Mistérios

O segundo monólito da Romênia, e desta vez, com inscrições – alerta para uma EMC?

Um monólito misterioso apareceu no parque IOR na capital romena, Bucareste

Um misterioso monólito de metal, semelhante aos que surgiram no ano passado nos EUA e em vários países europeus, foi descoberto no sábado, 01 de maio, no parque IOR em Bucareste.

O Monólito foi localizado na colina mais alta do Parque Alexandru Ioan Cuza, feito de metal básico, com uma sensação muito leve, pois a base não foi estabilizada e ele se move facilmente quando tocado.

Tem três metros, e é triangular (padrão), metal brilhante.

É idêntico aos outros que vi no litoral e no condado de Neamț e em outros lugares do mundo.

O monólito no IOR Park foi colocado na colina perto da área do “Zig Zag”, para ser visto por mais pessoas. Mas já chamou a atenção dos curiosos e já foi rabiscado (pichado) por vândalos locais.

O fato de aparecer num parque público e sem autoria conhecida ou testemunhas de sua aparição acentuam o mistério da peça, como acontece com muitas outras.

Mais sobre o parque IOR:

https://www.bucharestcityinfo.com/ior-park/

O símbolo inscrito que restou é este: uma explosão representada, e as letras M E C !

Essas letras, MEC, aparentemente, estavam no monólito e receberam pichação por cima, não há certeza sobre isso, mas de qualquer forma, a imagem e as letras MEC (convertidas para EMC em português EJEÇÃO DE MASSA CORONAL) ou inglês, CME (Coronal mass ejection) parecem significar claramente o alerta de uma ejeção solar poderosa a frente.

Talvez associada aos próximos eclipses do mês, 26 de maio e 10 de junho, que serão totais e intensos.

Além de uma explosão associada a uma EMC, o símbolo parece identificar também queda de asteroides. São previsões aliás balizadas com as previsões da ciência.

Outros símbolos foram talvez cobertos pela tinta do vandalismo.

Ejeções de massa coronal (EMC) são grandes erupções de gás ionizado a alta temperatura, provenientes da coroa solar. O gás expelido constitui parte do vento solar e, quando atinge o campo magnético terrestre, pode causar tempestades geomagnéticas, prejudicando os meios de comunicações e estações elétricas.

Frequentemente estão associadas a outras formas de atividade solar, como a erupção solar, mas ainda não há uma relação estabelecida entre esses fenômenos. A maior parte das ejeções origina-se de regiões ativas da superfície solar, como grupos de manchas solares, geralmente associadas a campos magnéticos instáveis distribuídos ao longo do Sol, principalmente no período mais ativo do ciclo solar. Em épocas de máxima atividade solar, são produzidas pelo menos três ejeções de massa coronal por dia, enquanto que em épocas de mínima atividade solar, há apenas uma ejeção a cada cinco dias, em média.

Se algum evento solar importante ou ligado a asteroides acontecer especialmente neste período de eclipses a frente, saberemos que estes objetos não são de origem humana.

JP em 06.05.2021

Atualização

O monólito da Ejeção de Massa Coronal (EMC) confirmou sua mensagem!

As tempestades solares estão de volta e ameaçando a vida na Terra

Poucos dias atrás, milhões de toneladas de gás superaquecido dispararam da superfície do Sol e foram lançadas 145 milhões de quilômetros em direção à Terra.

A erupção, chamada de ejeção de massa coronal, não foi particularmente poderosa na escala do tempo-espaço, mas quando atingiu o campo magnético da Terra desencadeou a tempestade geomagnética mais forte vista em anos.

Não houve muita interrupção desta vez – poucas pessoas provavelmente sabiam que aconteceu – mas serviu como um lembrete de que o Sol acordou de um sono de anos.

Quase um mês antes, este monólito apareceu na Romênia.
Uma imagem gravada, semelhante a uma explosão, e as letras MEC que, reordenadas, geram a sigla EMC (Ejeção de Massa coronal), que aconteceu fortemente há alguns dias.

Eu pergunto
se fosse uma obra humana, como previram isso em pouco tempo?
Crops circles já fizeram coisa semelhante, dando mensagens de eventos antes deles acontecerem.

São realmente mensagens alienígenas.
Pena que os céticos geralmente pulem essas linhas.

JP em 30.05.2021

Comentários
Botão Voltar ao topo