Mítica cidade egípcia é encontrada no fundo do mar – Uma das maiores descobertas

E tudo era muito mais que uma mera lenda. Aparecendo em algumas inscrições raras e textos antigos, a cidade de Thonis-Heracleion foi escondida por milhares de anos, submersa no fundo do mar.

Depois de pesquisar por anos examinando a vasta área da baía de Abu Qir na costa do Egito, o arqueólogo francês Franck Goddio e sua equipe viram um rosto colossal emergir das sombras aquosas. Goddio finalmente encontrou Thonis-Heracleion, completamente submerso a 6,5 ​​quilômetros da costa de Alexandria. Entre as ruínas subaquáticas estavam 64 navios, 700 âncoras, um tesouro de moedas de ouro, estátuas a 5 metros e, mais notavelmente, os restos de um enorme templo ao deus Amon-Gereb e os minúsculos sarcófagos para os animais que foram trazidos lá como ofertas.

As ruínas e artefatos feitos de granito e diorito estão notavelmente preservados e dão um vislumbre do que foi, há 2300 anos, uma das grandes cidades portuárias do mundo. O porto de Thonis-Heracleion (os nomes egípcio e grego da cidade) controlava todo o comércio com o Egito.

Construída em torno de seu grande templo, a cidade era entrecruzada por uma rede de canais, uma espécie de Veneza egípcia antiga, e suas ilhas abrigavam pequenos santuários e casas. Outrora uma grande cidade, hoje sua história está em grande parte obscurecida e ninguém sabe ao certo como ela acabou totalmente submersa.

Fonte

Comentários
Compartilhar