Monolitos também no céu: e este não foi o primeiro!

O fotógrafo Santiago Arévalo disse que desceu até uma praia da Patagônia à meia-noite daquela noite com quatro pessoas. O objetivo era fazer astrofotografia da Via Láctea.

Ele disse:

“Ficamos todos sentados na areia olhando as estrelas e conversando um pouco. Por volta da 1h30 da manhã vemos que por trás das montanhas, do outro lado do lago, começa a surgir uma espécie de brilho branco no qual ele conseguiu capturar o momento exato em que um enorme objeto luminoso se iluminou no céu noturno.

“Todos nós pensamos que era a Lua saindo daquele setor, o que é muito estranho porque a Lua sai do lado totalmente oposto.

“Corri até o tripé para girar a câmera daquele setor e tirei algumas fotos para ver o que consigia salvar do que vimos, que até então era a Lua.



“Depois de alguns segundos, vimos que não era a Lua, era uma ponta, algo um pouco maior que uma estrela, mas que vinha acompanhada de uma espécie de halo em forma de triângulo.


“Naquele momento estávamos todos pensando o que era, se era um avião, mas não tinha as luzes vermelha e verde nas laterais. Foi super estranho e a luz era muito branca. Depois de alguns minutos, ela desapareceu no céu e o brilho branco das nuvens permaneceu por mais alguns segundos.

O NEO (sigla em inglês para Objeto Próximo à Terra) – (foguete Centauro) foi descoberto em setembro por astrônomos em busca de asteroides próximos e foi visto no último domingo (6) por volta de 1h30 na área da Patagônia.

Mas será que a explicação da NASA é precisa, dado que um objeto de enormes proporções, maior que a Lua, não pode ser atribuído à presença de um velho foguete Centauro que está à deriva no espaço?

Leia também  "O Pentágono tem materiais extraterrestres de OVNIs", diz ex-membro do governo britânico

****************

Sempre questionei a inteligência dos gênios da Nasa.
Se superam a cada dia.

Não foi a primeira vez que estranhas imagens com forma exata de um monolito foram registradas no céu.
A primeira, em uma rodovia de Idaho, USA, em 30.11.2020.

E outras parecem estar surgindo, paralelamente ao fenômeno monolito na Terra.

A primeira fase do plano dos aliens é chamar a atenção para um novo fenomeno global, os monolitos.
E estão conseguindo, usando também projeções no céu.

Haverá uma segunda e uma terceira fases, e então…

Idaho USA, 30.11.2020
Campos Novos, Brasil, dezembro 2020

Fonte: o Céu
JP

Comentários
Compartilhar