UfologiaMistériosTecnologia

Chaves de poder nos crop circles 2011

Chaves de poder nos crop circles 2011

O ano, 2011, uma temporada crop circle fantástica. Naquele ano, tivemos o dígito
11-11-11 (em 11.11.2011), o que motivou na época muitas especulações sobre portais e chaves de sincronicidades.

E elas realmente falaram nos campos, mas poucos enxergaram.

Reservei dois crop circles que apareceram lado a lado, numa diferença de dois dias.

Um pictograma com símbolos e números, e outro crop circle com um pentagrama de caduceus, que só foi completado um ou dois dias depois, e colocado no campo ao lado do primeiro picto, do dia 4 de julho.

O pictograma apareceu em Honeystreet, Alton Barnes, UK, enquanto o pentagrama de caduceus apareceu primeiramente em 4 de julho no campo ao lado, e foi completado 2 dias depois, em 6 de julho.

O pictograma é como a chave que abre o segredo de poder da estrela do caduceu, combinando o pentagrama (5) com a dualidade (2).

E no topo, uma pirâmide de quatro andares parece ilustrar que estamos diante de uma visão telúrica, do subterrâneo e seu poder secreto de conexão com as dimensões superiores, como ilustram os relatos antigos, Agarthi e o reino oculto da Terra.

Adiante, seguirei explicando os detalhes.

Chaves de poder nos crop circles 1
(continuação)

Estudando a fundo o pictograma do dia 04 de julho de 2011, que apareceu em Honeystreet, Reino Unido, com estranhos símbolos que pareciam números, letras e pedaços de outros símbolos, ligando dois círculos iguais em suas extremidades ao longo de um eixo.

Muitas sugestões foram dadas, porque o perfil de alguns números parecem surgir nessas estranhas linhas de transmissão entre os dois círculos separados, números como 3, 2, 9, 5 e outros.

Números aparentemente aleatórios, mas que podem, mais uma vez, estarem apontando para outra configuração planetária simétrica no céu naquele mesmo dia 4 de julho de 2011, já que pictogramas deste tipo geralmente estão envolvidos com sistemas de coordenadas astronômicas.

Sabendo que os planetas, o Sol e a Lua tem uma escala numérica na Cabala:
Saturno (3), Júpiter (4), Marte (5), Sol (6), Vênus (7), Mercúrio (8), Lua (9).

Eis que naquele dia, os sete astros mencionados se reuniram numa faixa do céu, indo da constelação de Peixes até a constelação de Virgem, na seguinte disposição muito simétrica por sinal :

Júpiter em Peixes (4)
Marte em Touro (5)
Vênus em Gêmeos (7)

Sol no centro da faixa em Gêmeos (dentro da constelação) (6)

Mercúrio em Câncer (8)
Lua em Leão (9)
Saturno em Virgem (3)

E quando o pictograma foi duplicado sobre ele mesmo, formou essa barra com 12 quadriláteros e 4 X.

Três compartimentos à esquerda, três à direita, seis no centro. Três e três planetas de cada lado da área central ocupada pelo Sol, que tem maior peso na estrutura energética dessa conexão em linhas de transmissão. E por isso, foi representada com seis quadriláteros, e seis é o número de ordem do Sol.

A letra X indica um fator de multiplicação energética em períodos de reunião ou agrupamento planetário no céu.

Ou seria uma indicação do planeta X oculto no céu?

Como se os números representassem os astros envolvidos nessa configuração.
E o pictograma representasse (como em outros casos) as linhas de energia conectadas entre os astros em formações do tipo (como alinhamentos planetários e os impactos de energia sobre a Terra).

O pentagrama dos caduceus

No mesmo dia do pictograma de Honeystreet, e no mesmo lugar (ao lado do pictograma) este padrão de pentagrama de caduceus apareceu, isso em 4 de julho de 2011, mas apareceu incompleto, se fechando na totalidade dois dias depois, em 6 de julho de 2011.

E seguindo a mesma linha de interpretação do pictograma do mesmo dia, observei a disposição dos planetas no céu naquele dia.

No caso, no dia 6 de julho, quando o pentagrama se completou.
Ele tem cinco imagens repetidas que combinam um tipo de caduceu de mercúrio com a forma de um escorpião.

No alto, uma pirâmide de quatro níveis e cinco pontos ao redor da formação.

Combinando os três elementos aqui:
Pentagrama
Caduceu
Escorpião
teremos uma síntese do hermetismo em geral, porque o pentagrama, a estrela da luz, representa a ciência secreta dos espíritos.

O Escorpião representa a fonte do poder oculto no corpo (analogia com a casa VIII da Astrologia) e o caduceu representa a forma de se transmutar essas energias em prol da iluminação na mente – que pode ser representada pela estrela de luz no alto da cabeça.

A pirâmide ilustra um movimento de ascensão das energias telúricas, porque pirâmides representavam na antiguidade as pontes de ligação de energia entre a Terra e o céu, entre o plano denso do corpo e o plano sutil da mente.

E para confirmar esse modelo, observando o mapa planetário daquele dia, eis que temos um pentagrama destacado, envolvendo os seguintes astros: Saturno, Plutão (o regente do signo de Escorpião), Netuno, Júpiter e o Sol.

No mapa astral, podemos ver aquela distribuição simétrica comentada antes, envolvendo sete “planetas” (Sol e Lua eram considerados planetas na antiguidade):

(Júpiter-Marte-Vênus) 3
(SOL) 1
(Mercúrio-Lua-Saturno) 3

Mais uma prova de que muitos crop circles são na verdade diagramas astronômicos com informações relacionadas com a influência das energias cósmicas na vida humana e como podemos aproveitar tudo isso transmutando energia física em energia mental (os caminhos da iluminação interna).

Parabéns aos autores.
JP em 08.12.2023

Comentários

Botão Voltar ao topo