os céticos, se tornam preciosas para os que conseguem encontrar o caminho e ir atrás das verdades maiores que foram escondidas.
Assim, eles, os seres superiores, trabalham no meio-termo, sem ferir o livre-arbítrio e os limites de uns, mas sem se furtar de dar os indicadores do caminho a outros.

Deus não facilitaria as coisas… Se Ele deu pistas, é para que nós possamos arrancar a mente do comodismo material e ir atrás de algo maior, grandioso e verdadeiro que faça algum sentido para esta nossa vida… sentido esse que a gente costuma perder, por exemplo, dentro de um Hospital ou no Velório de um ente muito querido.
Então, nessas horas, chorando e com o coração doendo, sua mente repete a afirmação:
” tem que ser mais do que isso… a vida tem que ser mais do que isso… não é possível que tudo termine aqui… ”
Nessa hora, alguns pegam as pistas e seguem um longo caminho.
Enquanto outros viram para o lado e voltam a dormir no leito do esquecimento e da indiferença, crendo mesmo que tudo acaba no caixão…

 

SE DEUS EXISTE

O conceito de Deus Onipotente transcende essas definições subjetivas de pedra inquebrável ou gelo quente. Não é com essa lógica infantil que o mistério divino poderá ser elucidado.

Ao mesmo tempo que Deus é Onipotente, Ele é Onisciente no sentido de não precisar produzir coisas que sejam desnecessárias ao grande Projeto da Criação.

Ele não criou o Universo para satisfazer a ignorância humana, mas para pudéssemos contemplá-lo e converter nossa ignorância em sabedoria. Ele não nos prendeu na matéria para nos tornar escravos, mas para nos ensinar a buscar forças de superação e conquistar liberdade. Ele não nos fez seus filhos para nos punir, mas para nos amar e nos encher de felicidade. É o próprio ser humano que pune a si mesmo quando transgride a Lei Maior. Ele não deu a dificuldade para ficarmos prostrados, mas para aprendermos a lutar. Ele não sopra o vento para nos derrubar, e sim, para que aprendamos a bater asas e voar…

Não é porque Deus é Onipotente que Ele vai manifestar poder desnecessário. Porque isso seria atributo de um déspota, e não de Deus, que a bel prazer muda o curso do Sol e das estrelas, vira o mundo de cabeça para baixo ou cria pedras inquebráveis, só para convencer o egozinho tolo dos mortais que ele arrasta em suas correntes!

E o melhor atributo de Onipotência não é ter que provar coisa alguma. Porque tudo o que é criado por este poder, segue uma linha infalível de propósitos que visam a educação espiritual. A Criação é a maior prova de sua Onipotência Onisciente.
Essa velha mania de projetar em Deus todas as nossas imperfeições, e fazer dele uma caricatura antropomórfica saída de um espelho. Este é um bom exemplo de lógica fria e isenta de qualquer princípio de amor no coração, disparando asneiras nas palavras.

Ps: isso de usar poder para intimidar é bem coisa de humanos.

Deus usa o seu Poder para manifestar o Amor. Se existe fome, miséria, dor, desgraça, foi esse o caminho que o ser humano escolheu.

É como um pai, que passou a vida inteira ensinando o seu filho o caminho do bem, e ele se perde nas drogas, no crime, na marginalidade, e depois de muitos anos, volta para esse pai, e está doente, e está na cadeia, e está na pior desgraça, e pede para o seu pai estalar os dedos e resolver tudo para ele.

Será que é assim que funciona?
Será que é dessa forma que aquele filho vai aprender a lição?

Então, na certeza de que Deus continuará sendo o que É, Onipresente, Onipotente e Onisciente, apesar dos milhares de debates em todas as redes sociais e blogs do mundo afora, e também na certeza de que nada Dele será tirado ou acrescentado por quem quer que seja, e qual for sua opinião sobre o caso, favorável ou contrária, e já sabendo qual é o meu lugar na Criação Infinita e Incompreensível, o lugar de pequena poeirinha, o lugar da ignorância humana diante da Excelência divina…

O AMOR É A PONTE DE CONSCIÊNCIA QUE TRANSITA ENTRE OS DOIS EXTREMOS DA ALMA HUMANA: A INDIFERENÇA E A COMPAIXÃO.

JP em 02.08.2019

Oração sem palavras

Oração sem palavras … apenas as palavras do coração.

Coração sem máscaras… alma desnuda perante Deus.

Deus sem reservas… entrega total nas Mãos do Amor Maior.

Amor sem rituais … dedicação íntima e amiga de Pai para filho.

Religião sem templos… cada encontro com o Criador será o nosso templo.

Prece sem regras… a regra é sentir tudo o que diz, é viver tudo o que se prega, é amar antes de esperar o amor.

Esperança sem medo… o medo é ausência de confiança. Quem duvida de Deus bloqueia seu Poder.

Confiança de uma criança… que não precisa de garantias, fianças ou documentos assinados, apenas de um coração que acredita no Amor de seus pais.

Fé sem olhos… a intuição será a visão do buscador da luz.

Luz que brilha no Sol sem anunciar que chegou, como a oração sem palavras de um coração que não precisa falar nada para pulsar e entregar a vida a este nosso corpo.

Que cada oração sem palavras esteja presente em nossa vida sincera da mesma forma como cada pulsação sincera do coração está, neste exato momento, entregando vida a este nosso corpo sem nada exigir em troca, nem mesmo a lembrança de que temos um coração pulsando e orando em silêncio no nosso peito para manter a vida em nós!

Oração sem palavras… nosso coração será a nossa boca.

Porque, onde estiver o nosso coração, neste mesmo lugar estarão os verdadeiros tesouros da nossa vida (Jesus).

04.08.2019  JP

***************************************

 

 

A Flor da Maestria

A bela rosa não desabrocharia numa gloriosa manhã ensolarada se a roseira, antes dela, não tivesse suportado todos os dias anteriores da rotina da raiz crescendo e se desenvolvendo nas profundezas da terra, fora das vistas do mundo.

Nenhum Mestre iluminaria o mundo numa bela manhã de renascimento interior se não tivesse estado oculto por muitos anos das vistas do mundo, em uma rotina severa de estudos, trabalhos e construção interior.

A bela rosa é o resultado final da lenta construção interior da raiz, cumprindo a promessa da beleza final após toda a fileira de espinhos em seus galhos.

A Bela Aura de Luz dos Iluminados é o resultado final da lenta construção interior da alma nos caminhos libertadores da rotina aplicada ao autoconhecimento e morte do EU, cumprindo a promessa da beleza final após toda a fileira de renúncias e sacrifícios em sua vida.

Eu devo dizer que nem todos os homens e mulheres estão no purgatório da Terra para se tornarem anjos. Apenas uma pequena parcela. O resto, infelizmente, vai se perder e ter que retornar do ponto zero. Essa fração vai fracassar sim.

Veja a natureza. Se voce atirar 100 sementes num campo, quantas germinarão e se tornarão árvores, vencendo todas as intempéries até o fim?

O mundo é sementeira de almas, e de mil que me buscam, um me encontra, e de mil que me encontram, um me segue, e de mil que me seguem, UM é meu.

Mas até para as almas fracassadas haverá utilidade no universo.
Quantos elétrons servem um Sol?
Quantas crianças sem iluminação interior servem um Mestre?

Páginas de um mistério maior, porque a contagem de sementes realizadas está dentro do programa divino. Afinal, não podem existir mais sóis do que elétrons.

Que apenas se compreenda que um Sol é uma alma divina, e um elétron, uma semente que não conseguiu ser Sol, então, se dedicará a serví-lo na Cosmologia dos Espíritos, e que deste Sol dependem para viver e vibrar no Universo…

A Amizade verdadeira, como o Amor, geram energias simétricas no Universo, e como o diamante, duram para sempre, diferente dos sentimentos passageiros e das paixões, que são como a areia que qualquer vento de problemas e tempestades do destino dispersam, soprando para longe.
Se você quer viver um amor ou uma amizade eterna, tem que criar um sentimento que tenha uma assinatura simétrica no Universo, porque essa assinatura será escrita na eternidade,,,
O Amor é Simetria, porque gera beleza.
A Amizade é Simetria, porque anda em estradas de Harmonia, e mesmo que venham as tempestades que desarranjam tudo, a Amizade e o Amor colocarão tudo de volta em seu lugar de simetria… simetria de dois que fazem UM, e Um que faz Tudo!
JP em 08.08.2019

O Último dia do inverno toca o primeiro dia da primavera.

Ou seja, todo final de qualquer coisa na sua vida já significa o começo de outra coisa nova logo a seguir.
Quem ficar lamentando pelas folhas secas que o inverno levou, não haverá de perceber as novas flores da estação seguinte brotando em seu jardim de oportunidades!

 

JP em 09.08.2019

 

 

 

A evolução cósmica começa com o fator QUANTIDADE, para depois se concentrar no fator QUALIDADE. E no Idioma numeral do Criador, quanto mais próximo do número Phi, mais um modelo criado se aproxima da perfeição!

O Criador de Universos não cria tudo instantaneamente, Ele precisa de Seis períodos cósmicos de Evolução dentro da Espiral Infinita, atirando todas as quantidades para dentro da sua curva, até que elas comecem a se aproximar da qualidade de Phi, o número áureo.

Tudo foi criado em quantidade instantaneamente. Tudo o que existe dentro do universo em termos de quantidade de matéria e energia, foi criado integralmente no primeiro instante, mas tudo o que EVOLUI dentro do Universo, na espiral infinita, se aproximando da perfeição, demanda tempo, e os Seis Dias Criativos ou seis grandes períodos cósmicos são uma analogia ao Cubo de Metatron, o fator Seis da Geometria Sagrada do Hexágono, matriz de tudo o que existe!

E o fator TEMPO é justamente o motor de impulso da Espiral Infinita, que combina e recombina todas aquelas quantidades iniciais de matéria e energia em sucessivas transformações que tem em Phi, o número áureo, a sua régua, a sua medida de referência perfeita. Quem pode compreender essa mecânica, está perto de compreender a síntese de toda Doutrina cósmica que ensina os caminhos do aperfeiçoamento dos seres na Escola da Transformação, ou o conjunto de experiências acumuladas que procuram nos aperfeiçoar a todo instante, quando o Criador insere as Almas em todo esse cenário!

Ao fator Quantidade inicial podemos seguramente associar a face Paterna da Divindade original, que depois se desdobra em face Materna na questão da Qualidade da Criação, e isso pode ser contemplado no próprio sistema reprodutivo, que faz do masculino o portador da semente indiferenciada em quantidade, semente essa que é selecionada e refinada no ventre materno até se tornar uma forma de vida com qualificação na Natureza.

A fecundação é um ato criativo e quantitativo instantâneo, mas a embriogênese é qualitativa e demanda tempo, uma lenta construção transformando sucessivamente a semente original até alcançar o modelo final desejado na vida autônoma que nasce.

O Pai é o Alfa, a Quantidade, e a Mãe, o Ômega, no final do processo criativo, assinando a sua Qualidade. Ambos saídos da mesma Origem, Criação e Recriação.

 

 

No templo da Geometria sagrada, a oração é a vibração da Forma perfeita e pura que inunda o ambiente.
Não há necessidade de rituais e nem de sacerdotes para se evocar a Presença Divina, manifestada no Santuário do Pensamento em silêncio que sabe contemplar a Energia da Geometria sagrada na luz dos seus vitrais e no som dos seus cristais etéreos fluindo na atmosfera impregnada por aquela Geometria, Religião da Forma perfeita e Pura entoando suas preces em silêncio…

 

JP em 11.08.2019

 

 

Vigiai e orai… porque a única árvore que teme a chegada dos colhedores é aquela que está sem frutos. Ou com frutos estragados… e o único campo que se envergonha da estação das colheitas é aquele que está vazio de espigas, porém repleto de entulho de futilidades.
Porque pelos frutos conheceremos a árvore.
E pelo campo onde se planta e se colhe, a qualidade do trabalho de uma vida.

 

JP em 12.08.2019

 

 

Quando você realmente se encontrar consigo mesmo, nas profundezas de sua alma encarnada, e compreender todas as relações entre corpo e mente, entre vida e espírito, nesse dia você verá com olhos renovados a preciosidade do Templo físico, o Santuário do Espírito, que a Natureza nos concede a cada renascimento, não com a proposta de que você morra todas as vezes, mas sim, que você mergulhe de uma vez por todas neste tabernáculo de carne, sangue e pensamento, e lá dentro, no altar mais íntimo chamado Coração, você se ajoelhe diante da Chama Sagrada, a presença do Construtor que, neste dia, lhe dirá: Você não vai reconstruir outra vez o Templo. Esta será a última reedificação. Eu lhe entregarei agora o poder pleno desta Chama que EU SOU, para que você se torne IMORTAL.

Pela Alquimia Santa, Eu Sou lhe ensinará a transformar a tua edificação arenosa em rocha viva permanente, removendo para sempre aquela areia das paixões e ilusões que faziam sua morada de carne e sangue desmoronar todas as vezes em que você se esquecia de render culto a chama do EU SOU, quando então caia nas tentações passageiras do EGO e suas ilusões de areia…

Em vão a Engenharia Genética trabalha para buscar a fórmula da imortalidade e do rejuvenescimento no DNA… porque o DNA nada mais é do que o Livro da Vida escrito por aquele EU SOU, a Chama do Espírito donde sai a vida, e através do qual toda vida pode ser reescrita e melhorada.

Não em tubos de ensaio dos laboratórios, mas nos momentos em que você e EU SOU se unem em amor ardente de comunhão… presença compartilhada numa vida de oração, meditação, pureza, dedicação, humildade e fé.

Este templo nunca mais irá desmoronar, pelo contrário, ele reluzirá como as estrelas do infinito…somado ao coro das Esferas de Luz que partilham uma mesma VIDA em cada Santuário que abriu suas portas e janelas para a Eternidade a partir do EU SOU dentro de si…

JP em 13.08.2019

Comentários