Mineiros descobrem pedra “extraterrestre” mais preciosa do que o diamante

Um novo mineral, anteriormente conhecido apenas por existir no espaço, foi oficialmente reconhecido na Terra e é uma joia rara.

A mineradora israelense, Shefa Yamim, descobriu o novo material no vale de Zevulun, no norte de Israel. Dizia-se que se assemelha a safira ou rubi em sua composição.

O CEO da empresa, Abraham Taub, chamou a nova pedra de “carmeltazita” em mensão à montanha onde foi encontrada, o Monte Carmelo, e aos três metais que ela contém: titânio, alumínio e zircônio.

O Carmeltazita também se assemelhava a outro mineral mais raro de origem extraterrestre, allendeite, que só foi visto no Meteorito de Allende que atingiu a Terra em 8 de fevereiro de 1969. Isso fez da descoberta um evento geológico significativo.

Existe uma lista oficial de novos minerais descobertos e documentados, com até 100 novas substâncias adicionadas a cada ano. Eles são reconhecidos e registrados pela Associação Mineralógica Internacional. A maioria dessas novas substâncias é menos que digna de nota em termos de apresentação, oferta e valor de mercado.

Fonte

Comentários
Compartilhar