Aliens do Mal e caricaturas humano-alienígenas

Aliens do Mal

Muitas religiões e doutrinas de visão muito rígida e limitada pregam que os aliens são necessariamente entidades do mal, conforme interpretam da Bíblia (como demônios).
Mas… será assim mesmo?

O Apocalipse mesmo (e como sempre, Bíblia mal interpretada por maus intérpretes é a fonte dessas teorias absurdas) diz que apenas 1/3 das inteligências celestes (o que abriga tanto anjos como alienígenas) cairia para o lado da desordem e rebelião (o Mal), e mesmo assim, acho eu, 1/3 é um número demasiadamente elevado, pelo que penso é meramente simbólico, porque esta proporção 1/3 aparece em outros contextos.

Ainda acho que 1% seria número muito alto para ilustrar um percentual de inteligências caídas contra o percentual de inteligências a serviço da Ordem e do Bem, tanto da parte de Anjos/Espíritos como Alienígenas.

Anjos caídos e Aliens do mal existem, e como! Mas generalizar que tudo procede de atividade diabólica no campo da Ufologia, isso sim é sintomático de religiões e doutrinas fanáticas que continuam achando que Deus criou o Universo inteiro só para o Homo Sapiens e colocou as potências cósmicas aos seus pés, para servi-lo em tempo integral.
E mais uma vez, o ego humano continua com aquela tendência de demonizar a tudo, menos o próprio ego, a causa real de toda a desordem lá fora.

Que pena que poucos aprenderam sobre as lições de EGOFOBIA ensinadas por Jesus Cristo e continuem firmes na Egolatria, no Egocentrismo, Egoísmo e Egomania característicos da Idade das Trevas, porque não existe estado mais tenebroso de alma do que a perda da capacidade de olhar para si mesmo, quando então todos os julgamentos projetados para fora serão tão tenebrosos quanto.

E é justamente esse estado tenebroso de alma, fixada no próprio EGO, que produz a queda de inteligências dentro de uma sociedade, desconectadas com a Verdade em suas consciências, o que torna cada ser humano, em maior ou menor grau, um tipo de “demônio” também a serviço do Mal que nem mesmo ele percebe que comete em tal estado de desconexão com a Luz da Consciência.

É sempre bom tentar limpar primeiro a própria janela antes de declarar com certeza absoluta que o mundo lá fora está sujo.

Porque ele já está sujo demais para que o tornemos mais sujo ainda com nossas projeções internas. A Terra é uma ilha caótica cercada das águas da bondade divina por todos os lados. Mas infelizmente a bondade divina não é automática. Ela precisa de merecimento.

Caricaturas humano-alienígenas

Paul, o Alien fugitivo, é uma das maiores “provas” de como a cultura moderna projeta nos Aliens a própria identidade humana. Aliens acabaram se tornando um espelho inconsciente de toda a nossa esperança, fraqueza, dúvida e insegurança enquanto humanos ainda limitados e não realizados dentro de nossas próprias potencialidades desconhecidas.

O que o homem não está conseguindo fazer, os Aliens farão. Bem, foi assim que fizemos com os “deuses” da antiguidade. Estamos outra vez transformando Aliens em deuses que façam o trabalho por nós. Nada mudou debaixo do céu e não há nada novo sob o Sol, como dizia o sábio. Outra vez estamos construindo uma nova religião e crença e, sem perceber, projetando todos os nossos anjos e demônios internos para essa nova categoria de deuses vindos do céu… os alienígenas…

De novo, ainda insistimos em não olhar para dentro e buscar dentro a solução e cura para os problemas que nossa ignorância reencarnante causou lá fora… e continuará causando …
A César o que é de César, aos Aliens o que é dos Aliens, ao homem o que é do homem, aos Anjos o que é dos Anjos… e a Deus o que é de Deus…

JP em 18.02.2020

Comentários
Compartilhar