Um inusitado registro de um Alien caminhando num parque?

O que exatamente é essa coisa?

Relato da testemunha:

Foi meu aniversário recentemente e como presente recebi um novo smartphone. Na sexta-feira, dia 26 de fevereiro, como era um dia lindo, resolvi levar meu cachorro para passear à tarde, também levei meu celular novo para testar a câmera.

Durante a tarde, fiz vários clipes de vídeo curtos e uma seleção de fotos aleatórias em diferentes resoluções. Mais tarde, à noite, carreguei a fotografia no meu PC para dar uma olhada.

Foi enquanto olhava as fotos que eu localizei em uma delas o que parecia ser uma pequena figura em forma de humanoide andando da direita para a esquerda.

Agora, não estou dizendo que o objeto é um minúsculo ser vivo e respirando de algum tipo, mas olhando para as ampliações do objeto, pode-se ver claramente o que se assemelha a uma criatura bípede de algum tipo, uma cabeça, olho, corpo, braços, pernas, mãos e pés podem ser vistos claramente.

Seja lá o que tenha sido o objeto misterioso, é definitivamente algo, pois está refletindo a luz do Sol e também lança uma sombra no chão. Não se parece com um esquilo, rato, pássaro ou qualquer outro tipo de animal que eu já tenha visto antes, definitivamente é um objeto de aparência muito estranha.

Suponho que poderia ser algo do nada, algo muito comum como um pedaço de lixo capturado em um ângulo estranho, efeito da luz etc., fazendo com que se pareça extraordinário. Não sou nenhuma especialista em fotografia, então realmente não sei, tudo que posso dizer é o que parece para mim.

De qualquer forma achei muito interessante e pensei em mandar para você ver o que achou.

Leia também  Crops circles proféticos de 2009 - o código 11-11 no Homem-Borboleta

Vou enviar a foto a vários especialistas e pesquisadores para análise e para ver o que acham dela.

A foto foi tirada em resolução máxima, 12 MP, câmera configurada para totalmente automática, sem zoom usado. Tirada na tarde de sexta-feira às 16h05, o tempo estava seco, ameno e ensolarado.

A foto foi tirada entre a entrada do Victoria Park e o agora demolido centro de saúde em Cowley Hill Lane, Sthelens, Merseyside.
(Mellisa Braham)


Então, ilustro agora uma análise sobre essas perspectivas de sombras, com um estudo do Prof. Fernando Lang da Silveira – www.if.ufrgs.br/~lang/

Duas retas paralelas cumprem a condição de estarem sempre a mesma distância uma da outra. Entretanto se as retas forem objetos para uma lente convergente, as retas-imagem não serão paralelas aproximando-se uma da outra conforme a distância à lente aumenta. Tal decorre teoricamente da “equação de Gauss para as distâncias do objeto e da imagem” e da “equação da magnificação da imagem em relação ao objeto“.

Agora segue alguns exemplos com fotografias.  Na figura 1 uma longa fila de postes balizadores, alinhados e com espaçamento uniforme entre os postes contíguos, foram fotografados em um fim de tarde no Parque da Redenção (Porto Alegre – RS).

Na figura 2 diversas retas paralelas estão indicadas, aparecendo como retas-imagem convergentes. Nossas imagens na retina para retas paralelas apresentam  a mesma propriedade e por isso a nossa percepção espacial decorrente da visão leva a que retas paralelas sejam no fenômeno (fenômeno: aquilo que se apresenta para um observador) retas convergentes.

Na figura 3 vê-se que as sombras dos postes se apresentam não paralelas, convergindo para um ponto de fuga diverso das retas azuis.

Leia também  Moradores do Litoral Sul buscam respostas para luzes desconhecidas no céu e símbolos encontrados na praia

Na figura 4 vê-se as sombras de dois postes no final da tarde em uma rua de Tramandaí -RS. Outra vez as sombras paralelas aparecem como sombras convergentes.

A figura 6 mostra um recanto no Parque da Redenção iluminado pela luz solar de final de tarde. Outra vez observam-se sombras aparentemente projetadas em direções variadas.

Desta forma fica evidente que o não paralelismo das sombras observadas em muitas das fotografias NÃO SIGNIFICA que as mesmas foram fraudadas.
(Professor Lang)
************

Posto isso,
não use o argumento das sombras não paralelas para tentar invalidar essa foto
Procure outro.

JP em 02.03.2021

Comentários
Compartilhar