EspiritualidadeMistérios

Os Mistérios do Zodíaco – a encarnação do Verbo

Os Mistérios do Zodíaco – a encarnação do Verbo

O Zodíaco, Livro das Luzes, a Bíblia original sem cortes, edições ou deformações humanas.

O Zodíaco é uma coisa fantástica, muito maior e mais profunda do que uma simples forma antiga de mapear estrelas e planetas. É verdadeiramente um Livro de Conhecimento pleno, tal como Enoque o chama: Livro das Luzes do Arqui-Arcanjo Uriel.
O Anjo preposto a todas as estrelas chamado A LUZ DE DEUS.
O Senhor do Zodíaco.

Assim sendo, todos os mistérios espirituais (entre tantos outros) se encontram CODIFICADOS nas suas linhas, símbolos e sequência justa, de Áries a Peixes, recomeçando o ciclo novamente em Áries, sob o número 13, o carneiro impetuoso que se transforma no manso cordeiro do sacrifício (13, Jesus, Páscoa etc).

Pois bem, o mistério do Espírito TETRAGRAMATON (quatro letras, quatro entidades) é desenhado aqui nos signos da Cruz Mutável (Peixes, Gêmeos, Virgem, Sagitário, nesta ordem).
E a Cruz mutável significa o conhecimento, a mente, em duas esferas:

Mercúrio e Júpiter.

Na Astrologia antiga, Mercúrio regia Gêmeos e Virgem, signos de ar e terra.
Ar e terra são yang-yin secundários, criados depois (na linha alquimista)
Enquanto Júpiter, o grande Pai, regia Sagitário e Peixes, signos de fogo e água, yang yin primordiais, a matéria prima.

Artigos relacionados

Tudo começa em Júpiter-Peixes, o Grande Pai, representado por Netuno-Poseidon, Divindade primordial das águas anterior a Criação.

Ele envia seu Espírito Santo (na imagem dos Gêmeos), o poder polarizado do Cosmos.

Esse poder espiritual puro (ar, Gêmeos) desce à matéria criada, terra, Virgem, Natureza ou Grande Mãe (Virgem oposto a Peixes, Pai e Mãe, duas faces do Criador, Ativo-Receptivo, céu e terra). E fecundando a Mãe Virgem purificada (Virgem, alquimia da purificação, também um signo mercuriano-hermético) fazem nascer em seu Ventre o gérmen solar,o trigo, a uva, o pão, o vinho, carne e sangue do sacrifício do cordeiro, que está em Sagitário, o centauro, o mestre, a parte humana (divina) nascendo na parte animal e instintiva, carnal (o cavalo).

Porque o centauro é um híbrido, com imensos mistérios simbólicos, metafóricos e psicológicos.
E finalmente, o Filho, o Verbo-Sagitário, regido por Júpiter, se faz semelhante ao seu Pai, Peixes, também regido por Júpiter, graças a ação do Espírito Santo (Gêmeos) sobre Virgem, operações alquimistas sobre a matéria (signos de Mercurio, o princípio mente, ar e terra, mente abstrata e mente concreta).

A Cruz se fecha, o magistério do Filho se completa. A Santíssima Trindade não operaria sem a Mãe Virgem, Mãe Natureza, Terra, base, elemento que recebe a semente solar e faz nascer o fruto das Alturas. Tudo sempre esteve escrito no Livro das Luzes, a Bíblia original de Deus, sem cortes ou edições: o Zodíaco!

Estes 4 signos são numerados em 3.6.9.12
Sabe quem celebrava a excelência destes números no universo? (porque 12 soma 3 e retoma o giro)
NIKOLAS TESLA.

Mas pessoas de mente fechada e crenças limitantes terão dificuldade em aprender a Verdade do Universo por esta Bíblia original escrita com estrelas e as letras de Ouro do Destino em curso sob as doze potências cósmicas.

E seguirão fazendo o que sempre fazem: apedrejar o que não entendem com sua mente fechada, e satanizar o que não alcançam com seu espírito obscuro.
Pessoas de mente aberta e ávidas por aprender, com toda certeza, irão se maravilhar com tudo isso.

Porque descobrirão que o caminho do Zodíaco significa a mesma estrada para nós, humanos mortais, o caminho para se voltar ao Pai, através da encarnação do Verbo em nós mesmos pela operação dos gêmeos do Zodíaco em nosso corpo de terra material (Virgem), onde a Mãe natura nos assiste com energias de elaboração e síntese espiritual no processo hermético de transmutação alquimista que precisamos cumprir com a virginiana disciplina, pureza, método e busca pela perfeição.

PS: sabe como o céu é chamado nas Escrituras?
Sefer. E esta palavra significa Livro, rolo, escritura (em pergaminho).

O livro do céu sempre foi comparado a uma pedra especial:
A Safira Oriental. Por causa da sua cor estrelada de anil profundo.

A Bíblia divina é o próprio Zodíaco escrito com estrelas nas páginas de safira cósmica!
A nossa Bíblia em pergaminhos é uma cópia, já tão editada e deformada por interpretações ignorantes que, com razão, justifica toda uma busca pelo conhecimento original nas estrelas.
JP em 06.08.2021

Comentários

Botão Voltar ao topo