CiênciaMistérios

Um dos grandes mistérios da Arqueologia: A Pedra Ovo de Winnipesaukee

2015 – Uma pedra misteriosa foi encontrada por trabalhadores, em 1872, nos arredores do lago de Winnipesaukee, em New Hampshire, USA.

É uma pedra escura, esculpida em forma de ovo, com cerca de 4 polegadas de comprimento e 2 1/2 polegadas de espessura, tendo gravados em sua superfície uma variedade de símbolos. Nas extremidades tem dois furos tão perfeitos que só poderiam ter sido efetuados por maquinas construídas após o século XVIII. A origem e finalidade do artefato ainda são desconhecidas – não há outros objetos conhecidos similares ou com mesmo desenho.

A pedra do mistério do Lago Winnipesaukee , em New Hampshire é um suposto oopart (OOPArt).
OOPArt é um acrônimo em inglês para Out of Place Artifact (literalmente, ‘artefato fora de lugar’). 

Da Idade da Pedra, propósito e origem são desconhecidos. A pedra é de cerca de 4 polegadas (100 mm) de comprimento e 2,5 polegadas (64 mm) de espessura, e escuras, tendo uma variedade de símbolos gravados em forma de ovo.

Esculturas sobre um lado da pedra mostram uma espiga de milho e várias outras figuras. O outro lado é mais resumo, com setas invertidas, uma forma de lua, alguns pontos e uma espiral. Um furo passa através da pedra de cima para baixo, aparentemente furado a partir de ambas as extremidades com diferentes bits de tamanho ( 1 / 8 de polegada (3,2 mm) na parte superior e 3 / 8 de polegada (9,5 mm) na parte inferior).

Em 1872, a pedra teria sido encontrado em Meredith, New Hampshire , enquanto os trabalhadores estavam cavando um buraco para um poste. Seneca Ladd, um homem de negócios Meredith que contratou os trabalhadores, recebeu o crédito pela descoberta. Em 1892, após a morte de Ladd, a pedra foi passada para Frances Ladd Coe de Center Harbor, uma de suas filhas. Em 1927, ela doou a pedra para o New Hampshire Historical Society .

A pedra está atualmente em exposição no Museu de História de New Hampshire .

Muita especulação em torno das origens deste objeto, mas nenhuma conclusão até o momento.

Nada parecido a esta pedra foi encontrada na região, aos arredores, onde outras tribos nativas existiam. Algumas teorias chegaram a associá-la aos Celtas.

Sua constituição é de um tipo de quartzito.
E um dos mistérios é que, para a época, não havia tecnologia humana para produzir naquela pedra os furos com tal precisão.

Algo que se assemelha muito ao mistério do Crânio de Cristal de Mitchel-Hedge.

Talvez o crânio mais famoso e enigmático tenha sido o descoberto em 1924 por Anna Le Guillon Mitchell-Hedges, filha adotiva do aventureiro e autor popular britânico Frederick Albert Mitchell-Hedges. Foi o tema de um documentário feito em 1990, Crystal Skull of Lubaantun. Tem-se observado, após o exame por pesquisadores do Instituto Smithsoniano, ser “quase uma réplica do crânio do Museu Britânico – quase exatamente o mesmo formato, mas com mais modelagem detalhada dos olhos e os dentes”.

Artefatos que somente a teoria Alienígena incorporada pode explicar devidamente…
No caso da pedra em forma de OVO, uma celebração às forças da natureza em processo de gestação de todos os seres, como o milho, o Sol, a Lua, as estrelas e os índios…

JP em 18.05.2021

Comentários
Botão Voltar ao topo