Templates by BIGtheme NET

O limite da Data-Limite

 

Conforme passem os dias e as promessas desta falsa data limite não sejam verificadas, ela será esquecida totalmente.

Mas conforme passem os mesmos dias e as profecias do Apocalipse se materializem diante de todos, como já estão se materializando com clareza (principalmente para quem tem conhecimento do livro) isso funcionará como a separação do joio e do trigo, falsas profecias sendo separadas das verdadeiras profecias não por palavras ao vento, mas por fatos concretos.

E ante aos fatos, não há argumentos. Porque, segundo a data limite, tudo se transformará gradualmente num paraíso após o dia 20 de Julho, e as coisas tendem a melhorar para a humanidade, que se torna “madura” para o contato com os aliens superiores…

Porém, se as coisas piorarem a partir dessa data (como já vem piorando a cada ano), seja em termos de clima e perturbações geológicas, seja em termos de aumento da tensão bélica entre as potências, seja em termos de adormecimento da humanidade e da robotização do homem pela cultura da máquina, e seja por uma série de outros fatores, como o risco cada vez maior da queda de asteroides, ou do aumento da fome global por causa do caos climático (como já tem sido alertado pelas instituições), e doenças potencialmente perigosas surgindo (ou voltando), bem, saberemos que a data limite de Chico Xavier é falsa, e a única coisa verdadeira em curso é o Apocalipse e a data limite de João, ou os sete anos finais de Daniel, estabelecidos a partir dos 70 anos de Israel, ou seja, entre 2018 e 2025/6.

E de outra coisa estou bem certo:

Se a data limite de Chico Xavier funcionar, os espíritas confirmarão em coro:

Nosso profeta acertou!

Mas se a data limite de Chico Xavier falhar (como já está falhando), os espíritas em coro dirão:

Chico Xavier nunca falou em data-limite…!

Enfim, cada um irá lutar para preservar suas crenças de estimação, fugindo sempre da verdade, que ruge como um leão lá fora… porque a triste tendência do homem moderno não é a de buscar pela verdade, custe o que custar, mas sim, o contrário, fugir da verdade como puder, com todas as crenças que ele puder reunir para continuar surdo e cego.

“Tem olhos para ver, mas não enxergam… tem ouvidos para ouvir, mas não ouvem…” disse Cristo.

E por que seus olhos não enxergam, e seus ouvidos não escutam?
Simples.

Porque eles NÃO QUEREM ver e nem ouvir.

E no final de tudo, saberemos que só a Verdade prevalecerá, e os fatos e os eventos no mundo darão o seu testemunho.
E ante os fatos, calarão todas as crenças e argumentos.

O mundo só terá um recurso ao qual poderá recorrer: o Poder da Verdade Cristo.
Porque todo o resto vai falhar.

Outra prova do quanto é falsa essa data limite de Chico Xavier?
O contato aberto com os alienígenas superiores já começou desde quando temos crops circles, especialmente desde 1990, mandando mensagens ao mundo.

São eles falando conosco faz décadas, 29 anos antes da data declarada pelo médium espírita.

Essas mensagens possuem um contato aberto para quem souber interpretá-las.
Eu posso garantir isso.

A única data-limite que existe é aquela definida pelo próprio Jesus conforme o Evangelho de Mateus, e ela se abre no período de sete anos, entre 2018 e 2025/6, por causa do aniversário de 70 anos da nação traidora, Israel.

Jesus teria concedido 70 anos para Israel, a nova Israel, formada como nação em 14 de maio de 1948, por manobras na ONU, permitindo o retorno dos judeus ao seu país de origem, e essa concessão de 70 anos era para verificar se Israel (o povo) mudasse sua opinião e finalmente o aceitasse como o Messias enviado pelo Deus de Israel, IHWH.

E isso não se verificou, passados 70 anos (14 de maio de 2018) quando então, como o próprio Jesus declara, tudo se cumpriria, conforme as profecias.

Pior, Israel está preparando o caminho para o Anticristo, e irá interpretá-lo e tomá-lo por seu Messias.

Guerras, a Terceira Guerra Mundial, isso já é anunciado desde os evangelhos e desde o Apocalipse como um dos sinais do retorno de Cristo dentro desse período dos sete anos finais, coincidindo com a profecia de Daniel.

Daniel fala da Terceira Guerra Mundial (as quatro bestas em conflito sobre o mar da humanidade) e os Hopis falam das três grandes purificações da humanidade (as três grandes guerras).

A Virgem de Fátima falou sobre estas guerras em 1917, e o Apocalipse, como os evangelhos, falam nos cenários de guerra e Jerusalém sitiada por exércitos, quando o tempo-limite de sete anos se instalasse, prazo de 70 anos para Israel se decidir.

Na segunda metade destes sete anos, o Anticristo ascenderia ao poder e instalaria o seu reino (o programa da Nova Ordem Mundial já existe para lhe preparar os caminhos, sendo que Israel tem grande parte nisso, capitalismo e tecnologia, mais uma aliança mundial nos poderes constituídos, é a base desse programa).

A grande Ironia é que o Anticristo será recebido por Israel como seu Messias… porque não se pode servir a dois senhores sem que um seja traído.

A mensagem de Chico Xavier está errada pelo simples fato de que o homem nunca pisou na Lua em 1969.

No máximo, o que os americanos fizeram foi o mesmo que os russos, deram voltas no espaço, e os russos foram os verdadeiros pioneiros da conquista espacial.

Então alguns argumentem que, se os americanos tivessem fraudado as coisas, os espiões russos na época infiltrados saberiam de tudo. Mas não é bem assim. Se a espionagem fosse uma atividade sempre bem sucedida, os russos já teriam descoberto há tempos o que está tão bem guardado na área 51, e as vezes eu penso que nem o presidente sabe… totalmente.

Mas quando os russos se tornaram pioneiros na conquista do espaço, então os americanos, para não ficarem atrás, criaram em estúdios as imagens do pouso na Lua em 1969 (não havia tecnologia para isso naquele tempo, fora outras inúmeras discrepâncias nas imagens e relatos apresentados).

E para cada discrepância e contradição, vem um “cientista” ou “entendido” encomendado pela mídia norte-americana, oferece meia dúzia de “explicações técnicas” e isso satisfaz a grande maioria em seu pensamento politicamente correto de que o homem pousou na Lua em 1969, e que não seria inteligente discordar disso. A mídia tem pregado tão fortemente essa celebração de 50 anos da maior façanha (ou fraude?) da História, que passa para a maioria um sentimento de que não seria inteligente discordar disso.

Porém, vez ou outra aparecem relatos e depoimentos de pessoas ligadas a logística da Na$a, desde a época da corrida espacial, sustentando que tudo foi uma farsa. O que fazer, se são taxados pela grande mídia, com o AMÉM do GADO, de conspiracionistas e teorias conspiratórias?

E pensando bem,  não são eles os mesmos, os canais da NA$A, que negam e até debocham da Realidade Extraterrestre?

Ou seja, acreditar em tudo o que a Na$a diz, inclusive seus acobertamentos e mentiras sobre os Extraterrestres e suas Naves lá nas alturas?

(***)
Pode uma mesma fonte dar água potável e água insalubre ao mesmo tempo?

Foram os mesmos que debocharam da profecia maia até rachar no ano de 2012, e hoje, temos visto o processo acelerado de entropia planetária, e seus cientistas permanecem mudos…

O pouso na Lua em 1969 foi uma das maiores fraudes da História humana, uma espécie de blefe no poker que os norte-americanos empregaram para intimidar a Rússia na época, dentro da corrida espacial, e a Guerra fria a pleno vapor.

Portanto, o que vale mesmo, o que vinga mesmo, é o período limite de sete anos (2018-2025/6) da humanidade como civilização, antes que todas as coisas declaradas na Bíblia aconteçam, sendo que muitas delas já estão acontecendo.

Junte-se ai as profecias maias, hopis e de outros mestres, como Nostradamus, e teremos a convergência profética perfeita.

Outra coisa que invalida a data-limite dos espíritas é o fato de que a sentença da humanidade já tinha sido posta por Jesus Cristo no Apocalipse. Ali, algumas décadas após a crucificação, Jesus apareceu a João e lhe revelou todas as coisas que aconteceriam ao mundo, dois mil anos a frente, já determinadas pelo Alto Juízo Divino.

Como pode uma “moratória” ser dada pelo próprio Jesus Cristo, com base no pouso da Lua (falso) em 1969, sendo que o próprio Jesus Cristo determinou o Apocalipse como sentença irrevogável ao mundo há dois mil anos atrás?

Como poderia Jesus escolher uma data limite baseada numa grande fraude, o pouso do homem na Lua em 1969, sendo Jesus a própria encarnação da Verdade que rejeita toda mentira e toda fraude?

Tudo isso prova o quanto a humanidade continua cega e é enganada de todos os lados.

Chico Xavier e outros canalizadores da sua espécie, na verdade, pegam sempre CARONA nas profecias antigas, às quais certamente todos eles leram e se inteiraram de seus conteúdos.

Portanto, a data limite de Chico Xavier é falsa.

Falsos foram e são os “espíritos” de sua canalização.

O que segue verdadeiro doravante são as palavras de Joannes de Patmos, estas sim, entregues verdadeiramente por Jesus Cristo.

Todo o resto é altamente questionável.

Muitos “intelectuaizinhos” que defendem com unhas e dentes essa ciência que serve o “Sistema” e combatem os que ousam desacreditar da NA$A, costumam associar os que duvidam do pouso do homem na Lua em 1969 com os terra-planistas, o que é um absurdo, já que uma coisa é acreditar nas leis do Universo experimentalmente confirmadas, e outra totalmente diferente é confiar na manipulação do Sistema, com a ciência e todas as outras instituições a ele vendidas.

Não é, afinal, essa mesma ciência arrogante, ateísta e materialista da modernidade aquela que nega e zomba da realidade extraterrestre, bem como das verdades do espírito? Como lhe dar algum crédito, se a mesma vendeu sua alma ao Sistema que a financia por 30 moedas?

Eu sempre confiei na ciência a serviço da Verdade, quando demonstrável pela experiência.

Mas sempre duvidei de humanos, principalmente aqueles que estão no poder e não pensam duas vezes em vender sua alma para continuar no poder.

E eu mesmo peço a Deus que encontre uma forma de revelar ao mundo sobre a farsa do pouso lunar em 1969 pelos norte-americanos, para que as pessoas possam discernir finalmente entre verdade e mentira, entre o verdadeiro espírito da profecia e o falso, quando demônios se passam por anjos e entidades de luz para proferir mentiras e enganos de todo tipo.

Contudo, a Verdade sempre aparece.
E eu tenho certeza, a fraude de 1969 será revelada.
E o castelo de cartas do Espiritismo cairá.
Basta remover uma única carta… e todas as outras cairão em seguida.

Só a verdade permanecerá.

Como poderia Jesus aparecer para Chico Xavier recentemente e mudar os decretos que ele, Jesus, determinou a João, há 2000 anos, contidos no Livro do Apocalipse, decisão tomada por Deus sem apelação?

Como poderia essa profecia da data limite se basear na maior fraude da História, que é o pouso lunar de 1969?
Como poderia Jesus dizer uma coisa a João e depois dizer outra a Chico?

E a Guerra Mundial virá DEPOIS da data limite, bem como a ruína da civilização, para provar mais e mais, incessantes vezes, quão grande é o prejuízo em se dar ouvido e créditos a falsos profetas.
Bem, Jesus nos alertou também sobre isso.

Também será a data limite para verificar a maior fraude da História chamada pouso lunar em 1969.

(Ps: não sou terraplanista, muitos associam terraplanistas aos que não acreditam no pouso da Lua em 1969: uma coisa é compreender a ciência experimental, outra é não aceitar a manipulação do teatro dos que estão no poder e tudo fazem para se manter no poder).

E no final, só haverá uma coisa para se constatar: a silenciosa linguagem dos fatos e dos eventos que virão, separando o joio e o trigo da verdade e da mentira, porque ante os fatos, não existem argumentos.

Quem quiser continuar se enganando diante da linguagem esmagadora dos fatos, sustentando suas crenças de estimação, será um problema exclusivamente seu.

Profecia falsa, porque a verdadeira data limite já está correndo, e são os sete anos finais entre 2018 e 2015/6.

E na verdade, quando a coisa estourar, ninguém vai fazer contagem regressiva de nada, porque virá como ladrão e ninguém sequer terá tempo de piscar os olhos, quanto mais contar nos dedos uma data limite falsa, falsificada por espíritos da mentira.

Conclusão

A necessidade das pessoas marcarem datas para ancorar suas esperanças é a mesma que faz com que marquem feriados, como o ano novo, onde depositam erradamente no ano novo e não nos próprios esforços para mudar, os vetores de sua esperança.

Ainda que o Calendário Maia e o Apocalipse já estejam direcionando imensas quantidades de energia na direção da metamorfose planetária, e perante elas, essa data limite nada seja, porque não é verdadeira em essência profética, haja visto a contradição de 1969, mesmo assim, as pessoas ainda depositam no tempo e não em si mesmas a semente da mudança.

Por isso, repito: nada vai acontecer, não somente por se tratar de uma falsa profecia, mas por se tratar de uma expectativa errada. Todos os dias 31 de dezembro a humanidade repete o mesmo erro, e nem um ano inteiro pela frente, repleto de repetições dos erros de sempre, lhes ensina a ver o tempo sob outra perspectiva.

A verdadeira data limite para a mudança não se define em tempo algum, porque tempo algum pode estimular a decisão da mudança em ninguém.

Tempo não evolui ninguém se a sua carga de experiências não for acompanhada de decisões conscientes.

Nem mesmo o Apocalipse ou a profecia maia farão qualquer sentido se o ser humano não aprender a gerar todos os dias, datas limites para a sua inércia

 

“Porquanto, chegará o tempo em que não suportarão o santo ensino; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, reunirão mestres para si mesmos, de acordo com suas próprias vontades. Tais pessoas se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos”.

(2 Timóteo 4: 4)

 

 

O limite do reinado da mentira é a chegada da Verdade, da mesma forma que a noite termina com os primeiros raios do amanhecer…

 

JP em 19.07.2019

Comentários