Fenômenos nas Pirâmides – parte 1

Realmente existe uma reflexão interna de vibrações na geometria da pirâmide (e somente na geometria dela) que permite essa resultante final de energia brotando do vértice, detectada em muitas fotos e imagens mundo afora, a qual, acredito eu, está mais para um sinal eletromagnético de frequência desconhecida (um conversor de vibrações da Terra em ondas ou sinais para o espaço) do que um mero escape de campo magnético. 

O fenômeno é real, de natureza desconhecida. Eu acredito que seja uma transmissão de onda em faixa desconhecida para o universo, cuja frequência pode estar diretamente ligada ao tamanho da pirâmide, ângulo de inclinação e material de sua estrutura, mas todas direcionadas para o céu.

registro de emissão de pulso eletromagnético binário? (caduceu) por uma bobina Tesla dentro de uma pirâmide de cristal

 

Elas captariam o pulso regular e constante da Terra (que emite pulsos a cada 12 horas) e dentro de sua caixa de reverberação interna (os espaços vazios) essas vibrações, refletindo na geometria interna e convergindo ao vértice, se convertem nessa onda específica.

Creio que as piramides fazem parte de uma grande tecnologia que opera em outros mundos, captadores da energia dos planetas e retransmissores de sinais ao espaço.

Pois bem, os cientistas tem lá seus radares, mas pode ser que as pirâmides já estejam sinalizando aos seus receptores do céu há tempos e tempos, operando numa faixa desconhecida para nós, e talvez mesmo numa outra dimensão, captada somente em condições especiais.

Mas, por não se ter ainda a compreensão do fenômeno em si, fica difícil criar padrões de estudo e análise de sinais que ocasionalmente sejam registrados.  O resto é por conta da especulação teórica.

E já houveram sinais destes também na Piramide do Sol em Teotihuacan, e até nas Montanhas Bucegi, Romênia.

Voces sabiam que todos os anos por lá, precisamente no dia 28 de Novembro, se forma uma pirâmide holográfica no ar, imensa, e registrada por muitos, sem que se saiba o porque?

https://www.youtube.com/watch?v=AkT6Pa8tXLI

Negar a energia das pirâmides é outro ponto. Eu mesmo tenho réplicas de pirâmides, e quem fez as experiências, sabe que, no mínimo, elas possuem uma misteriosa energia de conservação em seu espaço interno. E cheguei já a conclusão de que a origem daqueles sinais de onda brotando do vértice podem representar a chave final ou elo que nos separa do mundo invisível, porque aquelas ondas podem estar portando informação mental.

E a piramide se converteria num telefone espiritual também, aquele que o próprio Thomas Edison procurou construir, sem sucesso.

Deveria ter se guiado pelo mistério da pirâmide.

Eu acredito que aquelas colunas de energia são reais, não são fraude, como muitos pensam.
Sabe o que significa este nome? Pira = fogo, Mide = Meio.

O fogo no meio. Estranha definição para uma suposta tumba.

Outra definição declara:
Do Latim PYRAMIS, DO Grego PYRAMIS. Não há certeza absoluta, mas parece que a palavra vem do Egípcio PYMAR, “pirâmide” mesmo.

Bem, não há certeza alguma sobre nada no universo das pirâmides por parte da cultura moderna!

Onde está este fogo no meio, senão que no centro da Terra, que emite um pulso regular de vibração que, entrando pela base das pirâmides, reverbera em sua geometria interna, numa série de reflexões vibratórias amplificadas que, convergindo para o vértice, se convertem nestes misteriosos sinais ao espaço?

E se a Terra pulsa continuamente, não é de se esperar que os vértices de todas as pirâmides da Terra esteja a emitir esses sinais todo o tempo, ainda que captados ocasionalmente por câmeras, devido a uma série de fatores favoráveis, porém numa faixa de oscilação que nos seja ainda desconhecida? Portadora quem sabe das informações do planeta Terra que alcançam as matrizes extraterrestres lá nas alturas que nos monitoram?

E se as pirâmides são na verdade mirantes de monitoração do nosso planeta por eles, todo este tempo aqui instaladas?

(Abaixo, imagem captada por sensores no leito do Triângulo das Bermudas… repetindo o padrão do cinturão de Órion do sítio de Gizé, Egito?)

JP em 28.02.2019

 

Comentários
Compartilhar