Chamado ao contato do terceiro grau via crops circles

De algum modo, eu sabia que, quando a temporada crop circle alcançasse 30 anos, o ciclo de Saturno relacionado a colheitas (porque as mensagens inteligentes em código começaram na Inglaterra em 1990, precisamente no dia 23 de Maio, Sol na constelação de Touro), algo surpreendente poderia acontecer.

Como previsto, o número de objetos (crops circles) decai a cada ano, e este ano não tem sido diferente.

Uma queda sensível do fenômeno indicando a sua própria transição, da mensagem enviada para a mensagem recebida, e da mensagem recebida e interpretada para o objetivo final de um contato seletivo com as inteligências amigas da poderosa civilização venusiana, cujos registros estão presentes em todas as memórias da Terra, registrados por todas as sociedades que nos disseram ter recebido a visita de venusianos em seus tempos, templos e cidades.

Muitos pesquisadores, desde então, vem tentando decifrar esses códigos, porém, estudando o trabalho de muitos deles, vejo que, exatamente por faltar esse conhecimento dos símbolos sagrados do passado, na leitura consciente dos valores eternos das religiões que, ainda que desgastadas pelo tempo e pela corrupção humana, sejam alvo de desprezo e até de ataque para muitos, elas não perderam sua finalidade de semente de um conhecimento plantado no passado com a intenção de uma colheita no futuro.

E o futuro chegou.

E os mesmos semeadores do passado agora voltam para colher todo o conhecimento plantado.

E de forma apropriada, eles utilizam os campos de cereais como folhas de papel para escrever o seu novo evangelho para a Terra, maravilhoso evangelho que consegue ser, a um só tempo, científico e espiritual, cristão e pré-colombiano, falando numa linguagem que todos podem entender, não em inglês ou em códigos de máquina, mas apenas e simplesmente a linguagem universal do símbolo, que é matemática, musical, geométrica e arquetípica, e seu significado vale tanto aqui como em Vênus, e em qualquer outra parte do universo, daí a sua eficiência.

E por faltar aos muitos pesquisadores do fenômeno esse conhecimento da tábua sobre a qual os crops circles são escritos, lhes falta o entendimento de muita coisa, sobrando a especulação e as interpretações subjetivas que não solucionam as mensagens crop circle no sentido do seu alvo proposto desde o início:

UM CONTATO CONSCIENTE NO MUNDO FÍSICO.

Algo concreto, que transcende a especulação intelectual e a subjetividade de canalizações, ambos, as extremidades de uma só coisa: a necessidade de termos alguma certeza nesse campo tão incerto, tão acobertado e tão embaralhado em ideias, o campo da Ufologia e da realidade extraterrestre.

Não será um contato aberto no caso. Mas um contato eleito a quem lhe seja digno.

Aliás, o mesmo Senhor T anunciou (conforme o livro de Frank Stranges) que ele manteria contato com algumas pessoas neste mundo, mesmo após sua partida “oficial” do Pentágono, em 1960.

O contato, portanto, é concreto, ele se dirige a um explícito encontro marcado, tempo e espaço, lugar e data…
porque a letra T também é o selo da eleição divina na testa.

E o Senhor T trabalha em parceria com Jesus Cristo, porque o próprio Jesus Cristo (segundo ele mesmo) lhe designou por alta missão para este dia, hora e lugar.
Algo que nos leva ao famoso Arrebatamento via UFOs…

E o Senhor T, ao lado de sua comitiva, preparou o mundo enviando telegramas ao longo de trinta anos… telegramas esses desprezados pela maioria da humanidade, cuja visão não passa do metro acima da linha horizontal de seus pés e do materialismo que regra suas mentes e vidas… porém, ao que leu e acumulou cuidadosamente todas as mensagens ao longo dessa jornada experimentada, agora começará a ver os frutos na árvore do tempo, para quem valerá a sentença da sabedoria oriental, que agora eu compartilho:

“Transportai um punhado de terra todos os dias e erguereis uma montanha!”
Confúcio

E a montanha te levará de volta ao céu!
E a jornada que começou na mente, terminará entre as estrelas do Infinito….

JP em 17.07.2020

Comentários
Compartilhar