Espiritualidade

Egoísmo, o câncer da humanidade

Num certo corpo que está com câncer no pulmão, as células da comunidade intestinal comentam entre si:

“Vocês souberam do grande tumor que apareceu na comunidade pulmonar?”

“Ah, eu fiquei sabendo, mas que bom que o pulmão fica bem longe de nós”

Mas as células ignorantes se esquecem de uma coisa chamada Metástase, que é a capacidade de uma célula cancerosa migrar para outros órgãos e tecidos corporais, gerando novos tumores, até se espalhar por todo o corpo.

Lição?
A humanidade é um só organismo, e o câncer da guerra que está comendo agora a região da Rússia contra a Ucrânia, cedo ou tarde, se espalhará para outras nações (õrgãos) da civilização, como já aconteceu em guerras anteriores.

Mas o pior câncer da humanidade não é a guerra.
E sim, o egoísmo, motivador de todos os tumores malignos que matam lentamente este mundo.
Se as nações se unissem em correntes de oração e solidariedade pelos povos que sofrem por guerras, fomes e outras coisas, muita coisa seria aliviada.

O problema é que o câncer do egoísmo torna as pessoas eternamente preocupadas consigo mesmas e só.
Se esquecendo de que elas são parte de um organismo interligado que, cedo ou tarde, receberá os efeitos dos órgãos doentes, e a doença se espalhará por todo o mundo, até o dia da sua morte decretada.

Artigos relacionados

A maior das catástrofes a assolar o mundo não é a fome, a guerra ou as mudanças climáticas.
Mas o câncer do egoísmo, que cega as pessoas no conceito de que realmente suas vidas estão isoladas das outras vidas.

Nossa civilização ainda é primitiva demais para assumir um estado de Fraternidade humana.
E ainda tem doutrina por ai pregando que o homem sempre evolui.

Só se evoluiu para pior.
O que significa “involuiu”
E quando uma humanidade cai em tal estado, os céus fecham as suas portas e a salvação nega seu socorro.
Porque quem vai salvar o homem de si mesmo?

JP em 18.04.2022

Comentários

Botão Voltar ao topo