EspiritualidadeMistérios

Sinais ufológicos da Estrela Sirius em antigas experiências astrais

Eu já tive muitas experiências envolvendo essa estrela e sinalizações extraterrestres procedendo dela, muito antes de mergulhar a fundo na análise crop circle e constatar, todos os anos, mensagens relacionadas àquela estrela na figura da Estrela Mãe da nossa civilização.

Vou narrar duas delas, de grande importância.

A primeira, em 27 de agosto de 2003:

Eu vi pessoas reunidas numa grande casa, era uma comemoração, uma celebração… pessoas levadas de vários lugares do mundo para aquele lugar determinado. Um certo Mestre tomava parte da grande reunião.

Lá fora, o céu estava limpo, com atmosfera pura e muito estrelado.

Eu sai da casa por alguns momentos e fui lá fora, contemplar o magnífico céu.
Entre as muitas estrelas, outros pontos móveis começaram a surgir no céu (UFOS) se movendo em toda parte: uma verdadeira revoada de UFOs no céu.

De repente, notei que estes UFOs começaram a se concentrar e se posicionar numa determinada parte do céu, em torno de uma grande e brilhante estrela Azul, e ali, na experiência, eu dizia que ela representava a Estrela Polar (a estrela guia).

Artigos relacionados

Os UFOs se moviam num verdadeiro cortejo diante dela, e reparei que vários deles se posicionaram em baixo dela, e começaram a realizar projeções holográficas de imagens ao redor dela: grandes caranguejos no céu, tocando suas pinças.
Entendi ali a referência à constelação de Câncer no céu.

E depois, eu conclui a minha análise, dizendo:
“Esta é Sirius, a capital cósmica da Galáxia (donde todos aqueles UFOs vinham)”


Outra experiência perto dessa ocorreu em 25 de abril de 2003, 4 meses antes:

“Numa mesma situação, eu estava de viagem em um ônibus para esse mesmo lugar definido da grande reunião de pessoas chegando de várias partes do mundo.

Eu vi as pessoas saindo de vários ônibus e veículos, e chegando num grande local de reunião com instalações preparadas. Foram se instalando em seus lugares.

Mas eu sai para olhar o céu, porque estava o Sol se pondo e o cenário mostrando as primeiras estrelas. Perto das 20h00, Sirius começou a se levantar no horizonte.

Quando ela estava a cerca de 40° de ascensão, apontei para ela, mostrando-a aos demais.

E novamente, muitos UFOs apareceram, mas desta vez, começaram a orbitar ao redor dela, simulando planetas ao redor de seu Sol ou estrela central. Era algo magnífico de se ver.
Até que, num determinado instante, eles congelaram seu movimento, parando de orbitar, e assim, definindo um padrão de configuração astronômica.

Eu logo intui que eles estavam definindo ali uma DATA DETERMINADA em nosso calendário oficial, a ser extraída através daquela posição singular dos planetas em redor do Sol (na simulação).


Interpretando

E quantas não foram as confirmações posteriores que eu tive da íntima relação entre Sirius e as maiores inteligências da nossa Galáxia, orquestrando tudo por aqui, desde as origens da nossa civilização, a casa principal dos Anunnaki, os seres das estrelas!

E muito antes dos meus estudos se aprofundarem na interpretação crop circle, eu já detectava essa relação, que só se confirmou naquelas belas mandalas enviadas anualmente ao mundo nas plantações por venusianos-sirianos, sinalizando, com esse estilo, sobre a grande colheita espiritual da Terra.

A estrela Sirius, da constelação do Cão Maior, a estrela alfa daquela constelação e a mais brilhante de todas no nosso céu, está atualmente (pelo efeito da precessão dos Equinócios) a cerca de 14,5 graus do signo de Câncer – o que explica a holografia dos caranguejos celestes em torno dela da parte dos UFOs, acrescentando com isso a identidade da estrela naquela experiência.

Todos os anos, entre os dias 6 e 8 de julho, o Sol se alinha com Sirius no céu, e três semanas depois, entre 25 e 26 de julho, Sirius aparece em nascimento helíaco (antes do Sol nascer), e estes eventos eram cultuados pelos povos do passado como a entrada de um novo ano de luz na Terra.
Pessoas nascidas nestas datas têm particular influência de Sirius em suas vidas.

Aliás, muitos crops circles nos são enviados nestas datas, e mesmo quando em outras datas, muitos deles fazem referência ao sistema estelar tríplice donde vieram nossos antepassados cósmicos. O Sistema Sirius.

A Analogia com a Estrela de Belém

Na ocasião do nascimento de Jesus Cristo, a estrela guia surgiu no céu para indicar o caminho da Manjedoura. E um Anjo anunciou ao mundo o significado daquele momento eterno.

Sabemos que Sirius é a estrela da cristandade, e a despeito de outros significados para a virtual Estrela de Belém, cosmológicos e ufológicos, o principal sentido é este: a estrela da energia crística que ilumina a todo homem que vem a este mundo, lhe dando segundo nascimento.

Lucas 2
…13 E no mesmo instante, surgiu uma grande multidão do exército celestial que se juntou ao anjo e louvavam a Deus entoando: 14“Glória a Deus nos mais altos céus, e paz na terra às pessoas que recebem a sua graça!” 15 Quando os anjos partiram e foram para os céus, os pastores combinaram entre si: “Vamos até Belém, e vejamos este acontecimento que o Senhor nos deu a saber”.

A analogia pretendida é a mesma aqui.

Só os homens de boa vontade poderão ser alcançados pela dádiva de Sirius, estabelecendo paz na Terra. Todos os demais, os que dão as costas a Cristo e, pior, promovem a religião da Política, servindo com ódio e fanatismo os seus novos “deuses” e ídolos de barro, continuarão em escaladas de ódio e violência progressivas, porque é outra força que os controla:
O Anticristo.

Num mundo envolto em trevas e dominando as mentes e os corações na força do ódio e da incompreensão, a Luz de Sirius brilha com força na forma de uma energia presente que só será captada por corações afinados. Para todos os outros, ela sequer existe.
Por isso é inútil entrar em debate com eles.

A vibração da estrela mãe é simplesmente tão poderosa e sutil que pessoas vibrando pesado jamais captarão, e ainda dirão que você é louco.

O Sinal dessa estrela aponta para a Grande Reunião, que será patrocinada por anjos e aliens superiores, os Irmãos maiores da humanidade, que o Esoterismo antigo e a Teosofia chamaram de GRANDE FRATERNIDADE BRANCA.

E sua luz congregadora se manifestará de dentro para fora, silenciosa e invisível, atraindo os corações certos ao lugar certo na hora certa.

Há muito tempo eu estudo a cosmologia desta estrela na vida humana e sua profunda influência nos símbolos e arquétipos espirituais da humanidade.
E de Sirius, eu posso garantir, está para ser emitida uma nova ordem de colheita espiritual de todos os homens de boa vontade na Terra.

Porque é a má vontade, o ódio e o espírito diabólico de maldade que está destruindo nosso planeta mais uma vez, antes de qualquer catástrofe.

O Selo da eleição divina tem muita relação com a energia da estrela mãe da Terra marcando nosso corpo espiritual com as cinco marcas de Cristo… mãos, pés e flanco (coração).

Se você, como eu, sente que não é mais desse mundo, e que como eu se encontra como um peregrino em terra estranha e no meio de gente estranha, e está em busca de um sinal maior, uma luz ou estrela com poder de nos guiar para fora do Vale da Morte em busca daqueles pastos verdejantes aos puros de coração e pacíficos de espírito, essas linhas poderão ajudar você. Já os amantes do mundo terão dificuldade em compreender, porque sua visão nunca se eleva acima do plano horizontal da vida. E quem poderá ver estrelas assim?

JP em 08.09.2021

Comentários

Botão Voltar ao topo