O Círculo de Ouro

É sabido que todas as religiões do passado foram importantes e até vitais para a humanidade de acordo com o ´formato da consciência das pessoas.

Os mestres e os enviados ensinaram os conceitos de Deus conforme a consciência das pessoas. Exatamente como num curso ou escola, cada faixa etária tem um currículo específico de matérias, de acordo com o nível intelectual e grau de compreensão.

O amadurecimento da razão é que vai permitindo aos alunos receberem lições mais profundas dos mestres. Como disse Cristo na Bíblia aos apóstolos: existem ainda certas verdades que vós não podeis suportar. E Paulo disse também: por ora, vocês ingerem manjar líquido, como crianças, porque não estão prontos para o manjar sólido da verdade.

Todas as religiões do passado foram notas importantes dentro da evolução da humanidade infantil, porém agora o salto deve ser efetuado, e realmente chegamos no momento de ascender oitavas e alcançar a consciência de um Ser menos antropomórfico e mais cósmico, refletido vivamente em nossas individualidades na forma de semente espiritual, e mais poderosamente compreensível nas relações com a Natureza e as leis da Ciência, andando juntas com a inovação tecnológica.

Tudo me parece preparar o homem para a Fraternidade Universal, o que implica diretamente na Revelação Extraterrestre.

Então, a Escola está com as portas abertas, e a Nova Era prometida pelos profetas do passado exige isso de nós, esse salto de consciência, ruptura com crenças mortas e dogmas paralisados pela tradição.

Seremos todos adoradores de DEUS em três aspectos fundamentais:

1. DEUS DENTRO DE NÓS
2. DEUS NA COLETIVIDADE, EM TODO SER, NA TOTALIDADE DOS SERES
3. DEUS NA NATUREZA E NO UNIVERSO DE SUA CRIAÇÃO

E nas três formas, podemos declarar, sem dúvida, que todas sejam TEMPLOS de sua Presença, templos de uma fé viva e uma religião pura onde comungaremos do AMOR todo o tempo, porque o AMOR é o que dá sentido a toda VIDA que se apresenta nestas três relações de Deus com o Novo Homem que há de nascer sobre o Mundo Escola em seus processos finais de aprendizado antes do Salto referido.

Por isso, devemos respeitar as religiões do passado, tiveram seu papel na construção gradual da consciência humana, patamar, sobre patamar.

O que não significa ficarmos parados. Temos que construir novos patamares sobre aqueles.

Daí a necessidade do respeito aos fundamentos do nosso próprio entendimento como seres humanos em evolução.

Porque se DEUS se apresentasse ao mundo na antiguidade em formas e expressões mais avançadas, simplesmente o mundo não o entenderia… como não entendeu a encarnação de Cristo há 2000 anos…e agora parece começar a entender.

Percebo que um CÍRCULO DE OURO está se fechando, para que outro, maior do que ele,possa se abrir… e nos abarcar… e nos fazer ascender em sua rotação evolucionária na direção da Luz Infinita.

Esse CÍRCULO DE OURO foi toda a nossa Escola até aqui e agora. Mas outros espíritos maiores deverão chegar para iniciar um Novo Círculo.

E assim, de círculo em círculo, se formará uma corrente inquebrável na direção do Coração de Deus, em suas camadas infinitas de Mistério, Amor e Possibilidades…

Faço aqui um cumprimento e louvor a todos os instrutores do passado que nos ajudaram a estar onde nós estamos agora, buscando a mesma estrada que eles trilharam um dia…

E a verdade do Círculo de Ouro é esta: quem estiver dentro dele, não sairá mais, mas quem estiver fora, não poderá mais entrar depois que ele se fechar…

Ps: antiguidade não quer dizer primitivismo. Pelo contrário, existem religiões e doutrinas passadas que permanecem em código de sabedoria criptografada e ainda não desvendada pela modernidade. E essa sabedoria com certeza ultrapassa a nossa em grande escala. Falo do código das pirâmides, da Cabala, da Música harmônica, da geometria sagrada, da arte pura, do TAO, do I Ching, do Yang-Yin, da Alquimia… e todo o acervo do conhecimento antigo que o círculo de ouro ainda preserva em sua luz eterna.

JP em 04.02.2020

Comentários
Compartilhar