Templates by BIGtheme NET

2016 – O Ano da Revelação sobre os Extraterrestres?

Há quase 20 anos atrás, Stephen Bassett percebeu que os abduzidos por OVNI precisavam de um representante, de um lobista, aquele que convence as pessoas mostrando suas teses e provas.

Casos de abduções e avistamentos de OVNIs é algo real para Stephen Basset, e ele acredita que já passou da hora da ignorância alheia dar espaço ao conhecimento. Principalmente o governo.

Alien Washington2 - To no Cosmos

Stephen está otimista e acredita que 2016 poderá ser um grande ano para Ufologia, esperando que o caso Roswell seja reconhecido oficialmente pelo governo, conforme a matéria publicado no Washington Post.

“Percebi que os assuntos envolvendo OVNIs e Extraterrestres não era um problema científico, mas sim político”, disse Stephen. Eles poderiam empilhar evidências de encontros extraterrestres desde o jardim da Casa Branca até a Lua, e ninguém se importaria.  O que precisava era de alguém que pudesse ter o poder de ser ouvido.

O assunto acerca dos Extraterrestres estava realmente esquentando em 1996, com o campeão de bilheterias “Independence Day“, e Bassett preocupou-se que alguém mais teria a mesma ideia.  Assim, ele deixou seu trabalho voluntário, carregou seus pertences para dentro de um Mazda RX-7 detonado, e dirigiu até Washington.

Stephen Basset - To no Cosmos

Stephen Bassett luta há anos pelo desacobertamento de arquivos sobre Extraterrestres.

“Eu chego lá, eu protocolo”, a documentação de lobista, lembrou ele. “Sou o primeiro.  Dezenove anos mais tarde, ainda sou o único. Eu poderia ter esperado.”

O livro intitulado “Abduction: Human Encounters with Aliens (Abdução: Encontros de Humanos com Aliens)”, diferentemente de outras literaturas sobre o assunto, foi escrito pelo ilustre estudioso Mack, um psiquiatra de Harvard, ganhador do Prêmio Pulitzer.  Mack, que morreu em 2004, começou sua pesquisa como um cético, investigando dezenas de pessoas que primeiramente ele presumiu sofrerem de doença mental.  No final, ele não tinha tanta certeza disso.

“Sim, eu levo a sério as histórias destas pessoas”, disse Mack para o jornal Chicago Tribune, em 1994.  “Sim, acho que eles estão falando a verdade.”

 

Em 1961, o astrônomo Frank Drake elaborou uma equação para estimar a abundância de civilizações alienígenas comunicativas.

“É 10.000 que podemos detectar”, ele disse ao The Washington Post no começo deste ano, mas “há muitas mais”.

Por 3 anos, Rockefeller enviou correspondência e se reuniu com membros do Gabinete de Politicas para Ciências e Tecnologia da Casa Branca, de acordo com os resultados de um pedido através do Ato de Liberdade da Informação, protocolado por Grant Cameron, um pesquisador canadense.

Abducoes - To no Cosmos

Muitas pessoas com medo de deboches evitam falar sobre suas experiências relacionadas à OVNIs.

Em 1995, Hillary Clinton se reuniu com Rockefeller em sua fazenda conforme visto no artigo Os Bilionários que Governam o Mundo. Um memorando do escritório do então diretor, John H. Gibbons alertou que Rockefeller:quer falar com você sobre seu interesse em percepção extrassensorial, fenômenos paranormais e OVNIs.

“Uma vez que a verdade venha à tona, você verá a mudança no ponto de vista do mundo, mais transparência, maior comunicação entre os países, uma era de reformas”, disse Basset.

 

Muitos preferem manter a vida como está, olhando apenas para frente. Mas existem poucas, mas determinadas pessoas que estão em busca da Verdade omitida pelos governos, que de certa forma têm os seus motivos já que é o modo de vida que a maioria da população prefere. Se acomodar.

Se isso irá realmente acontecer em 2016, ou nos próximos anos, só nos resta esperar para saber.

Há muitos evidências de que há vida em outras partes do Cosmos, e a maior delas é a de olharmos para a imensidão do céu noturno e compreender a nossa pequenez em meio à essa vastidão.

 

Comentários