Templates by BIGtheme NET

O Chakra do Terceiro Olho e o Ovo de Energia Mental

 

 

 

 
Temos estudado detidamente as propriedades e atributos do Chakra AJNA, no centro da testa, o sexto chakra, de baixo para cima, e sua relação com a glândula Hipófise, a glândula mestra do organismo, diretora de inúmeras funções orgânicas vitais.
 
Não o chamaria de o chakra mais importante dos sete, mas o qualificaria sim, como o chakra essencial para a auto realização, porque dele parte o COMANDO da energia mental, e como todos nós sabemos, quem controla a própria força mental, pode controlar o que quiser. Porque a mente fabrica pensamentos, e os pensamentos são a digital da alma, porque, através deles, criamos a nossa identidade espiritual através dos elementos do Auto-conhecimento.
 
Dito isso, é importante estudar o misterioso OVO de ENERGIA que o exercício da concentração sintetiza na parte central dianteira do nosso cérebro, exatamente na localização de AJNA.
 
Purificada e amplificada a energia mental pelo apoio do chakra laríngeo, chamado Vishudda, o purificador, é que esse ovo de energia acontece no centro da testa daqueles que vão conquistando a chave-mestra de todas as iogas: a Concentração.
 
A Concentração é a porta de entrada, digamos, da Yoga Rei, Raja Yoga, a principal de todas, aquela que nos habilita com toda certeza aos caminhos do auto-conhecimento e despertar de potenciais internos necessários para a realização espiritual plena dentro da existência material.
 
Precisamos aprender a criar, sintetizar o Ovo de Energia Mental, grande, branco e brilhante, que se forma no centro da testa, quando a concentração atinge níveis aceitáveis pelo discípulo e praticante.
 
Dois grandes obstáculos existem, como também vimos antes, para a grande maioria das pessoas, presas ao cotidiano urbano e suas vicissitudes. São eles:
 
1. Cansaço mental
2. Dispersão mental
 
Esses são os dois grandes fatores que impedem as pessoas não habilitadas a criar o Ovo Mágico de energia mental, capacitado a criar e atrair tudo o que for da Lei e o coração desejar na esfera da vida do praticante!
 
O Pensamento cria porque tem energia criadora envolvida, uma vez que, sendo o Universo uma entidade Mental, basta que esse ovo de energia se conecte com a energia mental infinita que ele passará a atrair a substância de sua realização na esfera pessoal.
 
Se houver cansaço mental, isso significa que o cérebro está com deficit de energia, e não terá como elaborar esse Ovo.
E se houver dispersão mental por falta de prática, então pelo mesmo modo, o cérebro não conseguirá reter energia suficiente para a criação do Ovo Branco e brilhante de energia mental realizadora.
 
Assim sendo, o primeiro passo é contornar estes dois obstáculos.
 
Ao primeiro, como é inevitável para muitas pessoas o cansaço mental ao final do dia, em virtude dos trabalhos, estudos e ocupações cansativas e desgastantes ao longo do dia, a dica é: durma bem durante a noite, mas procure acordar uma ou duas horas antes do seu horário normal de despertar: nesse momento, e somente nele, o cérebro estará recarregado de energias, como uma pilha carregada após uma revigorante noite de sono.
 
Muitos monges escolhem justamente esse período que antecede o amanhecer para meditar e realizar suas práticas, por ser o melhor, não somente porque repõe a energia mental após o sono, mas porque traz a vibração da energia nascente do Sol!
 
Quanto ao segundo obstáculo, não tem outro jeito, a não ser treinar a concentração, e para ela, temos um grande aliado:
O exercício com os mantras!
 
Como vimos antes, as propriedades do chakra laríngeo são fabulosas, formando uma base para as operações da energia mental.
 
O poder da palavra e o poder do pensamento se combinando numa mesma rede de energias em circuito nervoso!
Porque ninguém fala sem pensar. Pensamos em tudo o que nossa língua fala, num átimo de segundo antes de dizer as palavras, nossa mente pensou em cada uma delas. A relação entre palavra e pensamento é, portanto, intrínseca e inevitável.
 
O Ovo de Energia Mental
 
Esse ovo é, na verdade, uma forma de energia pura e concentrada, que surge depois de um certo período de prática, com a cor branca brilhante pura, como uma esfera de condensação mental, e que tem um imenso poder, e o primeiro poder sensível desta esfera é o de entrar em conexão direta com a raiz do chakra coronário, o sétimo e último, aquela porta da alma que, então, se abre, girando num vórtice de mil raios, e conecta a mente às realidades superiores, seja em experiências astrais, meditação ou clarividência, fazendo a consciência saltar níveis muito acima da sua faixa normal de percepção.
 
Mas outro emprego interessante dessa esfera de energia é o que assume relação com o poder criador do pensamento, quando então usamos essa energia para obter força nas práticas de visualização, seja de auto-cura, seja de conquistas pessoais ou de concretização de qualquer coisa. Imagine essa bola de energia saturando a região do centro da testa, brilhando e pulsando numa cor muito branca e brilhante, como um ovo, e dentro dela, atire suas imagens e ideias desejadas.
 
É como se você nutrisse seus desejos com a energia mental mais poderosa que existe, condensada a partir do processo descrito no diagrama dos sete chakras interconectados.
 
Inclusive, é interessante visualizar esse ovo energético no centro de sua testa durante a concentração e procurar sentí-lo intensamente, melhorando assim o nível de realização da prática.
 
Aliás, nesses momentos em que a mente se encontra saturada de energia, ela se encontra altamente sugestionável, e é como se realizássemos uma auto-hipnose, direcionando pensamentos conforme uma vontade pré-estabelecida. O maior inimigo neste momento procede dos pensamentos invasores que sempre tentam dispersar a energia mental para sabotar o trabalho de concentração mental. E a palavra é sempre uma espada para combater esses invasores do santuário da mente, seja através de mantras ou de palavras de afirmação, que fecundarão a energia mental e produzirão resultados luminosos.
 
Lembrando que toda a Criação foi o resultado do Verbo ou da Palavra fecundando os espaços vazios da Energia Mental Primordial, e seu primeiro ato foi despertar a Luz no seio da escuridão.
 
Essa energia é o resultado dos trabalhos com o chakra Ajna, operando em harmonia com os demais chakras da rede integrada, desde a base energética vital dos três chakras inferiores, e o alinhamento de equilíbrio com a nota fundamental do chakra cardíaco (que fica exatamente no meio da escala setenária, três acima e três abaixo) e finalmente, a refinação, condensação e expansão de energia mental processada nos três chakras superiores, psíquicos:
 
O chakra laríngeo refina a energia mental pelo poder da palavra (mantras)
O chakra frontal concentra a energia mental pelo exercício da concentração.
O chakra coronário expande o campo da energia mental refinada e concentrada, estabelecendo conexões com o Universo infinito e seus níveis dimensionais (o Universo é um tecido mental quântico integrado!)
 
Somente conhecendo bem a máquina humana é que poderemos realizar estas e muitas outras maravilhas, com a alma pilotando o veículo e levando-o para longe, para além das fronteiras do Infinito!
 
Relembrando:
 
Quem controla o chakra Ajna, controla a concentração.
Quem controla a concentração, controla a mente.
E quem controla a mente, controla tudo.
 
O Chakra Ajna, relacionado à glândula pituitária (ou Hipófise), se encontra no meio da testa, entre as sobrancelhas.
E este nome significa, justamente, Controle!
 
E não é por acaso que seu mantra-semente é justamente OM (AUM), o mantra fundamental da Criação.
 
E também não é por acaso que Ajna se conecta com a glândula Hipófise, porque esta glândula está praticamente no controle de todas as funções do organismo, a qual, inclusive, estimula o funcionamento de outras glândulas e seus hormônios.
 
Quem controla Ajna, penetra no poder secreto da Hipófise.
E a Hipófise estimulada tem o poder para estimular todo o resto da máquina.
 
Portanto, quem controla a Hipófise, abre o olho da mente, e começa a abrir todas as suas percepções para o Universo a partir disso.
 
Ps: o Chakra Ajna é o sexto, a contar do chakra básico no plexo sacro (cóccix) e se relaciona a sexta órbita, ligada ao planeta Júpiter, o Pai dos deuses, a divindade que está no controle.
 
E no Apocalipse, é na testa que recebemos nosso novo nome de Renascidos no mundo espiritual.
 
Não são conexões casuais, mas direcionadas para estimar o valor deste chakra.
JP em 13.10.2019

Comentários