Templates by BIGtheme NET

O Reservatório da Ciência

 

 

“Inacreditável, mas o que agora é considerado de ter acontecido em nossa história, nunca ocorreu, enquanto os assim chamados “mitos” e “lendas” são quase que inteiramente verdadeiros.”

Graças ao Esoterismo, esse conhecimento foi guardado. E não ficamos à merce de mentiras egocêntricas, do homem como centro do universo e da ciência oficial como referência de toda a verdade.

Quando eu falo que a gente vai ter que pegar a maioria de todos os livros escritos, estes com “bases científicas” e queimar na fogueira, e recomeçar de novo tendo a verdade por base, e não o que a ciência materialista disse que era a verdade…

Céticos vão revirar no leito com essa ideia, a de que o conhecimento esotérico (de fontes legítimas, e não dessas modernidades que também deformaram muitas doutrinas antigas) é o que possui a verdade dos fatos sobre nossas reais origens, e que este é o conhecimento que irá guiar o novo mundo e a nova consciência que vai resgatá-lo das brumas do sistema materialista vigente.

E se a ciência quiser acompanhar a marcha, seja bem vinda, desde que abra mais os seus olhos e finalmente tenha por certo que a terceira dimensão não é a fronteira final.

Na verdade, é apenas a porta para um mundo desconhecido, atrás da qual Fadas e Aliens coexistem com espíritos e forças desconhecidas, inteligências livres e móveis executando a Música Eterna das Esferas.

Atlântida, Lemúria, Agarthi, Deserto do Gobi, o primeiro berço da civilização que veio de Vênus, Sanat Kumara, as Inteligências da Chama, os primeiros instrutores da humanidade, registros akáshicos, arquivos holográficos, extraterrestres, pirâmides, gigantes, tecnologia hiperdimensional, ascendência estelar, Diluvio, Jesus Cristo, Crucificação …

E de outro lado, mentiras,  filtragem de informações, condicionamento cultural em massa, verdades proibidas, inverdades liberadas, simulações, manipulações, indústria dos horrores, a lenta estupidificação da humanidade. etc….

Porque será que nada disso me surpreende?

*Antes de mais nada, quero dizer que não me refiro generalizadamente ao trabalho da ciência, que cumpre o seu papel na elaboração de leis que regulam o universo de causa e efeito.

Minha referência é específica na abordagem da ciência moderna em relação aos domínios do esoterismo e do espírito, incluindo a inteligência extraterrestre, se mostrando altamente preconceituosa, arrogante, cética, superficial e ignorante.

Acho que, para todos os entusiastas do universo ufológico, e para quem tem um cérebro e o usa, isso já ficou bem evidente.

‘Quem quiser viver o mundo extraordinário, que se prepare para renunciar ao mundo ordinário. Porque as coisas nunca foram como eles te contaram,,,”

Ceticismo?
Filtros sim, vendas não…

Olha só, da mesma forma que no Universo existe o Espírito, existe o circuito fechado de causa e efeito por trás de todo e qualquer fenômeno.

À nossa tentativa de compreender o primeiro, chamamos de RELIGIÃO, e ao segundo, de CIÊNCIA.

Longe de estarem no auge, nossa ciência e nossa religião ainda são falhas, porque espelhos elas são da nossa própria evolução de aprendizado como seres humanos na Terra.

Porém, independente dos humanos que somos, e da nossa adquirida coletânea de teorias científicas e religiosas duramente reunidas ao longo dos séculos, mesmo que nós nunca tivéssemos existido sobre a face deste sofrido planeta, espírito e fenômeno continuarão lá, aqui e ali, em toda parte, um no outro aplicados, dando conteúdo e realidade ao universo que é e sempre será do jeito que sempre tem sido, sem ser alterado pelas opiniões que nossa consciência emite dele.

Que isso nos traga de volta a realidade em nossos vôos narcisistas e concepções pessoais nem sempre alinhadas com a realidade.

Que fique então clara a minha posição: eu não defendo preconceitos rotuladores de nenhum dos lados, nem da ciência e nem da religião.

Só busco o bom senso e a nota de consciência que nos diz que ainda falta muito a se saber, e que esse acervo esotérico, tratado com a devida lógica e profundidade científica e filosófica, será uma alavanca para impulsionar a nossa evolução na Terra.

A ciência acusa o esoterismo de mistificação e fraude, e o esoterismo acusa a ciência de ser cega como uma toupeira, e de filtrar as informações de acordo com os interesses do sistema materialista em que vivemos.

Mas se não fosse o acervo vasto do esoterismo, a ciência teria que começar do zero a sua edificação conceitual. Porque o legado que o esoterismo nos deixa para a atualidade é precisamente todo aquele que irá responder as maiores dúvidas da humanidade, isso se a ciência deixar de lado a sua arrogância típica e começar a olhar com outros olhos esse acervo que o esoterismo possui, que vai desde o mundo secreto de Agarthi até a presença extraterrestre no seio da raça humana, desde os seus primórdios.

Mas estou achando que essa petulância da ciência está longe de acabar, e desde as Fadas até os crops circles, não… definitivamente não.

É mais fácil os cientistas tentarem forçar argumentos de fraude do que assumir que estão diante dum fenômeno ou mistério para o qual eles ainda não tem entendimento ou bases para explicar.

O universo esotérico não pretende ser fantástico no sentido de surrealista, e sim, extraordinário no sentido de se guiar por leis e princípios absolutamente reais, contudo, desconhecidos pela ciência oficial, e que vai crescer grandemente se descer do pedestal e tentar assimilar que leis e princípios são estes, do espírito invisível animando a matéria visível ou de vida inteligente diferente da nossa.

Por isso, quando se fala em Agarthi, ou em fadas, ou em crops circles, é bom sempre lembrar aquela magnífica citação de um dos maiores gênios da humanidade:

“O que conhecemos é a gota. O que ignoramos, o oceano”
Isaac Newton

Quem sabe ele nos traga de volta a realidade quando aquele espírito de “eu sei tudo e tudo o que eu não sei é porque não existe ou foi fraudado” baixa em nossa mente…

“Uma pessoa racional não vê fadas!”

Mas as fadas vêem a pessoa racional…

 

JP em 22.07.2019

Comentários