Templates by BIGtheme NET

O Karma e a Energia do medo

 

 

 

 

O medo só não tem força contra quem nada deve.
Quem tem dívidas com a Justiça Divina, deve ter medo de uma lei chamada RETORNO.

Não adianta nada ficar pregando uma filosofia de ausência de medo se a culpa e o delito existem.
Quem tem delitos escondidos e não os resolve, este tem que ter medo sim, porque cedo ou tarde, irá receber o retorno de suas ações.

Quem brinca com o fogo, tem que ter medo sim de se queimar.

A ausência de medo é a prerrogativa da ausência de culpa.

O Medo é a sombra da Culpa. Enquanto existir a culpa, a sombra do medo lhe perseguirá onde quer que você vá!

Culpados sempre tem medo, e qualquer detector de mentiras detecta o medo estampado dos culpados que, mentindo, fingem inocência em seus depoimentos.

Não é questão de exaltar o medo, e embora a Bíblia relate a importância do Temor a Deus em sinal de respeito, obediência e reverência ao seu Poder Supremo, a questão é amadurecer e saber trabalhar com os erros, compreendendo que não podemos atirá-los para debaixo do tapete e depois seguir vivendo a vida SEM MEDO como se eles não existissem.

Porque, algum dia, alguém haverá de levantar o nosso tapete e descobrir todas as nossas sujeiras escondidas.

E o Karma é implacável, e embora o tempo nos ofereça inúmeras oportunidades de aprendizado e remoção dos erros, ele se torna implacável contra aquele tipo de pessoa que pensa que vai fugir eternamente da Justiça do Alto.

Essas sim, tem que ter muito medo. Porque, para a Lei do Karma, não importa como você se comporta nas situações de culpa e delito. Com ou sem medo, você irá ser punido pela Lei do Retorno enquanto não conserte seus erros. Não ter medo aqui não resolverá nada.

Quem tem telhado de vidro deve ter medo quando atira pedras no telhado do vizinho.

O assassino sempre será atormentado pelos fantasmas de suas vítimas, e o ladrão nunca descansará a cabeça sobre o travesseiro com medo de ser descoberto em seu esconderijo. O mentiroso seguirá aumentando o roteiro de suas tramas inverídicas até trair os lábios em contradição. O adúltero sempre tentará se esconder dos olhares familiares que possam reconhecê-lo em seu ato vil.

Ou seja, as situações sempre parecerão como armadilhas para o culpado, armadilhas postas pelo destino que podem desmascará-lo a qualquer momento, daí que é natural viver eternamente com medo sem ter como evitar isso, é algo mais forte do que ele. É a culpa dentro dele que tem medo. Só a consciência limpa não sente medo.

Quem se porta como hipócrita e fariseu, apontando falhas alheias mas ocultando as suas, este tem que ter muito medo do dia em que será desmascarado… porque será.

Se queremos viver sem medo, temos que antes, procurar viver sem culpas escondidas e sem erros disfarçados.
Não há outro modo. Só a consciência limpa pode viver sem medo.

Uma consciência culpada será sempre uma consciência assaltada pelo medo, porque sabe, instintivamente, que a Lei do retorno irá apanhá-la cedo ou tarde, e é inútil se esconder ou tentar viver uma falsa ideologia de ausência de medo que simplesmente não irá funcionar.

A culpa exala medo, é inevitável.

Muitos falam de evitar o medo diante situações, por exemplo, de guerra mundial.

Mas eu pergunto: esses que pregam tal conduta, já erradicaram de vez a violência em suas vidas, até nas pequenas coisas?

Ninguém se esqueça que a Guerra Mundial, quando eclodir, será a resultante final de todas as pequenas guerras e violências que todos os seres humanos têm vivido em suas pequenas rotinas, família, vizinhos, trabalho.

Assegure-se, então, que você é um indivíduo que está em perfeita paz e ausência de violência em tais rotinas, caso contrário, mesmo sem saber, se for um praticante da violência, estará contribuindo para somar mais energia da Guerra, quando ela se tornar um evento mundial e de responsabilidade coletiva, não somente dos líderes mundiais, mas de todos os que vibram violência nos atos, ainda que preguem paz na teoria dos discursos… e no facebook!

Porque, se pregamos a paz na teoria mas vivemos a vida debaixo de atos de violência, ainda não passamos de hipócritas, que escondem tudo dos demais, até o próprio medo. Mas é impossível esconder o medo, porque todo medo sente que está sendo vigiado o tempo todo pelo Olho que Tudo Vê.

E desse Olho de Deus não há como se esconder.
Daí o medo!

 

JP em 20.09.2019

Comentários