Conheça o megalítico localizado no deserto que é dividido com a precisão de um laser

Bem no fundo do Oásis Tayma, na província de Tabuk, na Arábia Saudita, existe uma formação rochosa de 4.000 anos com uma característica incomum: é dividida ao meio por um corte reto com a precisão de um feixe de laser.

A rocha Al Naslaa é composta por dois arenitos sustentados por um pedestal formado naturalmente com uma fenda perfeita no meio.

No entanto, nada impediu alguns usuários de mídia social de especular que os antigos habitantes do deserto poderiam ter usado raios laser para cortar a rocha ao meio.

A conta do Instagram, WeirdWorldInsta, postou uma imagem da rocha com um texto que dizia: “Há uma formação rochosa de 4.000 anos na Arábia Saudita chamada Al-Naslaa, que parece ter sido cortada ao meio com a precisão de um laser”.

“Ninguém sabe ao certo como aconteceu. Alguns dizem que as civilizações antigas podem ter sido mais avançadas do que nossos livros de história nos dizem. ”

Considerada uma das pinturas rupestres mais fotogênicas da superfície do planeta, a maciça rocha é dividida ao meio com extrema precisão. No entanto, de acordo com especialistas, o corte de precisão semelhante ao do laser NÃO foi criado artificialmente.

Segundo muitos, é um dos maiores mistérios encontrados pelo homem, e esta incrível estrutura de pedra antiga atrai milhares de turistas todos os anos que vêm a Al-Naslaa para observar sua perfeição e equilíbrio, o que deu origem a inúmeras teorias que tentam explicar sua origem.

A rocha está em perfeito equilíbrio, apoiada em duas bases e o mais estranho é que está perfeitamente dividida ao meio. Tudo sugere que em algum ponto deve ter sido trabalhado por ferramentas extremamente precisas, alguns até mesmo se aventuraram e disseram ferramentas semelhantes a laser.

Leia também  O Colapso do Tempo

Fonte

Comentários
Compartilhar