O rosto humano gigante enigmático esculpido em uma rocha na Amazônia

Um dos lugares mais misteriosos e inexplorados de todo o planeta é, sem dúvida, a floresta amazônica.

São milhares de quilômetros de mata virgem que esconde em sua densa vegetação centenas de enigmas ainda não resolvidos. 

Entre eles, destaca-se o rosto humano gigante esculpido na rocha que intrigou pesquisadores e exploradores de todo o mundo. 

O rosto de Harakbut: criação da natureza ou de outra civilização? 

No território da Amazônia, pertencente à comunidade peruana, existe uma das mais estranhas formações rochosas de todo o planeta.

É um rosto gigantesco esculpido na borda saliente de uma montanha, no meio da densa selva. Esse rosto existe há incontáveis ​​séculos e é reverenciado pelos povos indígenas como um deus protetor da natureza. 

Em torno deste colossal rosto de pedra surgem várias incógnitas que cativam as mentes pensantes. Esta silhueta rochosa foi feita por mãos humanas? Ou deveria ser atribuído à ação aleatória dos elementos?

Seria a criação de uma civilização avançada? Ambas as possibilidades são plausíveis, mas levantam questões ainda mais difíceis de responder. 

O ambiente ao redor da Face de Harakbut 

Aqueles que percorreram o difícil caminho que leva à Face de Harakbut não podem deixar de se surpreender ao ver como suas linhas e características são exatas.

Esta formação rochosa está localizada na Reserva Comunal Amarakaeri do Peru, que cobre uma área de 402.335,62 hectares. 

Toda a região é conhecida como Mãe de Deus (ou Madre de Dios) e faz parte da pátria ancestral da tribo Harakbut.

Esta comunidade indígena povoa grande parte de Madre de Dios há décadas e eles lutam constantemente para manter sua cultura e estilo de vida seguros.

Leia também  Reflexões 13

Ao longo de toda a região de Madre de Dios, existem várias construções e formações de profundo significado para as tribos locais.

Agora, o rosto de Harakbut continua sendo o mais representativo e icônico, não só por sua localização geográfica, mas também por sua conformação particular. 

O rosto está localizado perto de um dos muitos rios de fluxo rápido que podem ser encontrados na Amazônia.

Ele fica no topo de uma saliência, no meio da densa selva, projetando uma imagem muito realista do que parece ser um rosto humano. Linhas nítidas se destacam do penhasco, delineando a tez de um gigante olhando para a distância. 

As tribos locais consideram essa formação rochosa como a presença de um de seus deuses ancestrais , guardiões e protetores da floresta. Basta dar uma olhada de qualquer ângulo para reconhecer o rosto humano desenhado perfeitamente na rocha.

Nariz agudo e aquilino, mandíbula e testa proeminente simulam muito bem as características locais. Mistério… 

Não há vestígios da presença humana como a deixada por dedicados trabalhadores. Além disso esta em uma área de muito dificil acesso.

Chegar lá com ferramentas consideraveis para criar um feito desse requer tecnologia moderna..

Como isso foi feito e há quanto tempo atrás é um mistério que precisaria de maior estudo!
*************************

Difícil engolir que hajam “especialistas” dizendo que essa imagem é obra da natureza esculpindo a pedra por forças dos elementos… a imagem de um Xamã é nítida aqui.

Todos os povos antigos tinham suas esfinges guardiãs… por que seria diferente com o povo da Amazônia antes de Cabral?

JP

o

Comentários
Compartilhar