Super Terra com água e próxima a nossa é descoberta

O planeta que está a cerca de 110 anos-luz da nossa Terra é o primeiro considerado pelos cientistas como sendo potencialmente habitável fora do nosso sistema solar.

O planeta que está a cerca de 110 anos-luz da nossa Terra é o primeiro considerado pelos cientistas como sendo potencialmente habitável fora do nosso sistema solar.

O vapor de água foi descoberto no planeta que foi apelidado de “Super Terra” e parece ter duas vezes o tamanho da nossa Terra, com oito vezes sua massa.

Segundo o site Nation, o K2-18b (nome científico dado ao planeta) também possui uma atmosfera e a faixa de temperatura ideal para a existência e sobrevivência de seres vivos. As informações são de acordo com cientistas da University College London.

Além disso, também foi descoberto que o planeta está mais próximo de sua estrela do que a Terra do Sol, o que significa que anos na super Terra seriam mais curtos, já que sua órbita seria completada em 33 dias, enquanto o nosso dura 365 dias.

O exoplaneta foi avistado pela primeira vez através de uma sonda Kepler em 2015, mas a análise dos dados é demorada e portanto só agora os detalhes puderam ser revelados.

A equipe de cientistas que trabalha na descoberta conseguiu determinar apenas fatores básicos da planeta, como a sua distância, a massa e a temperatura da superfície.

Apesar do K2-18b está muito longe para os astrônomos conseguirem enxergá-lo, é possível observar como a Luz das Estrelas penetra na atmosfera do planeta enquanto passa em torno de seu próprio sol chamado que foi chamado de K2-18.

“É o único planeta fora do nosso sistema solar que sabemos que tem a temperatura certa, uma atmosfera e água”, disse o Dr. Angelos Tsiaras, autor do estudo dessa incrível descoberta.

Apesar de ainda ser um mistério, os pesquisadores prometeram continuar monitorando o planeta para confirmar as teorias de que ele é capaz de abrigar e sustentar vida à longo prazo.

Os cientistas passaram mais de um ano trabalhando nessa descoberta antes de publicá-la na revista Nature Astronomy, e ainda disseram que não acreditam que o K2-18b seja o único planeta do gênero a ser desvendado.

Eles esperam o avanço da tecnologia, como o Telescópio Espacial James Webb, que será lançado em março do ano que vem, possa ajudar na leitura de mais segredos além do nosso sistema solar.

Comentários
Compartilhar