Os critérios da comunicação paranormal

Fundamentalmente, são dois estes critérios:

1. Quanto a natureza
2. Quanto à legitimidade

1. Quanto a natureza, especialmente falando de canalizações ou comunicações com o plano espiritual, temos três possibilidades:

a. entidades da luz
b. entidade das trevas
c. entidade das trevas se passando por entidades da luz

A coisa mais comum é a existência de entidades de trevas se disfarçando de entidades de luz para enganar a humanidade. Muitos canalizadores, na sua qualidade de agentes adormecidos, não tem discernimento sobre a origem e intenção das “vozes” por eles canalizadas, e o mais comum, o absurdamente comum, é a existência de falsas comunicações, de entidades de trevas se passando por entidades de luz, como anjos e espíritos ascensionados.

A comunicação consciente com entidades da luz é muito rara em nossos tempos, porque sua primeira exigência é a de canais extremamente puros … e a pureza que as entidades de luz exigem dos contactados é bastante rara. Um canal afetado por morbosidade sexual ou mesmo inclinado às paixões físicas e desejos pervertidos jamais será qualificado como canal de entidades de luz.

Antes, entidades das trevas o cercarão em sua mediunidade negativa, voltada para o lado negro da força.

Isso explica porque a Virgem Maria sempre escolheu, e preferiu escolher crianças e meninas muito puras para manifestar mensagens ao mundo. Os seres impuros sexualmente falando não canalizam nada que presta, ainda que acreditem no contrário.

A pureza sexual e, de modo geral, a pureza de corpo, alma e coração, isento de paixões degradantes e intenções que manchem sua honra, caráter e valor como pessoa, são os requisitos primários para o contato com as esferas superiores do universo. Por isso que as crianças são ainda os melhores receptores do mundo espiritual, já que encontrar tamanha pureza em adultos nos tempos modernos é mais difícil que encontrar um diamante no meio da rua…

Por outro lado, existem contatos conscientes com entidades das trevas, quando elas se apresentam realmente como são. Cada consciência é livre para contactar o que quiser. Até para exercitar magia negra, necromancia, invocação dos mortos, incorporação (possessão voluntária) etc. Até que se torne um escravo de entidades negras das quais não consegue mais se libertar, adquirindo para o futuro doenças extremamente graves e incuráveis no sistema nervoso por causa do conflito de energias nervosas no ato da incorporação.

Na esfera das entidades, estão envolvidas também as entidades alienígenas.
Como pode o ser humano canalizador estar discernindo sobre as entidades que contacta se ainda é inconsciente totalmente de si mesmo e de sua identidade como espírito na Terra?
O que demonstra que o auto-conhecimento sempre vem antes do conhecimento das esferas espirituais.

Ninguém se aventura no mundo espiritual isento de auto-conhecimento sem sofrer terríveis enganos, manipulações e armadilhas.

Os verdadeiros canais de Deus são, antes, seres muito conscientes de si mesmos.

2. Quanto a natureza, duas possibilidades:

a. experiências reais
b. experiências imaginárias, fruto de projeção psíquica ou fantasia corporificada

Experiências reais são fruto de talentos psíquicos naturais, sejam eles trabalhados nesta vida, sejam eles herdados de vidas passadas.

Meditação, técnicas mentalistas, ioga da mente, o tantrismo branco legítimo (assexual), e um conjunto de disciplinas direcionadas para a expansão das percepções mentais, instrumentos de elevação da consciência.

Experiências imaginárias costumam acontecer de dois modos:

por uma disposição natural da pessoa às fantasias, ou por uso de substâncias químicas que estimulam certos setores da mente, liberando então as fantasias ocultas do subconsciente que, então, tais drogas fazem com que tomem forma e vida na mente “alterada” da pessoa, que as toma por realidade, sendo que são reais apenas para ela e seu universo pessoal.

Que todos saibam que não existe nem caminho fácil e nem porta larga na aquisição de poderes paranormais.
E que é muito arriscado se valer de tais contatos sem que, antes, haja uma condição rigorosa de pureza sexual no veículo físico e mental, e uma consciência totalmente blindada pela doutrina legítima da Verdade.

Porque, se a impureza sexual e mental generalizada atrairá entidades baixas do outro lado, o adormecimento e a consciência ignorante das doutrinas da luz farão com que a pessoa caia em dois tipos de armadilha, baseadas nos dois critérios acima mencionados>

1. armadilhas por parte de entidades negras disfarçadas
2. armadilhas por parte da própria fantasia corporificada

Conclusão:
o pior engano que existe é o auto-engano
Cegos que não querem ver, e para complicar ainda mais, se fazem guias de outros cegos como eles neste mundo onde a espiritualidade virou um bom negócio ou um escape para seus egos místicos cheios de vaidade pessoal.

JP em 03.02.2020

Comentários
Compartilhar