Inteligência Artificial ajuda a descobrir desenho inédito nas Linhas de Nazca

Os pesquisadores testaram o uso de inteligência artificial para ajudar a encontrar novas linhas de Nasca. As linhas de Nasca (às vezes soletradas como Nazca ) são geoglifos encontrados no sul do Peru. Criadas entre 500 AC e 500 DC, essas gravuras antigas no solo apresentam coisas vivas, desenhos geométricos e outros objetos.

Pesquisadores japoneses da Universidade Yamagata descobriram um total de 142 novas linhas de Nasca em uma área de estudo em Nasca Pampa desde 2018. Esses pesquisadores queriam ver se geoglifos adicionais poderiam ser encontrados usando inteligência artificial. Analisar manualmente uma imensa quantidade de dados na forma de LiDAR e imagens aéreas de alta resolução consumiria muito tempo. Então, os pesquisadores se uniram à IBM Japão para ver se seria possível treinar inteligência artificial (IA) para dar um mergulho profundo nos dados e identificar quaisquer geoglifos potenciais.

A equipe utilizou IBM PAIRS Geoscope que é a tecnologia de IA baseada em nuvem da IBM para aplicação de análise geoespacial a grandes conjuntos de dados. Usando imagens de geoglifos existentes, a equipe treinou uma rede neural profunda para reconhecer as linhas de Nasca. Em seguida, os pesquisadores alimentaram o sistema com imagens para processar para ver se a IA poderia encontrar geoglifos não detectados anteriormente.

O teste de IA foi um sucesso com uma figura semelhante a um humanóide que não havia sido detectada anteriormente sendo identificada. Este é o primeiro geoglifo a ser detectado usando IA. O geoglifo tem cerca de 4 metros de altura e 2 metros de largura e apresenta uma figura de aparência humana com uma vara levantada em uma das mãos.

A descoberta é um começo promissor para pesquisadores da Universidade Yamagata que esperam continuar a usar o sistema de IA da IBM para analisar ainda mais sensoriamento remoto e imagens aéreas para descobrir linhas de Nasca adicionais.

Fonte

Comentários
Compartilhar