Algumas posturas da página/blog

Creio que o começo da excelência está na originalidade.

Isso de abrir uma página ou blog e só ficar copiando e colando matérias nacionais e internacionais, para levar o crédito dela, sem que possamos nós mesmos criar nossas próprias matérias, estudos e análises do Universo lá fora, não é um fator de excelência, mas sim, de incompetência.

Precisamos ter uma postura original e própria do mundo lá fora, uma visão que possamos desenvolver e mesmo expandir no debate inteligente, no diálogo construtivo e na partilha objetiva de informações.

E o mundo está se tornando uma vitrine de exposições cada vez mais interessante, e ao mesmo tempo, preocupante, e assuntos nunca haverão de faltar.

É por isso que sempre procuro responder comentários, na medida do possível, coisa que não vejo acontecer em muitas páginas, onde os editores se limitam a jogar a matéria e depois, deixar que as pessoas se aniquilem em suas trocas de farpas, ofensas e opiniões contrárias sem ao menos passar para dizer “olá”.

Gosto da interatividade inteligente, ela expande a consciência, mas descarto deboches, piadas grosseiras e de mal gosto, críticas destrutivas e ofensas, porque elas geralmente são envelopes da limitação intelectual.
Ou simplesmente de quem não tem nada melhor a dizer ou fazer em sua ociosidade mental.
Por isso, normalmente apago esses comentários, sem lhes dar o valor que eles sequer possuem.
E dependendo da gravidade da ofensa, a pessoa é banida instantaneamente.

Tempo de leitura
Isso é algo RIDÍCULO que vejo em alguns blogs, que, antes de começar a matéria, colocam o tempo de leitura (1 min, 2 min, 3 min etc) para aliviar a expectativa do leitor.
Uma manobra ridícula de alguns blogs tentando se adaptar ao novo estilo cultural da Internet, tentando ser comercialmente ajustados aos novos tempos da “geração digital”.

Mas aqui, jamais farei isso.

Ridículo porque isso torna as pessoas ainda mais preguiçosas do que já são nas questões da leitura (quero dizer, a maioria, mas não todos).

Sei da explosão das informações na rede, mas cada um é obrigado a colocar filtros na sua mente antes de navegar aqui, porque há muita verdade e mentira competindo espaços, e infelizmente, a Internet não tem um dispositivo automático que filtre isso para nós.

O nome do dispositivo se chama CONSCIÊNCIA, e isso é um dever de cada um.

O editor tenta ser “simpático” colocando tempo de leitura nas matérias, mas tem outro problema.
O tempo de leitura é algo relativo. Não se pode fixar tempo de leitura. Ele varia de indivíduo para indivíduo, depende da capacidade assimilativa de cada um.

Vícios de leitura existem. Tem gente que se preocupa em ler tudo muito rápido (leitura dinâmica, eles dizem) mas eu chamaria de leitura superficial, que deixa a informação toda esburacada e incompleta na mente.
É como comer depressa o alimento, engolindo em pedaços grandes, o que pode lhe causar uma indigestão.

O tempo de leitura é o tempo da compreensão do texto, e é aqui que ele se torna relativo, diferente para cada pessoa.
Na verdade, certas matérias exigem ESTUDO e não somente leitura.
E muitas vezes, exigem releituras.
Gosto de publicar longos textos, e às vezes, textos mais curtos.
Depende de cada assunto.

Por isso, e por estimular a preguiça mental das pessoas, que já é grande, nunca usarei esse prólogo de tempo de leitura nas matérias, para tentar ser “alinhado” com a nova era.
Não quero ajudar a instalar vícios mentais nas pessoas.
Pelo contrário, sou favorável a todo tipo de estímulo da inteligência, da concentração e da consciência.

E isso me faz desajustado em relação a várias posturas de editores de páginas e blogs que se preocupam somente com a preferência das maiorias, ajustando seus métodos de trabalho conforme o “mercado de consumo”.

Não dou a mínima.
Prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo … sem originalidade não existe excelência.

Minha preocupação é saber se você compreendeu bem a matéria, e não se você vai ficar muito cansado se ler um ou dois minutos a mais… afinal, as pessoas gastam tanto tempo com tantas besteiras na vida, por que não gastariam um pouco mais de tempo com instrução sadia?

E para finalizar, isso de pedir curtidas… outra coisa ridícula.
E sobre esse ítem, serei breve:

A excelência da página atrairá as curtidas por si mesma sem que ninguém tenha que ficar implorando por isso.
Produto bom nem precisa de propaganda.
E quando a propaganda é demais, temos que desconfiar da qualidade do produto.

Se eu escrever uma matéria que apenas uma pessoa curtiu e interagiu, já valeu para mim.
Uma vela já ilumina a escuridão.
Porque o Universo busca a qualidade, não a quantidade.
E eu também.
Porque estamos no Cosmos, e o Cosmos é a nossa regra.
E não a regra da maioria, que o sistema da informação global procura sempre manipular e hipnotizar para transformá-la em massa de consumo que mantenha a roda do capitalismo girando.
.
Uma das nossas prioridades é justamente entregar chaves e informações para forçar as pessoas a acordarem.
Nem que para isso eu precise ser drástico nas palavras algumas vezes.

Mas isso demonstra que eu estou aqui para realmente tentar passar o meu melhor, e não para me encaixar dentro de um sistema de regras convenientes ao sistema digital e dos que faturam com curtidas.

Não mesmo.

A sinceridade, a objetividade e a doação real na partilha do conhecimento que possa nos ajudar a despertar a consciência e encontrar o nosso caminho dentro do Cosmos, é nosso ofício em tempo integral, até quando isso possa ser feito sem que a própria rede online comece a bloquear páginas do tipo, por causa de um futuro tenebroso de manipulação que o Sistema por trás da rede vai implantar para garantir o controle absoluto das massas direcionadas a pensar conforme os seus interesses.

Então, é bom se apressar e buscar luz enquanto a porta ainda está aberta.
Bom dia de Luz a todos.

Tonocosmos

(JP em 05.07.2020)

Comentários
Compartilhar