As profecias de Benjamin Solari Parravicini 1

Parravicini anuncia a quarta dimensão

Entre milhares de trabalhos, o extraordinário profeta argentino Benjamin Solari Parravicini nos informou sobre a chegada da quarta dimensão (não confundir com a quinta) e da geração e incubação de um novo ser a partir dela.
Seguem duas imagens e mensagens sobre isso, de 1937.

A Quarta Dimensão será na hora”

A criação do Ser foi ontem. Hoje chega o novo ser” (1937)

A imagem mostra um vórtice acima e, no primeiro desenho, duas letras conectadas, P e B, previsivelmente, as iniciais do nome do profeta (Benjamim-Parravicini) sugerindo o seu desejo de renascer como novo ser na nova dimensão revelada.
Mas estas letras funcionam também como uma espécie de chave em código que sugere mecanismos de acesso a quarta dimensão.
O Éden das Escrituras era (e continua sendo, não saiu do lugar, nós é que saímos) o ambiente da quarta dimensão paradisíaca onde todos os seres vivos foram gerados, animais, plantas, e o homem racional, a última etapa desta geração do espírito a partir dos elementos naturais.

O Éden da quarta dimensão tem uma definição de energia de ligação entre todas as coisas.
Porém, com a queda animal, a humanidade foi exilada para a terceira dimensão, onde as características de imortalidade, saúde e juventude permanente se perderam, porque aconteceu a nivelação com os animais, quando o instinto humano sobrepujou sua razão consciente.
A morte foi a resultante final do ato rebelde, e a roda dos retornos, a prisão no tempo, a pior parte do exílio na terceira dimensão da matéria escrava dos caprichos da energia cíclica, quando o homem não tem mais controle sobre isso, antes, isso é que controla o homem.

O retorno ao Éden está vivamente representado no Êxodo rumo à Terra prometida.
O Reino de Deus, como é descrito no Apocalipse, pontua esse retorno através de um mediador, Jesus Cristo.
Ora, toda terra precisa de uma escritura de posse, e de um fiador.
A analogia não poderia ser mais clara.
Cristo se fez o fiador dessa Terra que será herdada pelos filhos de Deus na futura raça e era do sexto sol.

Inclusive, Parravicini tem profecias maravilhosas e precisas sobre o retorno de Cristo acontecendo em nosso tempo.
Ciência e fé se encontram, e a quarta dimensão de Einstein, onde todo tempo converge para o zero da atemporalidade, é a mesma quarta dimensão de Parravicini e do Éden, quando atemporalidade significa imortalidade por efeito da presença do espírito de Deus, que voltou a ser plena no homem, corpo e mente.

E viver para sempre num lugar/dimensão perfeitos é apenas um dos efeitos dessa realidade resgatada pelo homem moderno, que ainda vive uma ruptura com o Sagrado, e como feto que corta seu cordão umbilical antes da hora, morre precocemente, na escuridão e no frio…

Ps: por incrível que pareça, o código Parravicini tem aparecido em vários crops circles, com uma assinatura similar ao lado de vórtices do tipo.
Crops circles confirmam Parravicini!
Porque Parravicini tambem falou em KROPP, antes deles chegarem…
Há muito o que se saber aqui… e você ficará deslumbrado com o alcance da visão deste legítimo ANJO de Deus encarnado.

JP em 10.07.2020

Um Anjo na Argentina

A Argentina conhecerá um Anjo de Paz
BSP (sem data)

O Anjo de paz que, neste desenho profético de Parravicini, aparece na forma de um palhaço, é ele mesmo.
Isso porque um dos temas preferidos do profeta argentino em suas pinturas era justamente o palhaço, e quase sempre, palhaços tristes… e isso está justificado pelas muitas visões e revelações tristes do fim do mundo que esse profeta experimentou em sua vida.
Inclusive ele falou muito sobre as guerras, os russos, a China e o avanço do Sionismo.
Seguiremos publicando as visões reais desse Anjo de Deus encarnado na Argentina para cumprir uma grandiosa missão: revelar tudo o que Nostradamus escondeu!

JP em 07.08.2020

PARRAVICINI – CAIRA O OURO MALDITO

“Cairá com o Ouro Maldito”.

BSP – 1940

Parravicini tem várias dessas imagens com referência ao ouro maldito e a queda da humanidade em função dele, a ruína da humanidade pelo seu amor superior à possessão do que ao espiritual. O Ter na frente do Ser, se é que o SER ainda representa alguma coisa para essa humanidade selada pela marca da Besta chamada Materialismo!

Na simbologia da imagem, vemos vários barquinhos afundando no mar do CAOS, com certeza, todos os modelos do mundo materialista, suas empresas e empresários, seus grandes impérios comerciais e todos os que navegam neles…

Nada que seja novidade ao Apocalipse 18:
NAFELÁ NAFELÁ BABEL
(CAIU CAIU BABILÔNIA)
O mesmo verbo usado para definir os Nefilim da Biblia, os Anjos caídos, que tiveram relações impróprias com seres humanos e geraram os gigantes da antiguidade.

Cai o ouro maldito, que nunca foi o alvo dos verdadeiros Anunnaki, talvez de Nefilim, mas com toda certeza, sempre foi o alvo de humanos caídos no Materialismo.
“Não se pode servir a dois senhores, a Deus e a Mammom (riquezas)”
Jesus Cristo.

Note uma figura feminina no centro da imagem, representando Babilônia, a Meretriz, que simboliza a civilização moderna, e aos seus pés, desliza uma serpente, a antiga e reptiliana serpente do Éden, que vem enganando a humanidade com o falso ouro e a falsa consciência que ele produz…

A bandeira da Inglaterra, no vestido da figura feminina, pode ser uma representação da Rainha da Inglaterra, figura feminina no poder, ilustrando a Meretriz no poder, conforme o Apocalipse.
E, curiosamente, uma nova fonte de ouro do conhecimento brota nas terras inglesas… falo dos crops circles!

Parravicini os homens azuis do planeta azul

“OS HOMENS AZUIS DO PLANETA AZUL QUE BAIXARAM NA TERRA PARA GUIAR E PROTEGER O ÊXODO DE ISRAEL REGRESSARÃO AO FINAL DA SEXTA DÉCADA PARA DE NOVO PROTEGER A ISRAEL” (1960)

Os homens azuis do planeta azul da estrela azul de Sirius são os condutores do PROGRAMA DA TERRA, sob as ordens do Espírito da Bíblia, chamado Jeová (e isso dito pelo próprio Parravicini em outra profecias a ser publicada adiante).
Há um grupo de profecias ilustrando o perfil destes Anunnaki azuis, e meu amigo, você verá que eles não tem nada a ver com os Anunnaki de Zecharia Sitchin.
Se em um ouro que interessa a YHWH, este ouro é a consciência desperta da humanidade.
Quantas fábulas mentirosas embalando a imaginação de muitos sobre a origem e identidade dos Anunnaki!
Por isso, Deus levantou um grande profeta em nosso tempo, Parravicini, para corrigir todas as deformações da Verdade de Deus no tocante aos primeiros civilizadores das estrelas…

A GALÁXIA AZUL DO PROFETA PARRAVICINI, donde vieram os homens azuis, que participaram da criação da humanidade, sua instrução e educação, não é uma Galáxia além da nossa Via-Láctea.

Galáxia azul, na linguagem do profeta, é indicação para o sistema solar de Sirius, estrela branco-azulada que participa de todas as tradições antigas, junto com Vênus, formando o eixo criador e civilizador da raça humana, em todos os seus estágios.
Israel aqui deve ser entendida no sentido espiritual, não no sentido étnico.
E o sentido espiritual são os 144 mil selados em Terra, independente de cor, credo, raça ou sexo.
A Nova Israel, metáfora para o grupo seleto que irá reedificar a futura civilização sob o sexto Sol da profecia maia.

JP em 10.08.2020

Parravicini e as naves dos seres azuis

TODA NAVE ASTRAL É CONSTRUÍDA EM MATERIAIS AINDA NÃO CONHECIDOS NA TERRA. AS NAVES SÃO LEVES, MOLDADAS EM PEÇA INTEGRAL SEM UNIÃO ALGUMA. O NAVEGADOR É ENCERRADO IGUALMENTE EM VESTIMENTA ESCAFÂNDRICA SEM COSTURA, E ALGUMAS SÃO TRANSPARENTES E AZUIS. NOSSO FOGO EM GRAU MÁXIMO NÃO ESQUENTARÁ E NEM PERFURARÁ A CONSISTÊNCIA DE AMBOS” (1960)

Um relato de uma alta tecnologia que habilita os “Seres Azuis” (Anunnaki, na expressão do profeta).
Declarações confirmadas em vários testemunhos e estudos sobre a constituição das naves.

Sobre o traje sem costura, ele foi relatado, por exemplo, nas vestes de Valiant Thor, quando esteve fechado dentro do Pentágono norte-americano para estudo e analise, entre 1957 e 1960. E a cor de seu uniforme de bordo… era azul!
Parravicini teve um contato real com tudo isso!

Porque seu relato sobre o uniforme sem costura, da cor azul com transparência e resistente ao fogo, bem, isso consta dos relatórios top secret da análise dos cientistas do Pentágono a respeito do Uniforme de Sir Valiant Thor, nosso querido Lord T!

E não haveria como um pobre e desconhecido vidente da Argentina naquele mesmo ano, 1960, ter acesso a todas estas informações, que só viriam a publico anos mais tarde, com a publicação do livro de Frank Stranges.
Ou seja, mais uma vez, Parravicini acertou sobre os Anunnaki (os verdadeiros), que ele chamava de Seres Azuis.
Minha missão é apresentar para vocês o verdadeiro perfil dos Anunnaki, desfigurado por mentes desfiguradas da era moderna. Mas Deus levantou Parravicini para nos ajudar nesse resgate.

Os Anunnaki são azuis!

E os relatos de Parravicini e suas visões sobre os Seres azuis se alinham perfeitamente com a imagem azul dos místicos deuses de várias culturas, especialmente egípcia e hindu, com seu politeísmo e culto aos deuses estelares.
A própria Estrela Azul ou Blue Kachina dos índios hopi faz uma alusão a cor dos Anunnaki, porque Kachina é o nome destas entidades estelares naquela cultura.

Temos Krishna azul, Toth azul, Horus azul, Matsya azul…
Krishna, o equivalente de Cristo para os hindus, ser todo amor e compaixão…
Toth, o deus da sabedoria, cujo equivalente é o próprio Enki sumeriano…
Horus, o salvador, filho de Isis e Osisis, equivalente do Cristo para os egípcios do passado…
e Matsya, o primeiro Avatara da lista dos 10 salvadores hindus…

Ou seja, os deuses azuis tinham a imagem de bondosos, salvadores, amigos, instrutores, protetores e benfeitores da humanidade.

E milênios se passaram, e desce na Terra um venusiano, o líder de todos eles, escolhendo o nervo central da política mundial, USA, para tentar ajudar com conhecimento e soluções tecnológicas para os problemas da humanidade, desde que a primeira potência do mundo (USA) estivesse disposta a realizar alguns sacrifícios em favor das nações mais pobres.
E é claro, o presidente disse NÃO a Valiant Thor…
E a roupa que ele usava?
Azul… e sua proposta?
Salvar o mundo, e não dominá-lo.

Por isso, tenham certeza de uma coisa.
Os Anunnaki são bondosos, são amigos, são divinos no sentido de perfeitos..
Eles descem para dar, não para roubar.
E vestem azul…

Fenômenos celestes anunciarão o retorno de Cristo
(Parravicini – 1939)

E um sinal fantástico sobre os céus de Nova Iorque completando um ano …

E apesar de ser bastante lógico e coerente que os UFOs dos seres azuis viessem em comitiva preparar os caminhos desse retorno e das preparações da Terra, e de todas as profecias do Apocalipse acontecendo com precisão matemática, como Cristo anunciou que aconteceriam, às vésperas de sua chegada… 99% prefere acreditar que Tudo isso é apenas Blue Beam … só para brincar com a humanidade.
Quanto aos falsos sinais que estão iludindo a humanidade, ah sim, eles existem.
Mas justamente poriludir a humanidade é que ninguém consegue realmente ver onde eles estão.

Só falta dizer que crops circles é blue beam também.
Ninguém merece…

JP em 11.08.2020

O RELÓGIO DE PARRAVICINI

As profecias de Parravicini são peculiares. E por vezes, elas são tão objetivas e diretas que nem são necessárias datas, o próprio fato as confirma, como foi o caso do Papa e tantas outras: aqui ele previu três coisas: que o último Papa (Petrus II, em cruza com as profecias de Malaquias) seria argentino, e sairia de uma renúncia do Papa anterior, e que revolucionaria o Papado e a Igreja com idéias, sendo perseguido por isso. Algo bastante específico, e este evento é que solavancou a fama do seu nome no mundo. Ele falou que este Papa que aí está é o próprio Pedro apóstolo, que retornou para expiar os pecados da Igreja.

Ele raramente dá datas, e falou muito do retorno de Cristo e descida de várias inteligências extraterrestres entre 2000 e 2002, mas obviamente não neste plano ou dimensão, localizando tal grandioso evento em um mundo oculto ao nosso, subterrâneo e de outra dimensão, como se, ali reunidas, estas inteligências começassem efetivamente, a partir daquela época, a trabalhar pelo restauro da Terra e auxílio da humanidade, enviando para nós, do lado de cá, emanações telepáticas de força, luz e ajuda.

Ele fornece poucas datas, como disse, contudo, é repetitivo numa linguagem que fala de tempos e eventos. Ele sempre menciona três Horas simbólicas:

A Hora 10, a Hora 11 e a Hora 12.

Muitas imagens existem sobre, e esta é uma de minhas preferidas (abaixo)

Um pedaço de relógio, com as horas 10, 11 e 12, em algarismos romanos, à direita, em cima.

O relógio marca a Hora 10, a primeira, e em volta dele, entidades, pergaminhos, segredos que se abrem, revoluções no mundo, como realmente temos visto, em série.
Antigamente, 10 anos levavam 10 anos, mas atualmente vivemos em tal ritmo acelerado de transformações e descobertas que temos a sensação de que um ano contabiliza dez.

A Hora 10, de acordo até com Cabala e Numerologia, é a Grande Roda que retorna ao começo, o Fim do Grande Ciclo que abre espaço para outro que chega, o que, cruzando com o Calendário Maia

(o mais preciso do mundo, baseado nas revoluções sinódicas de Vênus e na precessão dos equinócios combinadas) nos aponta exatamente para 21-12-2012.

E veja bem, Parravicini não falou em nenhum momento em fim do mundo em 2012, e sim numa data que marcaria a Hora 10, fim de ciclo e estação final da roda que retoma ao ponto de partida, como foi a 10.000 ou 11.000 anos atrás, na inversão do longo ciclo das precessões.

Parravicini foi exato nessa abordagem da hora 10 ao dizer: Início do Fim, tal como os maias, que nunca falaram que o mundo iria acabar em 21-12-2012, porém, iniciaria sim um processo em curso de caos, entropia e degradação rumando para ele, o fim radical, o que todos nós podemos constatar hoje, aqui, agora.

Há uma imagem sobre o tempo, mostrando isso. E ela diz: o tempo marca o fim dos tempos.

Ele quer dizer que o Fim dos tempos não acontece num estalo, mas é um processo lento, vagaroso, estabelecido entre a Hora 10 e a hora 12, ou seja, ao longo da hora 11. E a hora 10 principiou tudo isso.

É importante estabelecer estas coisas para guiar algumas interpretações.

A Hora 10, portanto, aconteceu, e o planeta sofreu um start ou início de decaimento e involução a partir de 2012, como todos nós podemos perceber, como testemunhas oculares, mas isso não é o fim, apenas o começo do fim.

O Fim radical, ele associou à hora 12, quando então chegará o CAOS final (segundo ele) e aniquilador. Então, estamos agora no curso da hora 11: uma hora ou período em que inúmeros processos estão se desenrolando, processos globais, históricos, sociais, científicos, religiosos e ufológicos: um período de transformações intensas e severas, correndo em marcha com o Caos crescente.

Ele inclui nessa hora 11 toda a ascensão da NOM e do Anticristo, que aliás, é chamado precisamente por Daniel de o undécimo chifre, ou o comandante que se levantaria de dez chifres (dez nações). Por outro lado, na mesma hora 11 ele anuncia um Novo Menino, metáfora de uma nova consciência e verdade que nasce, e também faz relacionar ao Apocalipse 11 e ao surgimento de duas misteriosas testemunhas que farão oposição ao reino do Anticristo (11) e suas mentiras.

Ele também anunciou o retorno do Sion (Judeus em Israel) desde 1939, quando aquela nação só se reconstituiu em 1948, 9 anos mais tarde. Como pode ver, ele foi bastante exato, específico.

Veja, a hora 11 ainda promete muitas surpresas antes do Fim terminal da Terra, e pode ficar sossegado, não será amanhã, o que não exclui, contudo, sofrimento em várias partes do mundo por diversos fatores implícitos ao Caos e entropia acelerada do sistema, como fome, seca, clima alterado, enchentes, vulcões, terremotos, cometas e asteróides caindo, doenças, violência, injustiça, miséria, carestia, idiotização da humanidade, grays, dominação, ateísmo, comunismo, capitalismo, máquina governando o cérebro, tecnologia de manipulação, corrupção, inversão de valores, degradação sexual, drogas, vida em laboratório, máscaras, guerras, etc.

Ele abordou praticamente tudo.

Por falar em guerras, ele compôs toda uma série de imagens onde coloca o número 5 (que ele chama de Ano 5) como deflagrando guerras muito sérias. Alguns pensam em 2015, já que é um ano terminado por 5 e astrologicamente regido pelo planeta Marte (deus da Guerra).

Ele fala de forma mais positiva da América do Sul, e principalmente das regiões ao Sul, como Argentina e parte sul do Brasil, como lugares que receberão alguma proteção maior e reunirão ainda muita gente em fuga do hemisfério mais ferido (Norte).

É por tudo isso que Cristo tinha que retornar e se posicionar, ao lado dos extraterrestres da Luz, num mundo paralelo ou reino oculto ao nosso a partir de 2000 e 2002, para nos proteger e tentar segurar um pouco o avanço do caos e das trevas.

Ele associa muito o surgimento daquele Menino Novo ou Nova consciência dentro da hora 11, ou ainda, um futuro salvador.

Finalmente chegará a hora 12, que na Cabala e Numerologia, é penitência, é expiação e sacrifício, e em muitas profecias ele fala em fatores celestes, cometas, coisas que vem do céu e mesmo NUM PLANETA QUE COLIDIRÁ, muito antes de Sitchin postular sobre Nibiru.

E depois deste Caos final da Hora 12, virá a grande renovação e o novo mundo e civilização, retorno a Era de Ouro, conforme previsto por inúmeras profecias similares, todas com a mesma convergência.

Ele, Parravicini, foi um precursor em diversas áreas, um gênio que o mundo está descobrindo.

Ele iniciou a Ufologia real para nós, não com fotos e vídeos de Objetos incertos no céu, mas sim com contatos reais com a inteligência venusiana, com quem esteve. Inclusive há um relato de sua sensacional experiência em um disco voador:

Veja o quanto este homem é ufológico.

O mundo começou a descobrí-lo recentemente.

Agora é com cada um! O livro está aberto, é só pesquisar. Há muitos fóruns debatendo sobre o real sentido das Três Horas de Parravicini.

http://argemto.foroactivo.com/t1092-las-tres-horas-10-11-12

De resto, diante do Caos que avança e sem como detê-lo, o jeito é se apegar a Cristo, a Deus, a Verdade e ao Bem, porque se ele acertou tanta coisa, e continua acertando, porque falharia nestes pontos, onde repousam a nossa única e última esperança?

JP em 12.08.2020

O Sacerdote egípcio inspirado pelos seres azuis

“O SACERDOTE EGÍPCIO QUE CONHECEU A ALTA MATEMÁTICA DOS ASTERÓIDES, QUE CONTRIBUIU NA CONSTRUÇÃO DAS PIRÂMIDES, FOI ELE CUIDADOSAMENTE DIRIGIDO PELOS ASTRONAUTAS AZUIS, OS QUE, COM DEVOTADA DEDICAÇÃO, ENSINARAM AO SACERDOTE O SEGREDO DAS ARESTAS. ELES ELEVARAM E POLIRAM AS ENORMES PEDRAS DAS PIRÂMIDES. ELES INICIARAM A MEDIDA E A RELATIVIDADE NA 5ª DIMENSÃO” (1960)

Certamente que Parravicini está falando de Toth, a grande encarnação venusiana-siriana no Egito antigo, envolvido com o projeto das pirâmides.
A alta matemática dos asteroides provavelmente se relaciona com conhecimentos superiores de Mecânica celeste e até do movimento no Hiperespaço realizado pelos astronautas azuis, transcendendo as leis da Física 3D.

Revelações surpreendentes, porque este sacerdote iluminado recebeu os segredos da matemática avançada e da sagrada geometria no projeto, e suas tecnologias fizeram flutuar as grandes pedras.
Parravicini já sustentava isso em 1960, e quão atual é a sua visão em nosso tempo.
Eles iniciaram a Relatividade das dimensões paralelas.

Toth, o deus da sabedoria, divindade lunar e aquática, era representado pela Íbis, pássaro sagrado dos lagos, relacionado a água e a Lua, exatamente como Enki da Suméria. São encarnações paralelas.

E Toth, assim como Isis, foi associado à estrela branco azulada Sirius, a Estrela Mãe da humanidade, a casa dos seres azuis, dos quais ele foi um dos mais altos representantes encarnados neste mundo.
E Toth geralmente era pintado em tons azulados… o grande mestre da ciência cósmica do Antigo Egito!

Estes são os verdadeiros Anunnaki.
E não “aqueles”…

JP em 13.08.2020

O NAVEGADOR ASTRAL AZUL DEMONSTRARÁ A EXISTÊNCIA DE DEUS COM ÁRDUO EMPENHO, POIS O HOMEM SE LHE ESQUECEU POR OURO. COM PRESENÇA REAL, O NAVEGADOR FALARÁ EM FORMA TELEPÁTICA DO GRANDE UNIVERSO, DOS PLANETAS E HOMENS SUPERIORES, DE CIVILIZAÇÕES ASSOMBROSAS E DIRÁ: TUDO É OBRA DE DEUS!

O NAVEGANTE, COM EMPENHO, ENFATIZARÁ: TUDO É DE DEUS COMO TU ÉS, HOMEM TERRENO. ABANDONA JÁ O FETICHISMO, O AFÃ DE NOVOS DEUSES, DE NOVOS CONDUTORES E RELIGIÕES, E APRENDE A SER DE DEUS… E SERÁS!” (1960).

Mais um tapa na cara de ufólogos ateus e que acham que Aliens não tem interesses em questões espirituais.
Um dos esforços dos Anunnaki azuis revelados por Parravicini, nesta série de profecias, será o de conduzir o humano moderno atual de volta para Deus, por meio de telepatia.

Ensinará à todas as mentes abertas, receptivas e preparadas para isso, sobre as verdades do Criador e das criaturas, transpondo crenças e transcendendo conceitos.
Devemos abandonar os novos deuses, as novas culturas deformadas, os materialismos disfarçados, as crenças congeladas, e voltar a beber da fonte… a fonte da Verdade que dá Iluminação, a fonte da vida que dá imortalidade, a fonte da Presença que dá Amor…

Os seres azuis já estão entre nós, e segundo Parravicini, começaram a circular intensamente no planeta e entre as pessoas a partir do ano 2000 (outras profecias falam também em 2002)

JP em 14.08.2020

Seres de outro planeta sobre a Terra
BSP 1960

Uma estranha figura anunciando seres de outros planetas sobre nossa Terra; não que eles tenham a aparência da imagem que, na metáfora da sua arte, Parraviini ilustra na verdade um ser andrógino (duas cabeças) nos acrescentando uma fabulosa revelação compartilhada em outras profecias: a de que muitos seres extra-planetários em nossa companhia são, na verdade, seres andróginos, e por essa razão, dotados de uma energia física e mental e mesmo de uma biologia para nós totalmente desconhecida… mesmo que se apresentem com aparência humana.

Porque Parravicini declara o mesmo: os aliens monstro da ficção não existem.
Aparência parecida com a nossa, aparência humana, eles têm, como se a nossa aparência e tipologia, com variações de planeta a planeta, fosse um modelo-padrão da forma inteligente dos universos.
Quando Deus disse: Fiz Adão a minha imagem e semelhança, não quis dizer somente o homem terrestre, mas todo humano criado a partir da evolução mineral (Adão de barro) em todos os mundos cobertos pelo poder do mesmo Criador.
Então, esqueça os aliens monstros dos filmes. Eles não passam de ficção para lotar cinemas e faturar alto nas bilheterias.

Ps: greys ou reptilianos foram, um dia, humanoides perfeitas criadas por Deus, mas que, por sua rebelião, involuíram na aparência, assumindo formas mais grotescas. No entanto, o padrão humanoide continua. Nenhum deles têm três cabeças ou tentáculos em vez de braços e pernas… a simbólica queda dos anjos que se converteram em demônios e passaram a habitar nas catacumbas da Terra, banidos do céu, encontram eco nessas realidades alienígenas ocultas…

JP em 18.08.2020

“OS QUE NÃO VIERAM, TRATARAM DE BUSCAR A CRUZ QUE NÃO VÊM – VIRAM-NA, PORÉM, TARDE”
BSP 1972

Na imagem, um Anjo ou espírito iluminado associado a letra U na forma do desenho.
U e URIEL, o Arcanjo do final dos tempos, porque foi o primeiro Anjo de Deus (isso consta no Livro de Enoque).
Ele é o Anjo da cristificação, Anjo de Vênus, sempre envolvido com os caminhos da Bíblia que conduziram até o Messias Jesus. Uriel é aquele Anjo do Apocalipse 10, que voltaria para encerrar o grande ciclo da humanidade atual.
Várias são as profecias de Parravicini ilustradas com seres na letra U, de Uriel.
E muitas também as suas referências aos venusianos, filhos de Uriel.

Repare que o símbolo do Anjo do Apocalipse é o Arco-íris, simbolo sagrado da comunhão entre Deus e a humanidade, e esse símbolo foi usado por Deus assim que Noé e sua família saíram da Arca, símbolo dos recomeços com Deus presente.
E o Senhor da Merkabah, na visão do profeta Ezequiel, vinha coroado com o Arco Íris.

A cruz que o mundo verá tarde demais são os sinais e os chamados de Deus para a cristificação humana, porém, nesse cabo de guerra, o materialismo tem levado vantagem sobre a grande maioria.
A profecia fala em enigma: os que não vieram, trataram de buscar a cruz que não vêm.
Isto é, os que deixaram para pensar em espiritualidade e conexão com Cristo tarde demais, quando o mundo estiver no caos completo e nenhum poder da Terra, poder humano, poderá fazer coisa alguma.
O Anjo da Cristificação chama a humanidade para um recomeço.

Ps: vários crops circles já mostraram a letra U. O mais recente deles, com relação a Vênus e Uriel, apareceu nesta composição pré-colombiana de serpente bicéfala. Notem os peixes no corpo da serpente U: um dos símbolos crísticos mais importantes, como a cruz!

JP em 23.08.2020

“Na Argentina morre o mal, falta de amor, falta de equidade e preguiça. A Argentina estará no final da prova”
(BSP 1968)

Como era Argentino, Parravicini fez muitas profecias sobre sua terra natal, inclusive acertando em cheio sobre o Papa do futuro, aquele que traria mudanças profundas na Igreja e num tempo em que dois papas vivos coexistiriam no cenário (Bento XVI).

De qualquer forma, em muitas de suas leituras proféticas, ele inclui não somente a Argentina, mas até mesmo o Brasil e, de forma geral, a América Latina como uma espécie de cenário de grandes reuniões espirituais nos tempos das provações, indicando que no Sul haveria um celeiro espiritual sendo preparado pelas Mãos da Divina Providência.

Nesta imagem, como na de ontem, outra vez o espírito assina a letra U, de Uriel, o Anjo do Apocalipse, aquele que instruiu Noé no recomeço, e que volta para instruir os eleitos em outro recomeço.
Se Uriel foi o instrutor de Noé, ele então se associa ao deus Enki sumeriano, que cumpriu o mesmo papel de salvador da raça humana, quando Enlil e a corte de Anu decidiram pela extinção da raça humana debaixo do Dilúvio.

Na imagem, duas criaturas aladas repartem o formato da letra U: uma águia ou falcão e, provavelmente, um Condor, ave magnífica do Altiplano, cenário dos Incas, que também falaram dos deuses de Vênus no passado (Uriel é o Arcanjo de Vênus).

Inclusive, o venerável apóstolo Judas de Kariot, em seu precioso manuscrito, o Vôo da Serpente Emplumada, nos fala do Altiplano com todas essas simbologias de redenção para os homens da linhagem “maia’ (linhagem crística, homens com sangue crístico nas veias). E onde Judas entregou seu manuscrito? Na Argentina, tempos da Segunda Guerra Mundial!
Parravicini e Judas, portanto, se alinham em suas missões proféticas.

Duas aves que voam alto, e que simbolizam os espíritos fortes, transformados pela provação.
Entre eles, no alto, brilha o Sol, um dos símbolos do Arcanjo Uriel (que, no Apocalipse X, ao descer do céu para encerrar o ciclo da atual humanidade, mostra seu rosto como um Sol do meio dia).

Uma imagem andrógina também é sugerida, porque na Arca só entram pares. Metades não são admitidas.
A chave final da Alquimia é a androginia, em todos os seus aspectos físicos, vitais, mentais e, por fim, espirituais.

Na base da gravura, fogo e chamas, que se transformam na luz do Sol elevado. Elementos que falam de provações sendo superadas. A própria Bíblia fala muito em provações do ouro e da prata nos fogos da purificação.
A penitência é necessária. A era do prazer e da distração se encerrou.

Agora estamos na era do recolhimento, da meditação, da oração, da purificação.
Quem ainda não entendeu esse chamado universal e insiste em buscar manhãs de prazer displicente e negligente com o trabalho interno, não sobreviverá aos rigores do que ainda está por vir.

E nem poderá voar com asas fortes, temperadas no fogo, asas de aço, rumo ao Novo Império do Sol, guiados pelo Arcanjo da Luz, Uriel, na direção da Nova Civilização.

Uriel é o Anjo da cristificação. Esteve com nosso Senhor Jesus Cristo no horto das Oliveiras, trazendo-lhe o cálice da cristificação, para confortá-lo em sua hora suprema.
É muito amor envolvido, amor esse infelizmente não mais acessível a maioria dos corações humanos atualmente encarnados.

Mas é somente esse tipo de Amor, Amor de sacrifício, que pode gerar luz no coração humano, atualmente em trevas justamente por sua ausência. Santuário de velas apagadas e com ídolos estranhos sendo cultuados no lugar que deveria pertencer a Deus somente, e ao Seu Amor de redenção.

JP em 24.08.2020

Parravicini anunciando os crops circles?

“E aquela casa caiu, e aquela civilização terminou, se dirá em 66, sem ver que o Caos se desvia. O irmão invisível o anunciará, os glaciares lhe dirão, a alga lhe gritará, o inseto intelecto lhe mostrará e os astrais lhe repetirão.
Chega KROPP!”
BSP – sem data

Sem efeito, tentaram associar este misterioso nome/palavra KROPP a certa personalidade argentina, mas o conjunto da profecia fala claramente de sinais do fim sendo anunciado pelo universo falando através do Irmão invisível (espíritos, extraterrenos) e dos glaciares (degelo), e da alga (poluição do mar, ou a multiplicação de certas espécies daninhas), até o insecto intelecto (uma charada, o diminuto intelecto do homem) o perceberá, e os astrais (seres de outra dimensão) o repetirão.

Chegam os CROPS CIRCLES.

(KROPP, muda apenas a forma da palavra, o som é o mesmo)
Kropp de Parravicini, dentro do contexto da profecia, é um dos alertas nas mensagens do tempo para a humanidade no final do ciclo. E os crops circles cumprem precisamente este papel.
E a imagem sugere seres invisíveis projetando algo como letras no corpo de um ser deitado (letras, comunicação).

Parravicini já tinha morrido há 16 anos quando os primeiros crops circles com mensagens começaram a aparecer na Inglaterra, em 1990 – os chamados pictogramas).

O número 66 se repete muito em suas profecias, e numa delas, fala claramente que a influência de Lúcifer, o Anjo maldito, se intensificaria sobre as mentes humanas a partir de (19)66.

JP em 26.08.2020

NAVE ANDANTE DE VÊNUS SOBRE A TERRA E VENUSIANO.
(1938)

Numa imagem surrealista, vemos não somente uma nave venusiana, mas todo um complexo venusiano “caminhando” sobre a Terra, e também sobre os mares (sugestão de bases submarinas)

Realmente, essa imagem é um leque de informações que, dentro de uma representação de arte cubista e surreal, instiga a abstração da nossa mente para tentar decifrar que aspectos a respeito de venusianos sobre a Terra foram impressos nessa “nave”, ou grupo de naves, ou naves-cidade (ao estilo nave-mãe), como sugerem tenha sido o Nibiru dos deuses, uma nave-cidade que vigia os mundos e de tempos em tempos retorna a Terra para julgar a humanidade.

Falaremos disso em outras ocasiões.
Mas uma coisa é certa:
Parravicini e os crops circles concordam que venusianos estão na primeira linha dos ALiens visitantes e mesmo colonizadores da Terra desde os primórdios do “Éden”.

E por isso, são nossos primos, porque compartilhamos com eles uma genética comum.

JP em 27.08.2020

ARQUEÓLOGOS ESTUDARÃO AS INSCRIÇÕES MAIAS. ELAS SÃO DE VÊNUS, TRAZIDAS DE LÁ POR VENUSIANOS”
(1939)

Muito direta essa profecia. Em 1939, quem falava em Calendário Maia? E da profecia venusiana de Quetzalcoatl?
Evidentemente que, diante do porte do calendário maia, o calendário mais preciso e complexo da Terra, que usa várias engrenagens combinadas de ciclos isolados para criar um ciclo composto de contagem cósmica de tempo, claro que essa ciência não poderia ter sido desenvolvida pelos indígenas, sem o menor conhecimento de Astronomia.
Evidentemente, trazida a eles por venusianos, e isso saído da boca dos próprios índios, os irmãos brancos da estrela da manhã, que prometeram retornar um dia… quando o calendário que eles mesmos forneceram ao mundo alinhasse seus ponteiros no tempo do fim da contagem longa…
E isso é hoje.

E crops circles confirmam a assinatura de venusianos, declarando o mesmo que Parravicini.
E quando duas testemunhas confirmam um testemunho, é porque ele é real.
Por essa razão é que Jesus Cristo sõ precisará de duas testemunhas que anunciem ao mundo o seu regresso.
O que também é hoje.
E venusianos são anjos ao seu serviço!

NOVAS MARIPOSAS NO ALTIPLANO SERÃO TRAZIDAS POR VENUSIANOS”
(1939)

Aqui, estamos no Altiplano dos Incas. As cidades de Cuzco, Machu Picchu e, principalmente, Tiahuanaco, são repletas de registros e mitos ligados a Vênus.

A mariposa da imagem é o retrato de um venusiano. Mariposas são seres noturnos, opostos das borboletas diurnas, e pode ser referir o profeta a seres ocultos (venusianos) ainda em atividade nos misteriosos cenários do Altiplano, provavelmente em bases secretas. O manuscrito de Judas Iskariotes, o Vôo da Serpente Emplumada, sempre usa a referência do Altiplano ao falar do reino dos novos maias e do Senhor Oculto existente mais além dos cumes dos montes andinos.
Então, sob esse aspecto, as mariposas trazidas por venusianos também podem se referir aos seus UFOs, trazidas de Vênus e instalados naquelas bases – como em tantas outras ao redor da Terra.
Valiant Thor, o líder de Vênus, fala em pelo menos 287 postos de naves UFO venusianas espalhados em todo o mundo.
Quem sabe você não mora perto de uma delas e nem imagina?

OS NAVEGANTES SÃO DE DEUS, AINDA QUE VENHAM DE VÊNUS”
(1939)

Essa imagem e mensagem falam por si. Navegantes, isto é, UFONAUTAS, vem de todas as partes, mas os extraterrestres mais próximos de nós, que mais nos guardam e acompanham, segundo Parravicini, são venusianos.
O que está de acordo com os registros da América Pré-colombiana e de todas as partes do mundo antigo.

E não é que eles continuam assinando sua presença entre nós?
O que pensar dos crop circles que, ano após ano nos campos de cultivo da Inglaterra, Brasil e outras partes, repetem a mesma assinatura de sempre?
Vênus?
Estariam eles notificando o mundo sobre as verdades do Apocalipse e de um resgate (colheita) próximos?
Pode estar certo que sim.
Se venusianos não estivessem profundamente envolvidos com as ordens de Deus, Jesus Cristo não teria dito de si mesmo:
“Eu Sou a Estrela resplandecente da manhã!” (Vênus)

Parravicini diz que os Extraterrestres vêm de Deus (Anunnaki, desmentindo a doutrinação de Zecharia Sitchin que transformou Anunnaki em inimigos da humanidade), mas para o contexto da nossa história, estes navegantes são principalmente de Vênus.

JP em 28.08.2020

Comentários
Compartilhar