Reflexões do fim

Quando as cidades de Sodoma e Gomorra mergulharam na bestialidade, caiu um fogo dos céus por Deus anunciado, e nem o apelo de Abrahão mudou as coisas.
Isso porque certas podridões do corpo e da alma só podem ser purificadas pelo fogo.

Quando as duas testemunhas de Deus forem mortas, naquelas mesmas cidades espiritualmente chamadas de Sodoma e Egito (porque a Babilônia moderna ressuscitou estas nações e seus maus costumes) acontecerá daquele povo enlouquecido, e altamente furioso porque aqueles dois profetas de Deus ousaram contrariar seus egos opulentos, não satisfeitas com a morte das duas testemunhas, dançarão e cantarão sobre seus corpos mortos, felizes porque o Sistema calou a voz daqueles dois que atormentavam seus egos falando das verdades de Deus… tudo porque o ego não conhece limites e odeia quem tenta limitá-lo em sua ação desenfreada e bestial.

Então, depois da vitória dos dois homens de Deus, o segundo ai foi escutado no céu e um mega terremoto arrasou muitos lugares.

Recentemente, uma inesperada Pandemia cobriu o mundo, matou e continua matando muita gente, empobreceu muita gente, e está sendo considerada, por causa de seus desdobramentos e consequências a longo prazo, o quarto cavaleiro do Apocalipse, a peste.

Embora muitos já tenham se acostumado com ela e vendo em tudo isso nada de apocalíptico, mas tudo dentro das coincidências…

Nos alertas dos profetas, o mundo receberia esses eventos de forma inesperada, como um ladrão que invade sua casa no meio da noite, mata sua família e leva tudo o que você tem.
O problema é que o ladrão não assalta a casa de alguém uma única vez, e o mundo está para ser visitado novamente pelo ladrão a qualquer momento.

E você só precisa estar dormindo para que o ladrão faça o seu trabalho.
E mude outra vez o cenário que estava começando a ficar normal…

O que nos dá forças para prosseguir é a certeza de Deus no controle.
E estando Deus no controle, isso torna a ação do ego coletivo sobre a manchada Terra algo muito passageiro.
Porque todas as vezes em que a civilização decaiu para estágios de loucura e barbárie, os comandos cíclicos da Terra eram acionados.
Tudo o que a humanidade está construindo sobre areia, e não sobre a rocha da verdade, vai afundar, não por castigo, mas por falta de base.

Quando a mente esta cega, repelirá todos os avisos, sinais e alertas do Universo, julgando-os como obra do acaso, tudo para não se desviar de seus caminhos equivocados, de tal modo que o fruto podre cairá da árvore por ele mesmo.
O grande problema da humanidade cega e doente é achar MESMO que ela é que está no controle.

JP em 07.01.2021

Comentários
Compartilhar