O simbolismo dos dois ladrões na crucificação de Cristo

A escolha entre a segunda morte e a vida eterna!
A escolha entre a involução na Roda do tempo, a queda no abismo, e a ascensão ao céu como filho de Deus transformado pelo Sagrado Nome da Cruz!
Porque, diante da Verdade revelada pela Cruz Sagrada, não haverá meio-termo para a humanidade: ou você é por ela e com ela, ou você é contra ela e sem ela!
Daí segue a mensagem do bom ladrão e o mau ladrão, lado a lado da Cruz do Senhor, dividindo a humanidade em dois grandes blocos, os que são por Cristo e os que são contra Cristo.

Negá-lo, ou aceitá-lo só nas palavras e não nos atos, ou ainda colocar ídolos, doutrinas e crenças acima de sua Verdade, seguindo os falsos mestres e suas ideologias mortas, é se colocar no lado que é contra Ele.
Você será a ovelha perdida que acreditou na voz mentirosa do falso pastor, que na verdade é um lobo disfarçado em pele de cordeiro.

O mundo está diante de dois caminhos:
A boa escolha e a má escolha.
O ladrão que se abre à energia do Cristo e reconhece seus erros com humildade, e o ladrão que rechaça a mesma energia, preso ao seu próprio orgulho.
O ladrão que escolhe bem, ressurge com o Cristo no paraíso, e o outro ladrão, o que escolhe mal, as aves da morte logo vem comer seus olhos culpados pelo delito da cegueira arrogante em olhos presunçosos que não puderam enxergar o grande tesouro do Pai posto ali mesmo, do seu lado… ou melhor, que não quiseram enxergar…

Assim se divide a humanidade, os que vão sacar o dom e a graça de Jesus e não perderão tempo trilhando falsos caminhos, e os que vão insistir em correr atrás de falsos ídolos e sombras doutrinárias sem qualquer poder efetivo nesse sentido, o poder de nos devolver a condição de Adão imortal antes da queda, libertando-nos das garras da segunda morte diante de um mundo em convulsão e sem retorno à normalidade, pelo menos, por meio de ações humanas.

Porque agora não é mais o tempo de reencarnar eternamente… agora chegou o tempo do Juízo Final.
Ou você ascende pelo segundo nascimento, ou despenca no abismo pela segunda morte.
Não haverá meio-termo!
Quem está pregando por aí que as almas seguirão reencarnando eternamente, com base em “canalizações”, estão lhe enganando, assumindo o papel dos cegos guias de cegos, quando todos cairão no abismo.
Uma mentira perigosa, que leva muita gente a acreditar que poderá adiar suas decisões sobre a espiritualidade para as vidas futuras que virão…
Porque uma vez que Cristo revelou a Verdade divina ao mundo, o mundo já pode ser julgado em função dela!

Muitos por aí se auto-enganando, e achando que vão continuar reencarnando neste ou em outros mundos.
É final de um grande ciclo da humanidade neste mundo, é a chegada do Juízo Universal de todas as almas!
Acordem dessa mentira absurda e escolham a Verdade revelada na cruz!
Meditem nas palavras do Apocalipse 20!

E comparem com os eventos subindo à tona no ano 2020 (20 em dobro, Julgamento final).

Doutrinas falsas e mortas, que negam o dom maior de Cristo e sua Verdade, de forma direta e indireta, existem aos montes.
Só a Verdade de Cristo salva, porque resgata Adão caído do pecado e da morte.
A cena dos dois ladrões representa a escolha que temos a nossa disposição.

Entre a mentira propagada dos falsos cristos cujos ensinos e promessas nada poderão no dia da nossa morte e depois dela, e o EU SOU O Caminho, a Verdade e a Vida.

Porque a humanidade está agora na mesma situação dos dois ladrões, toda ela é culpada, e toda ela está recebendo a cruz segundo os seus atos do passado, mesmo aqueles não mais recordados de vidas passadas… porque agora não é mais tempo de plantar, e sim, de colher… tempos de plantio espiritual já foram dados ao mundo mais do que suficientemente…

Mas agora, tudo dependerá da forma como o coração de cada um reage a essa situação: com humildade e reconhecimento de erros, ou com presunção e fingimento, buscando se esconder atrás de falsas doutrinas que apoiem sua ilusão declarada em sofismas e filosofias materialistas e outras ideologias carnais pervertidas e desviadas pelo sistema manipulador vigente.

Haverá uma divisão sim, entre o joio e o trigo, entre ovelhas a direita e bodes a esquerda do Pastor enviado, no Dia do Julgamento (Mateus 25) e entre aqueles que ficaram cegos no seu orgulho e, não reconhecendo nunca sua culpa e seus erros, insistem em colecionar crenças conforme as conveniências dos seus desejos, e aqueles que humildemente reconhecem sua miséria diante de Deus, e para estes, Jesus dirá outra vez:
“Estareis hoje mesmo comigo no Paraíso”
(…)
Não basta esperar que Cristo nos escolha… é preciso também escolher por ele, neste exato momento, com toda a nossa alma e com todo o nosso coração.

É preciso escolher muito bem… porque será a última escolha disponível para todos nós!

Joio e Trigo diante da Verdade Maior.
Mau Ladrão e Bom Ladrão diante da oportunidade final de salvação.

JP em 11.03.2020

Comentários
Compartilhar