Enxame sísmico preocupante sob o vulcão La Cumbre Vieja, Ilhas Canárias

Um enxame sísmico sob o Cumbre Vieja em La palma, Ilhas Canárias, entre 23 e 24 de dezembro. Mapa via IGN
Vários enxames ou séries sísmicas foram registrados no vulcão Cumbre Vieja em La Palma/Ilhas Canárias nos últimos anos.

O primeiro grande “enxame” sísmico ocorreu em outubro de 2017, seguido por outra crise sísmica em fevereiro de 2018. Enquanto isso, 2020 já nos deu 4 enxames sísmicos.

Terremotos em La Palma ocorreram em 23 a 24 de dezembro de 2020
O último enxame começou em 23 de dezembro por volta das 21h26. e terminou em 24 de dezembro às 21h29. horário local.

Nessas 24 horas, mais de 602 tremores sacudiram a área a uma profundidade de cerca de 30 km, com o maior terremoto tendo uma magnitude de 2,3 mbLg.

Um sinal do próximo mega-tsunami?
Este enxame sísmico é um sinal de inquietação. E esse aumento de atividade está deixando os cientistas loucos, pois todos sabem que o colapso deste pico vulcânico pode matar milhões de pessoas na Europa e ao longo da costa leste da América do Norte (como também no norte e nordeste do Brasil).

O vídeo a seguir explicará claramente como e porque:

Quando o vulcão Cumbre Vieja entrará em colapso?
O colapso do flanco oeste do vulcão Cumbre Vieja, na metade sul de La Palma, não vai acontecer amanhã ou na próxima semana sem aviso!

É provável que seu colapso aconteça a qualquer momento nos próximos milhares de anos.

Como os cientistas sabem que La Palma entrará em colapso?
La Palma entrará em colapso no momento de alguma futura erupção vulcânica no cume do vulcão Cumbre Vieja. Sua última explosão foi em 1949. Elas ocorrem em média a cada 200 anos. Portanto, pode durar muitas décadas antes que a próxima erupção do cume ocorra.

O colapso não acontecerá necessariamente durante a próxima erupção do cume e pode muito bem levar cinco, dez ou mais explosões antes do mega-tsunami.

Que consequências o colapso teria?
O flanco oeste do vulcão Cumbre Vieja deslizará para o oeste no oceano Atlântico, criando um mega-tsunami, uma onda gigantesca que se moveria rapidamente para oeste.

Os Estados Unidos, Bahamas e o Caribe seriam severamente atingidos por ondas enormes de 50 metros.

Como evitar o colapso do vulcão La Palma?
Nada pode ser feito para impedir o colapso de La Palma. Monitoramento, aviso e evacuação adequados são as melhores etapas para se preparar contra essa catástrofe.

Embora o risco de um colapso nas próximas décadas seja pequeno, ele causará grande destruição quando acontecer.

Onde estão zonas semelhantes em todo o mundo?
Existem dezenas de grandes vulcões ativos nos oceanos do mundo. A maioria deles entrou em colapso no passado e a maioria entrará em colapso no futuro. O mais recente foi Anak Krakatau em 2018.

A Grande Ilha do Havaí, no Oceano Pacífico, também mostra alguns sinais de que pode entrar em colapso nos próximos milhares de anos.

***********************************

O que me assombra é a precisao da ciência moderna para prever esses eventos:

“É provável que seu colapso aconteça a qualquer momento nos próximos milhares de anos”.
E ainda usam o termo É PROVÁVEL?
É próvável que nem mais exista mundo nos próximos milhares de anos.
Mas tem quem confie cegamente na ciência moderna… piada.

JP em 29.12.2020

Comentários
Compartilhar