Desenho da Virgem Maria reaparece misteriosamente 13 anos depois!

Um desenho a giz da Virgem Maria misteriosamente reapareceu 13 anos depois de ter desaparecido.

Imagem de Nossa Senhora aparece em estacionamento e atrai procissão, no México.
A Virgem foi descoberta na área que fica próxima à prefeitura da cidade de Guadalupe e atraiu procissão de moradores até o local

Trabalhadores de Guadalupe, no distrito de Nuevo León no México, se surpreenderam ao lavar um dos estacionamentos da prefeitura da cidade na última semana. É que ao cair sobre o asfalto os jatos de água revelaram uma nítida pintura da Virgem da Anunciação.

Envolta em um manto azul, a santa ficava cada vez mais evidente à medida em que mais água era jogada no local, dizem os relatos feitos à imprensa local. Impressionados com a aparição, os trabalhadores isolaram o local — que já acumula flores, velas e outros ofertas deixadas por moradores.

Festival Bella Vía
Pouco depois que a santa foi descoberta, a prefeita de Guadalupe, Cristina Díaz, fez uma postagem no Facebook em que explicou parte do mistério. A aparição, segundo Díaz, é um resquício do festival Bella Vía, realizado na cidade há 13 anos.

“Hoje tivemos uma grande surpresa ao ver no estacionamento da Presidência Municipal uma imagem da Virgem da Anunciação, pintada há 13 anos no Festival Bella Vía”, legendou a mandatária.

A aparição foi tão surpreendente que atraiu até o local a artista que pintou a santa em 2007. “Ela é Cintia Arrellano, que pintou a imagem há 13 anos e ela mesma confirmou que usou pastéis (giz) no chão e aqui está a imagem inacabada daquele ano de 2007. Ela foi ao local e disse que ficou surpresa por seu trabalho ter se mantido por tanto tempo”, escreveu em seu perfil no Twitter o diretor de Cultura da cidade de Guadalupe, Felix Palomo.

Explicações
Margarita Botello, professora de pintura e moradora da região, especula nos comentários “Penso que o giz era de muito boa qualidade e penetrava muito bem nos poros, para além do fato de o pintor provavelmente ter colocado alguma laca (espécie de resina de pintura) que posteriormente foi proibida em todos os festivais de chão, para que as pinturas fossem completamente apagadas. Este festival de Guadalupe foi um dos primeiros e as regras de não se aplicar mais nada à tinta que fixe os pigmentos ainda não eram tão rígidas”, justificou.

Ainda nos comentários da publicação, fiéis demonstraram não se importar com as explicações e seguiram emocionados com a aparição. “Bem, podem procurar por mil explicações lógicas para esse acontecimento, mas, seja como for, para mim, com todo respeito aos meus irmãos céticos, é uma manifestação da nossa mãe, que já não sabe como captar a nossa atenção para voltar a Deus. Espero que reflitamos. Meu humilde discernimento. Bençãos”, escreveu Rosario Moreno Rodriguez.

Antonello_da_messina___virgin_annunciate___galleria_regionale_della_sicilia__palermo (desenho baseado nesta pintura original)

Tradição centenária
Assim como os tapetes da Semana Santa que são costume no Brasil, o Festival Bella Vía ocorre todos os anos no México e é visto como um espaço de expressão para a arte popular. Qualquer artista maior de 18 anos pode apresentar um projeto à organização do evento, que dura um dia inteiro. Mas, diferentemente do que acontece por aqui, em que os artesãos usam serragem, areia e outros materiais, os mexicanos usam giz para enfeitar as ruas.

O desenho de 13 anos atrás

Até agora, no entanto, nenhuma explicação conclusiva para o fenômeno foi apresentada.

Correio Braziliense


Não existe material mais dispersivo do que giz.
Bastam alguns dias exposto à chuva e mesmo ao vento e atrito dos pneus dos carros e pés das pessoas caminhando sobre o desenho para que ele seja removido do chão
.

Porém, um desenho que desaparece e reaparece 13 anos depois, bem na época das festividades da nossa Virgem Maria Padroeira do Brasil?

Até agora, ninguém explicou o fenômeno e estão descartadas pessoas que apareceram por lá para criá-lo novamente (que teriam sido registradas nas câmaras locais de segurança).

E se realmente a explicação fosse aquela, a de uma pintura com giz e outras substâncias fixantes, ora, a imagem não teria desaparecido e reaparecido. Ela ficaria um pouco gasta com o tempo, mas não sumiria do local para voltar ao mesmo local 13 anos depois.
E a própria autora do desenho apareceu no local, declarando que só usou GIZ PASTEL no desenho, substância facilmente dispersiva pela ação do tempo e elementos naturais, vento, chuva, atrito dos carros e pés, etc

Por isso, o evento continua sem explicação.

A Virgem Maria é repleta de eventos miraculosos na sua grande lista de manifestações.
Esse é bem pequeno até, se comparado aos muitos outros?
O que eu acho?
A grande Mãe tentando chamar a atenção da humanidade, como sempre faz, em resposta a tantos alertas enviados a um mundo cada vez mais cego e surdo… onde nem desenhando, Ela se faz entender!

JP em 15.10.2020

Comentários
Compartilhar