Cientista italiano prevê terremotos 3 décadas antes!

Acionando o Akasha… idos 11 de Maio 2011

(Olha o dia e o ano, 11-11, e a data completa soma 1+1+5+2+1+1 = 11, e lembrando que, dois meses antes, em 11 de Março de 2011, Urano se alinhou com o ponto de equinócio da Terra, 0° Áries, e tivemos nessa época aquele tremendo terremoto 9.1° no Japão, com poderosas tsunamis em seguida, com muitas mortes… numa data 11-11, 2 meses exatos antes dos terremotos na Itália… é muito 11 no currículo, não?
Coincidências ou… sincronicidades?)

“Os cientistas desmentiram um dia antes, o terremoto que Raffaele Bendani previu, há três décadas, que aconteceria em Roma, Bendani baseou a sua teoria no alinhamento e nas posições dos planetas. Era um astronomo autodidata e morreu em 1979, com 86 anos. Conseguiu ser preciso ao ponto de descobrir a data desse terremoto: 11 de maio de 2011. Dois terremotos com intensidades de 4,5 e 5,2, na escala Richter, atingiram a Europa nesta quarta-feira (11/05/2011), deixando pelo menos dez mortos na região de Lorca, no sul da Espanha.

A Tv italiana nos últimos dias dedicou a programação sobre o tema, e o medo da população fêz com que o governo viesse a público para negar que a história fosse verdade e que seria impossível de prever este tipo de catástrofe natural. Raffaele Bendani ficou com a fama de “profeta dos terremotos” por “quase” acertar a data de um tremor que atingiu a região da costa leste da Itália, em 1924, errando por apenas dois dias.”

**********************************
Considerando os estímulos de energia aplicados diretamente sobre o núcleo do planeta, pode apostar que todo o resto acontece por associação. Magnetismo da Terra, Ressonância Schumann, morte de animais em massa, vulcanismo, ciclones cada vez mais potentes.. a Terra é um sistema semi-fechado de energia, e energia gravitacional se converte em outras formas de energia, lei básica da transformação.

Inclusive, pela teoria do Panpsiquismo, até a loucura da humanidade agindo em massa afetada por ciclos cósmicos, está dentro dessa casualidade operante. O pensamento também é energia afetável, estimulável, manipulável…

Me parece que entramos de cabeça na era da dissolução da informação e da institucionalização da mentira… o que me parece necessário para o advento da Verdade.

Aí, entra a ciência predominante e diz que tudo foi coincidência… não creio eu que esse tipo de rótulo ignorante seja premissa para uma real evolução do conhecimento. Dizer que tudo é coincidência, qualquer um pode fazer isso. Mas descobrir o eixo causa-efeito, isso sim deveria ser a busca incansável da ciência, ainda mais quando a estatística aponta uma direção segura… ou seja, o fenômeno é real, mas estamos diante de uma ciência tão arrogante que prefere alegar que tudo é coincidência do que aceitar sua limitação.

É essa a ciência que pretende… salvar o mundo?
*********************

JP em 28.04.2020

Comentários
Compartilhar