Alinhamento planetário com o objeto P 7X pode ter causado os recentes terremotos!

Desde o grande alinhamento planetário de 11 de fevereiro de 2021, anunciado no site e na página com grande antecedência, temos visto muitos efeitos geológicos, envolvendo terremotos, atividade vulcânica em cadeia, tempestades solares e até variações climáticas severas (como a inesperada onda de frio nos USA e outros países do Hemisfério Norte, onde é Inverno).

O Objeto P 7X (atualmente sinalizado na fronteira da órbita de Marte, conforme o programa SN 8 Pro) está cada vez mais próximo do Sol, e recentes imagens da SOHO o acusaram nas imediações.

Um impressionante registro foi realizado em 2 de março, a época do alinhamento do objeto P 7X com planetas internos do Sistema Solar.

Desde o final de fevereiro, Vênus se moveu de tal forma que entrou num raio de alinhamento com a Terra e o Sol, e o objeto P 7X, como podemos ver abaixo.

No começo de março, com o movimento de Vênus, aquele alinhamento interno se intensificou, e colocou o objeto P 7X na mesma linha, conforme comparação com o diagrama do programa SN 8 Pro.

Júpiter e Saturno estão alinhados, mas num outro eixo em relação ao Sol.

Além do fator alinhamento do objeto P 7X com Vênus, Terra e Sol, temos o fator distância (porque, segundo aquele programa, o objeto já se encontra na altura da órbita de Marte, o que intensifica a soma de forças gravitacionais envolvidas).

O padrão de alinhamento varia pouco até o dia da próxima fase lunar, Lua Nova, em 13 de março, e isso pode significar uma onda de energia causando mais eventos dos que já temos visto até aqui.

Terremoto de 6.3° na Grécia em 03.03.2021

Terremoto de 7.4° hoje na Nova Zelândia, a baixa profundidade (riscos de tsunamis)
Além de vulcões e a plena tempestade solar destes mesmos primeiros dias do mês de março.

Leia também  Terra é atingida por misteriosos e intenso pulsos magnéticos poucos dias antes do Eclipse lunar anunciado

URGENTE
Terremoto de 8.1° na Nova Zelândia!o

Painel Global mostra um terremoto extremamente poderoso de 8.1 magnitudes ocorrido nas ilhas Kermadec, na Nova Zelândia às 19:28 UTC (04/03).

Esse tremor teve seu hipocentro estimado a apenas 19 km de profundidade, sob as coordenadas 29.73S e 177.26W. Numerosa quantidade de réplicas acima de 5.0° acontecendo por lá.
Considerando a grande magnitude e a baixa profundidade em que ocorreu, o tremor tem potencial suficiente para causar pesados danos e vítimas fatais.

Seguiremos acompanhando.

JP em 04.03.2021

Comentários
Compartilhar